Menu
2019-07-29T19:43:15-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Livre comércio

Secretário de Comércio dos EUA vem ao Brasil para consolidar ‘relação forte’ entre os dois países

Wilbur Ross será recebido pelo presidente Jair Bolsonaro e pelos ministros Paulo Guedes e Tarcísio Rodrigues

29 de julho de 2019
19:37 - atualizado às 19:43
Bandeira do Brasil e dos EUA
Imagem: shutterstock

O ministro da Economia, Paulo Guedes, receberá na tarde de quarta-feira, dia 31, em Brasília, o secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, que está em visita oficial ao país. Os encontros devem consolidar entendimentos “para uma relação comercial e industrial forte entre os dois países”.

O presidente Jair Bolsonaro já manifestou o interesse de ampliar as relações comerciais e até buscar um acordo de livre comércio com os americanos. Bolsonaro se encontrará com Ross também na quarta-feira, no Palácio do Planalto.

Segundo o Ministério da Economia, durante os quatro dias de permanência do secretário, o governo brasileiro buscará o aprofundamento da parceria entre Brasil e EUA, iniciada em março deste ano, durante visita do presidente Bolsonaro ao presidente dos EUA, Donald Trump.

Esta é a primeira vez, desde 2011, que um chefe do Departamento de Comércio americano visita o país.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Pauta

Entre os temas em pauta estão a retomada do Fórum de CEO’s Brasil-Estados Unidos, que reúne de dez a 12 executivos de cada país. E a nova agenda do Diálogo Comercial Brasil-Estados Unidos, por meio do qual os dois governos buscam obter avanços em temas como facilitação de comércio e propriedade intelectual.

Durante a visita a São Paulo, o secretário participará de várias reuniões com autoridades governamentais, empresários e industriais. Um dos encontros mais importantes é a comemoração dos 100 anos da Câmara de Comércio Brasil-EUA (Amcham Brasil).

Segundo a Amcham, a aproximação pode resultar numa agenda concreta, onde o objetivo principal é um acordo de livre comércio firmado entre os dois países.

No dia 1º de agosto, Ross retorna de Brasília a São Paulo para participar do 17º Fórum de Liderança em Infraestrutura da América Latina, que articula os projetos estratégicos de infraestrutura entre o setor público, as empresas e outros agentes desse segmento.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta sexta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Exile on Wall Street

Xeque-mate: não há mais desculPas

Além de questões de cunho estritamente comercial, não há qualquer razão para os fundos da Vitreo não serem alocados no IPO da XP

Assunto sensível para a companhia

Em relatório sobre segurança, Uber contabiliza mais de 3 mil casos de abuso sexual nos EUA em 2018

Nesta manhã, por volta das 10h30, os papéis da companhia caiam cerca de 1,41% no pré-mercado da NYSE, a bolsa americana

Mais alívio

Ibovespa sobe aos 111 mil pontos, acompanhando o otimismo no exterior; dólar cai

Sinais animadores no front da guerra comercial dão forças às bolsas globais e colocam o Ibovespa novamente no campo positivo

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

A bolsa sobe mais?

Será que a bolsa sobe mais, sobe mais um pouquinho hoje? Se depender do cenário externo, o caminho está livre (mas o dia só está começando). A conferir. O otimismo permanece aqui no Brasil. Já tem gestor falando em Ibovespa a 250 mil pontos em 2022. Se for isso mesmo, é mais que o dobro […]

olho no indicador

Disparada no preço da carne faz inflação acelerar para 0,51% em novembro

Maior demanda de carne na China e valorização do dólar fez o item disparar; avanço do IPCA é o maior para mês desde 2015

China decide isentar parte da soja e da carne de porco dos EUA de tarifas

Em comunicado, o ministério chinês não indicou os volumes desses produtos americanos que ficarão isentos de tarifação

impasse em brasília

Congresso trava R$ 23 bilhões de ministérios

Para garantir o recurso extra, parlamentares precisam aprovar uma lista de 24 projetos que estão no meio de um impasse entre deputados e senadores

De mala cheia

Brasil dobra para US$ 1 mil limite de compra no exterior

Limite valerá para todas as compras feitas em viagens ao exterior por meio aéreo ou marítimo. O pedido para aumento foi feito pelo próprio governo brasileiro

atenção acionista

Copel paga R$ 643 milhões em juros sobre capital próprio

Data do pagamento será definida em assembleia até abril de 2020. Recebem os benefícios acionistas com posição em 23 de dezembro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements