Menu
2019-11-18T15:21:36-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Briga de gigantes

Softbank planeja criar rival japonesa para competir com gigantes como Google e Amazon

O grupo anunciou acordo para a fusão de uma de suas subsidiárias conhecida como Yahoo Japan com a empresa Line Corp. Com isso, as duas companhias podem criar mais um “super app”

18 de novembro de 2019
15:21
Masayoshi Son, fundador do SoftBank
Masayoshi Son, fundador do SoftBank - Imagem: Shutterstock

Depois de investir em uma série de startups ao redor do mundo, o fundador do grupo japonês Softbank Group Corp., Masayoshi Son, está de olho em criar uma companhia japonesa capaz de competir com gigantes da tecnologia como Google, Amazon e Facebook.

Segundo informações divulgadas hoje (18) por meio de fato relevante, o grupo anunciou acordo para a fusão de uma de suas subsidiárias conhecida como Yahoo Japan com a empresa Line Corp. Ela é líder no serviço de mensagens por aplicativo no Japão, com mais de 82 milhões de usuários e está avaliada em mais de US$ 11,52 bilhões na Nasdaq, o que seria equivalente a mais de R$ 42,18 bilhões.

De acordo com o que foi divulgado, a Yahoo Japan e a Line Corp estão considerando uma oferta aos acionistas minoritários da Line de 5.200 ienes, o que seria equivalente a US$ 47,78, por ação. A esse preço, cada empresa gastaria mais de US$ 1,5 bilhão na transação.

O acordo ainda precisa ser aprovado pelos acionistas e pelo governo, que pode barrar a fusão de duas das maiores empresas de internet do país. Mas, se tudo certo, a expectativa das companhias é que o contrato seja fechado até outubro de 2020.

Com isso, as duas companhias podem criar mais um "super app", que funciona como uma plataforma capaz de reunir em um só lugar lojas de vários segmentos e as mais variadas opções de serviços que o cliente possa precisar ao longo do seu dia. Entre os exemplos de sucesso há o da Rappi, que está seguindo os passos da gigante Meituan Dianping, que é líder nesse segmento na China.

Expansão na Ásia

Ao adicionar a Line ao seu portfólio, o SoftBank teria acesso aos usuários do serviço de mensagens no Japão e a dezenas de milhões em outras partes da Ásia, como Tailândia, Taiwan e Indonésia. Tal estratégia poderia ajudar o grupo a ser mais competitivo no continente asiático e a diminuir a distância que possui em relação a gigantes do setor de tecnologia dos Estados Unidos e da China.

A ideia seria permitir que as empresas mesclassem os seus serviços para criar um super aplicativo que poderia servir como porta de entrada para as duas companhias oferecem. Tal fusão poderia ajudar, por exemplo, o Softbank a se consolidar como um importante player no setor de pagamentos digitais do Japão, ao combinar a sua empresa PayPay com os serviços da Line Pay.

Isso sem contar que poderia ajudar o Yahoo Japão. Ele já foi o principal mecanismo de pesquisa e player de comércio eletrônico do país, mas perdeu terreno à medida que os usuários migraram para smartphones. Por conta disso, hoje o Yahoo Japan conta com cerca de 48 milhões de usuários ativos diários e está presente em mais de 100 aplicativos para celulares.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

momento de tensão

Ações da Oi e da Vivo caem após nova fase da Lava Jato

Por volta das 12h desta terça-feira, os papeis ON da Oi (OIBR3) recuavam 2,15%, enquanto os papéis PN da Vivo (VIVT4) caíam 1,09%

polícia nas ruas

Lava Jato investiga relação de repasses da Oi para Gamecorp/Gol

Procuradoria identificou movimentação de R$ 40 milhões entre a Movile Internet Móvel, empresa do grupo Telefonica/Vivo, e a Editora Gol entre 15 de janeiro de 2014 e 18 de janeiro de 2016

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

As taxas do Tesouro Direto abriram com sinais mistos nesta terça-feira (10). O Tesouro IPCA+ 2024 (NTN-B Principal) é negociado com taxa de 2,24% ao ano mais IPCA, por um valor mínimo de R$ 58,86. O Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2050 (NTN-B) é negociado com taxa de 3,47% ao ano mais IPCA e aplicação […]

Um acordo no fim do túnel?

EUA e China planejam adiar tarifas programadas para o dia 15, dizem fontes

Nos últmos dias, autoridades em Washington e Pequim têm sinalizado que domingo não é a data final para fechar a chamada “fase 1” de um acordo comercial

Mercados hoje

Ibovespa abre em queda, mas se afasta das mínimas com alívio na guerra comercial; dólar sobe a R$ 4,14

O possível fechamento de um acordo para que os EUA posterguem a aplicação de novas sobretaxas sobre produtos chineses dá ânimo às bolsas globais e faz o Ibovespa oscilar perto da estabilidade, após uma abertura em baixa

polícia nas ruas

Lava Jato mira corrupção e lavagem em contratos de telefonia e internet

Ação é um desdobramento da 24ª etapa da Lava Jato, que, em março de 2016, levou de forma coercitiva o ex-presidente Lula para depor

Exile on Wall Street

Uma tentativa de Teoria das Cordas, aplicada às finanças

Eu trabalho muito. Tenho uma dedicação apaixonada e até mesmo obsessiva com a Empiricus. Nem sei se isso é bom. Mas é o que é

Em busca da alta renda

BB lança crédito imobiliário com correção pelo IPCA

Taxas de juros começam em 3,45% ao ano mais IPCA e variam conforme o prazo da operação e o nível de relacionamento do cliente com o BB

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

No radar: IPO da XP e Mourão na posse do presidente argentino

Sai hoje o preço das ações da XP Investimentos que serão ofertadas na bolsa americana Nasdaq. Hoje também será definido quem conseguirá entrar na oferta. Será que os fundos brasileiros vão ganhar um pedacinho deste bolo?   No lado político, o destaque é uma espécie de trégua do governo de Jair Bolsonaro com o presidente eleito […]

Mais uma oferta no exterior

Madero deve desembarcar nos EUA em junho com o seu IPO, diz jornal

Segundo informações do Valor Econômico, a rede de hamburgueria já contratou o Bank of American e J.P. Morgan para coordenarem a oferta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements