Menu
2019-10-14T14:31:53+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
na expectativa

Redução de juros mudará profundamente o mercado, diz Guardia

Ex-ministro da Fazenda comentou que o investidor estrangeiro ainda está esperando a conclusão da reforma da Previdência para ter um pouco mais de conforto por aqui

21 de agosto de 2019
14:11 - atualizado às 14:31
Eduardo Guardia, ministro da Fazenda
Ex-ministro da Fazenda, Eduardo Guardia. - Imagem: Antonio Cruz/Agência Brasil

O presidente do BTG Pactual Asset Management e ex-ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, avaliou que o ambiente de juros mais baixos provocará mudanças profundas no mercado financeiro nacional.

Segundo ele, entre essas mudanças estariam a busca por ativos de renda variável e maior apetite por risco entre os investidores. Guardia exemplificou com o novo patamar de 100 mil pontos do Ibovespa, que foi alcançado mesmo com a forte retirada de recursos por parte dos investidores estrangeiros.

"Quem sustentou a alta do Ibovespa foi o investidor local", destacou nesta quarta-feira, 21, durante palestra realizada na abertura do fórum sobre fundos de investimentos imobiliários (FIIs) realizado pelo GRI Club.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Esperando a Previdência

Guardia comentou que o investidor estrangeiro ainda está esperando a conclusão da reforma da Previdência para ter um pouco mais de "conforto" na sua decisão de investimento na economia brasileira.

"O investidor local saiu na frente. Mas se o Brasil seguir o rumo que tomou nos últimos três anos, tenho certeza que os investidores estrangeiros vão vir", estimou, referindo-se à agenda de reformas estruturais colocada em andamento nesse período.

O líder do banco de investimentos também disse que as várias modalidades de investimento do mercado imobiliário, desde imóveis até aplicações financeiras, se tornaram opções de maior rentabilidade no cenário de juros menores.

"Já começamos a ver notícias positivas para o setor imobiliário. O investidor não tem alternativa. Ele precisa aumentar prazo e tomar risco para ganhar rentabilidade", observou.

Em relação ao setor de fundos de investimentos imobiliários (FIIs), que já conta com mais de 360 mil investidores em bolsa, Guardia disse ver espaço para mais crescimento.

O ex-ministro também indicou não esperar que a reforma tributária em andamento culmine na retirada imediata da isenção de impostos sobre o pagamento de dividendos de FIIs. A sua expectativa é que a equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, se concentre em outros temas prioritários.

"Não acredito que tenha mudança exclusiva para FIIs. Se houver alguma mudança, seria no contexto de todos os produtos isentos", citou. "Minha aposta hoje é que ele (o governo) vai focar, e não mexer em tudo ao mesmo tempo, nem que vá tomar alguma medida específica para FIIs", estimou.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Fusão no horizonte

O megainvestidor Carl Icahn está dando uma mãozinha para a Xerox comprar a HP

Em meio às notícias de que a Xerox estaria interessada em comprar a HP, o megainvestidor Carl Icahn resolveu entrar no jogo para viabilizar a operação

Contrato fechado

Embraer recebe seis novos pedidos por aeronaves; encomendas somam US$ 374 milhões

A companhia aérea nigeriana Air Peace e a arrendadora egípcia CIAF Leasing acertaram novos pedidos de aeronaves à Embraer

Depois da Previdência...

Reforma tributária pode sair em março, diz Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, tem planos para dar encaminhamento à reforma tributária ainda no primeiro trimestre de 2020

Seu Dinheiro no domingo

O fim do mundo como o conhecemos — ao menos, na renda fixa

Com os juros cada vez mais baixos, é hora de buscar alternativas às opções tradicionais de investimento em renda fixa: eis o tema da pensata de hoje, enviada primeiro aos assinantes da newsletter do Seu Dinheiro

Uma gigante chega ao mercado

A Saudi Aramco quer levantar até U$ 25,5 bi com seu IPO e quebrar o recorde da Alibaba

Considerada uma das empresas mais rentáveis do mundo, a petroleira Saudi Aramco divulgou a faixa de preço e a quantia de ações a serem emitidas em seu IPO

O SEGUNDO MAIS RICO DO BRASIL

Jorge Paulo Lemann: conheça a trajetória do bilionário dos resultados

Como o carioca revolucionou o capitalismo brasileiro, comprou grandes ícones americanos como Budweiser, Burger King e Kraft Heinz, e acumulou uma fortuna de US$ 22,4 bilhões

Mercado de trabalho

Emprego informal recorde derruba produtividade da economia brasileira

O crescimento do trabalho informal tem afetado os índices de produtividade da economia do país, de acordo com cálculos da Fundação Getulio Vargas

Shake it off

Taylor Swift, o grupo de investimentos Carlyle e uma briga feia no mundo da música pop

O Carlyle está no centro de uma discussão envolvendo Taylor Swift e sua antiga gravadora, a Big Machine Records, que estão disputando os direitos autorais da obra da cantora pop

Seu Dinheiro no sábado

MAIS LIDAS: O jovem bilionário do Facebook

20 de janeiro de 2010: essa é a data da minha primeira postagem no Facebook. Nada muito inspirador, eu estava só reclamando do clima chuvoso. Nos meses seguintes, todas as minhas interações tratavam de joguinhos on-line — aparentemente, eu era um grande fã de FarmVille. Acessar o túnel do tempo das redes sociais é revelador. […]

Fim das atividades

Braskem encerra extração de sal-gema em Alagoas, alvo de ações de R$ 40 bi

Após supostos prejuízos causados a ruas e casas em Maceió (AL), a petroquímica Braskem decidiu encerrar as atividades de extração de sal-gema cidade

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements