Menu
2019-04-05T15:39:54+00:00
Após caso Ghosn

Renault, Nissan e Mitsubishi revisam estrutura de aliança com nova diretoria

Empresas informaram que vão estabelecer uma diretoria operacional para substituir a estrutura anterior, que era considerada complicada

12 de março de 2019
12:13 - atualizado às 15:39
Mitsubishi – Nissan – Renault
Imagem: Seu Dinheiro/Shutterstock

Os chefes da Renault, Nissan e Mitsubishi anunciaram hoje uma revisão da estrutura de liderança da aliança das montadoras, que havia sido elaborada pelo empresário brasileiro Carlos Ghosn, em busca de um recomeço após a prisão e afastamento de Ghosn.

As empresas informaram que vão estabelecer uma diretoria operacional para substituir a estrutura anterior, que era considerada complicada.

A nova diretoria se reunirá mensalmente em Paris e Tóquio e será encabeçada pelo novo presidente da Renault, Jean-Dominique Senard. Seus demais integrantes serão os executivos-chefes das três montadoras.

A diretoria substituirá duas subsidiárias com sede na Holanda, uma das quais era ligada à Nissan e Renault e a outra à Nissan e Mitsubishi.

O anúncio de hoje marca uma melhora das relações entre Renault e Nissan após tensões causadas pela inesperada prisão de Ghosn em 19 de novembro do ano passado, ocorrida após uma investigação sigilosa da Nissan sobre sua conduta.

Ghosn é acusado de ter fraudado declarações de renda na montadora japonesa. Ghosn, que foi libertado mediante pagamento de fiança na semana passada, alega inocência.

Ghosn, que deixou a liderança das empresas, mas ainda é diretor da Nissan, havia pedido para participar da reunião executiva realizada mais cedo pela montadora japonesa. Sua solicitação, porém, foi rejeitada por um tribunal em Tóquio.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

SEGUE O JOGO

Saída de Levy não deve ter impacto sobre a reforma da Previdência, diz especialista

No entanto, mesmo com eventual aprovação da reforma previdenciária, dificilmente haverá retomada considerável da confiança, diz Rafael Cortez

ANÁLISE

“Chicago Boy”, Levy transitou no petismo e no Bolsonarismo – e foi alvo dos dois”

Assim como o ministro da Fazenda, Paulo Guedes, Joaquim Levy é um nome conhecido do mercado; estopim da demissão foi a nomeação de advogado

DE OLHO NAS AÇÕES

Petrobras faz maior descoberta desde o pré-sal, em Sergipe e Alagoas

Divulgada no mês passado, a descoberta deve gerar R$ 7 bilhões de receita anual à estatal e sócias, calcula a consultoria Gas Energy

MUITO RICOS X MAIS RICOS AINDA

Esta é a grande diferença entre milionários e bilionários, segundo autor

Milionários e bilionários podem ser grupos muito mais distintos do que a maioria acredita. Segundo especialista, esse contraste fica claro com a resposta para uma pergunta

MÚSICA PARA OS OUVIDOS

Energia deve ter nova rodada de privatização

A privatização de estatais é uma das alternativas propostas pelo Plano Mansueto para Estados que precisarem de socorro da União

Seu dinheiro no domingo

O mercado sempre oscila entre o cenário perfeito e o desesperador. Saber onde estamos é o segredo para ganhar dinheiro

Se a percepção prevalente no mercado é de que as coisas só podem melhorar, o investidor deve encarar isso com cautela

DIÁLOGO CORDIAL

Presidente do BNDES conversou com ministro da Economia sobre demissão

Levy entregou seu pedido de demissão do cargo ao ministro após ser alvo de críticas do presidente Jair Bolsonaro neste sábado (15)

TCHAU

Presidente do BNDES confirma pedido de demissão após declarações de Bolsonaro

Levy foi alvo de críticas do presidente Jair Bolsonaro no sábado (15), em função da nomeação do advogado Marcos Barbosa Pinto para o cargo de diretor

REDUÇÃO DE DANOS

Nada impede que a capitalização seja aprovada no 2º semestre, diz Maia no Twitter

O presidente da Câmara defendeu que a questão pode até ficar de fora do primeiro texto da reforma, mas destacou propostas já em andamento na área

CABEÇA A PRÊMIO

Gustavo Franco e Salim Mattar são cotados para substituir Levy

A avaliação é a de que a permanência do atual presidente do BNDES tornou-se insustentável depois da bronca em público do presidente

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements