Menu
O melhor do Seu Dinheiro
Nicolas Gunkel
2019-05-01T15:49:18+00:00

Sobre vulnerabilidade e os melhores investimentos de abril

O resultado passado não garante um retorno futuro. Mas pode te inspirar a sair da inércia e buscar novos caminhos para seus investimentos

1 de maio de 2019
15:49

Uma amiga de longa data me indicou uma palestra na Netflix da Brené Brown, batizada “the Call to Courage” (um chamado para a coragem) que trata de “vulnerabilidade”. A pesquisadora americana fez sucesso em um TED Talk e virou uma febre entre executivos e pessoas que buscam inspiração para a vida.

Ela defende que as pessoas saiam de sua zona de conforto e tenham coragem de se expor em situações que vão desde dizer “eu te amo” primeiro em um relacionamento a erguer a voz para defender sua ideia em uma reunião.

A palestra não fala de finanças, mas fiz uma associação imediata quando ouvi a Brené. Tomar uma decisão de investimento é, sim, uma atitude de coragem, que envolve assumir risco e até mesmo aceitar perdas.

É o que acontece quando você tira o dinheiro da poupança ou de um fundo DI para investir em outra coisa. Você sai de uma zona de conforto para tentar ganhar mais - e, sim, corre o risco de perder um pouco na renda variável ou na marcação a mercado de títulos públicos. Só no final você vai saber se ganhou ou perdeu.

Quer ver na prática? A Julia Wiltgen montou um ranking com os melhores e piores investimentos em abril, que reúne aplicações de renda fixa e variável. Ela também levantou quais foram as ações que mais subiram e as que mais caíram no mês passado.

O resultado passado não garante um retorno futuro. Mas pode te inspirar a sair da inércia e buscar novos caminhos para seus investimentos. Vale a pena a leitura!

Medalhas de primeiro, segundo e terceiro lugar

Dedo no olho não pode

O Cade voltou a subir o tom contra os bancos por supostas práticas anticompetitivas contra as fintechs. Desta vez, o alvo é o Bradesco e suas atitudes perante o Guia Bolso. A suspeita é que o banco estaria dificultando o uso da plataforma pelos seus clientes. Saiba mais

Fique de olho nessa startup

Aqui na redação do Seu Dinheiro a minha admiração pelo Rappi chega a ser motivo de chacota entre os colegas, de tanto que eu falo do app. Tenho uma paixão antiga pelo e-commerce e o aplicativo de "delivery de tudo" me pareceu algo realmente disruptivo.

Pois bem. O Rappi conquistou também outros fãs com bolsos mais fundos. O grupo japonês SoftBank anunciou ontem um aporte de US$ 1 bilhão na empresa, o maior já feito em uma startup da América Latina. Se você gosta de acompanhar e se inspirar nas novas tecnologias, o Rappi é, definitivamente, a startup para você ficar de olho. Saiba mais

Quer almoçar com Warren Buffett?

Sim, você pode! Todo ano o bilionário americano faz um leilão de um almoço com ele na internet. O dinheiro do lance é doado para uma instituição de caridade. Veja como participar e quanto pagou o último vencedor. Ah, só um aviso antes de abrir o bolso: Buffett é famoso por ter um gosto duvidoso para comida e manter uma dieta à base de fast food.

Warren Buffett
O megainvestidor Warren Buffett - Imagem: Wikimedia Commons

Um grande abraço e ótimo feriado!

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

saiu nova projeção

Ipea eleva previsão de IPCA em 2019 de 3,85% para 4,08%

Na comparação com a estimativa anterior, o novo cenário projetado prevê uma piora na inflação de alimentos e monitorados; nova projeção ainda está abaixo da meta oficial do IPCA, de 4,5%

De volta aos cofres da União

Caixa deve devolver R$ 3 bi ao governo

Recursos contribuirão para reduzir a dívida pública. A devolução refere-se ao dinheiro recebido pelos bancos durante o governo petista para reforçar seu capital

Pauta avançou no Congresso

Reforma tributária resultará em bom texto mesmo com mudança em comissão, diz Appy

Segundo Bernard Appy, a proposta de reforma tributária pode elevar em 10% o potencial de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em um período de dez anos

governo de lado

Senadores já discutem agenda própria

Em almoço realizado nesta quarta-feira, 22, na residência oficial do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), líderes de bancadas avaliaram que o governo está “sem rumo”

Mais mercado, menos bancos

Crédito total no país é de R$ 9,5 trilhões ou 138% do PIB e governo fica com quase metade disso

Banco Central passa a apresentar dados sobre o crédito ampliado, que além das operações feitas no sistema financeiro, agrega títulos públicos, privados e operações externas

Blog da Angela

Se o risco é alto e a articulação deve ser perfeita, entregue-se ao inimigo…

A Nova Previdência será um passo fundamental para o reequilíbrio das contas públicas no médio e no longo prazo. Não é à toa que a reforma da Previdência é considerada a mãe das reformas estruturais que o Brasil precisa fazer

TUDO QUE VAI MEXER COM SEU DINHEIRO HOJE

Ares agitados: o novo jogo do setor aéreo

Veja os destaques do Seu Dinheiro nesta manhã

Dia de cautela

Exterior negativo pressiona Ibovespa e dólar; mercado analisa cenário político local

O Ibovespa abriu o pregão desta quinta-feira (23) em queda, com os mercados exibindo um tom de prudência em relação à guerra comercial e à cena política doméstica. O dólar opera em alta

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

fim da lua de mel

Otimismo após eleições acaba e confiança do consumidor recua, afirma FGV

Quanto às perspectivas para os meses seguintes, o indicador que mede o otimismo relacionado à evolução da economia foi o que mais contribuiu para a queda da confiança no mês

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements