Menu
2019-07-26T15:54:37+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
recado do conselho econômico

Trump descarta intervenção cambial, diz Kudlow, da Casa Branca

Segundo ele, o presidente dos EUA teme que outros países manipulem para enfraquecer a própria moeda a fim de garantir uma vantagem temporária no comércio

26 de julho de 2019
14:46 - atualizado às 15:54
Presidente dos EUA, Donald Trump
Presidente dos EUA, Donald Trump - Imagem: shutterstock

O diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca, Larry Kudlow, afirmou nesta sexta-feira, 26, que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não é necessariamente um defensor de um dólar fraco.

Segundo ele, Trump apenas que teme que outros países manipulem para enfraquecer a própria moeda a fim de garantir uma vantagem temporária no comércio. "Na semana passada, tivemos uma reunião com o presidente sobre princípios econômicos e descartamos qualquer intervenção cambial", garantiu.

Kudlow disse que é natural que o dólar seja apoiado pela força da economia americana neste momento. Para ele, pode ser que a fraqueza de outras divisas seja fruto de economias com crescimento mais modesto em outras partes do globo em relação aos EUA.

Mas o governo americano acredita que parte disso pode se dever a uma "manipulação cambial". Ele não especificou, porém, quais nações teriam lançado mão desse expediente.

*Com Estadão Conteúdo 
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Sem sinal

Oi perde quase metade do valor na bolsa em apenas quatro dias

Com mais de 37,5 milhões de clientes no país, Oi passa a ser avaliada em apenas R$ 4,6 bilhões na B3; só hoje, as ações ordinárias da operadora registram uma desvalorização de 24%, cotadas a R$ 0,76

DE OLHO NO GRÁFICO

Queda do Ibovespa, S&P e as ações para ficar de olho

No De Olho no Gráfico de hoje, Fausto Botelho fala de suas expectativas para o Ibovespa, o S&P, o Nasdaq, o dólar e o desempenho das ações para as quais tem recomendação de venda

Primeiro texto

Relator da reforma da Previdência no Senado diz estar fazendo esforço para entregar relatório na sexta-feira

A presidente da CCJ, Simone Tebet, já havia dito que essa era a previsão, sendo que a leitura do documento será feita no dia 28

Siga o dinheiro

Fluxo do gringo na bolsa em 2019 ainda é positivo e eu posso provar

Dados disponibilizados pela B3, que mostram saída de R$ 19 bilhões até 15 de agosto, não contabilizam valores movimentados em ofertas de ações

um passo atrás

‘Não quero submeter meu filho ao fracasso’, diz Bolsonaro sobre Embaixada

Presidente admitiu a possibilidade de desistir da nomeação de seu filho, após “guerra de pareceres” no Senado

pensando no futuro

Petrobras diz que espera reduzir o custo de extração no pré-sal

No segundo trimestre, custo fico em US$ 6. Segundo o presidente da estatal, empresa persegue redução do custo de capital porque uma das dificuldades é ter recursos para investir

EXILE ON WALL STREET

Era uma vez em… Hollywood (ou seria em Liverpool?)

De maneira surpreendente e curiosa, somos uma ilha de acerto da política econômica num mundo mais intervencionista e menos globalizado

segue o otimismo

Confiança do empresário industrial sobe pelo terceiro mês seguido

Icei teve alta de 2,0 pontos em agosto ante julho e atingiu 59,4 pontos, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira, 20, pela CNI

na vizinhança

Na Argentina, novo ministro da Fazenda diz que objetivo é estabilizar o câmbio

Segundo Hernán Lacunza, as atuais flutuações cambiais não obedecem a fundamentos econômicos, mas, sim, a “movimentos especulativos”

a tv da maçã

Serviço de streaming da Apple deve ser lançado em novembro deste ano

Batizada de Apple TV+, plataforma disputará público da Netflix com Disney e Warner; mensalidade deve custar US$ 9,99, segundo a Bloomberg

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements