Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
TUDO QUE VAI MEXER COM SEU DINHEIRO HOJE

Que tal R$ 21 bilhões?

31 de janeiro de 2019
10:24 - atualizado às 10:25
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Eu bem me lembro quando cheguei em São Paulo com exatos R$ 3.500 na conta, um dinheiro que eu ganhei em um prêmio de jornalismo para universitários e que iria me ajudar a começar a vida. Achava que estava “ryca” e que dava para viver tranquilamente muitos meses nesta cidade. Doce ilusão.

Quando se fala em dinheiro, tudo é uma questão de referencial. Os lucros dos bancos estão aí para mostrar outra régua. Sempre na casa dos bilhões, claro. Que tal R$ 21 bilhões? Ou melhor, exatos R$ 21,6 bilhões (não vou desprezar R$ 600 milhões para fazer um exercício de arredondamento). Pois bem, esse foi o lucro do Bradesco em 2018, uma bolada até mesmo para o bancão.

O Bradesco soltou seus resultados do quarto trimestre hoje bem cedinho e mostrou que fechou o ano com chave de ouro. E está acelerando na concessão de crédito! Um dia antes, o Santander também revelou que mandou bem no ano passado. O Vinicius Pinheiro madrugou para acompanhar o balanço e traz todos os números do Bradesco nesta reportagem.

Quando li o texto do Vini levantei uma plaquinha mental de “eu já sabia”. Você, leitor, também foi avisado. Publicamos aqui no Seu Dinheiro que os grandes investidores esperam um “bull market” na bolsa brasileira em 2019, ou seja, uma forte tendência de valorização. As maiores apostas são os setores que se beneficiam da recuperação da economia doméstica, tais como.. os bancos!

Em vez de criticar os lucros bilionários dos bancos, você deveria comemorar, meu amigo. Um país precisa de um sistema financeiro sólido, capaz de conceder crédito e empurrar a economia para frente. E se quiser parte dessa grana na sua conta bancária, que tal virar sócio dos bancões? Lembre que a maioria deles vende suas ações na bolsa.

Esqueça os 100 mil pontos!

Acho que hoje estou monotemática e não consigo largar a obsessão por números e referenciais. A bolsa voltou a subir ontem, depois do revés no início da semana diante do drama da Vale. E o investidor continua com a contagem regressiva para o Ibovespa atingir os 100 mil pontos. Bem, nem todos. O economista-chefe da Legacy Capital, Pedro Jobim, está olhando para frente e esperando pela marca de 200 mil. É, claro, a maré precisa continuar favorável para alcançar esse número. Veja o que está em jogo na reportagem de Bruna Furlani.

Adeus, Pasadena!

A Petrobras (finalmente) conseguiu se livrar da fatídica refinaria de Pasadena, no Texas. A estatal anunciou que assinou o contrato de venda para a Chevron ontem. Sim, saiu no prejuízo. O valor é menos da metade do que a Petrobras pagou pela refinaria que virou um símbolo de corrupção na empresa. Saiba todos os detalhes da venda.

Peso-pesado

A Vale segue na força-tarefa para tentar limpar a lambança que fez em Brumadinho. Aparentemente, a ordem é mostrar que está tratando o tema com seriedade. Depois de anunciar a interrupção da produção para acabar com as barragens iguais à que rompeu, a empresa apostou em um nome de peso para liderar o comitê independente que montou para investigar o caso: Ellen Gracie, a ex-ministra do Supremo Tribunal Federal. Leia mais

O poder da Vale na bolsa

Mesmo quem não é acionista da Vale sentiu as consequências da tragédia de Brumadinho nos últimos dias. “Ah, eu não tenho nada a ver com isso”, o amigo leitor pode pensar. Será mesmo? Você tem dinheiro em fundos de ações ou multimercados? A Vale é uma das empresas mais importantes da economia brasileira e pode balançar seus investimentos sem você saber. A Julia Wiltgen explica a situação neste vídeo.

Paciência cai bem

Os sinais do Fed de que será “paciente” em anunciar quaisquer mudanças na taxa de juros e uma melhora nos indicadores internacionais deve trazer bom humor ao último pregão de janeiro. Lá fora, a expectativa continua sobre um desfecho positivo do diálogo que ocorre entre Pequim e Washington para tentar colocar um fim (ou ao menos amenizar) os impactos da guerra comercial.

Por aqui, a fala do vice-presidente Hamilton Mourão de que os militares seriam incluídos na reforma da Previdência, o que resultaria em uma reforma mais ampla, também deve reforçar ainda mais a confiança do mercado no governo atual.

Ontem, o Ibovespa fechou em alta de 1,42%, aos 96.966 pontos. O dólar recuou 0,62%, a R$ 3,69. Consulte a Bula do Mercado para saber como devem se comportar bolsa e dólar hoje!

Um grande abraço e ótima quinta-feira!

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
Berkshire Hathaway

Até ele perde! Empresa de Warren Buffett tem prejuízo no 4º tri, e tombo da Kraft Heinz deu uma bela mãozinha

Prejuízo da empresa de alimentos, controlada por Buffett junto com a turma de Jorge Paulo Lemann, pesou nos resultados da Berkshire Hathaway

Novidades

O que mudou na declaração de imposto de renda em 2019

Principal novidade é a obrigação de informar CPF de dependentes e alimentandos, independentemente de idade; confira todas as mudanças e a atualização dos valores

Reforma da Previdência

Proposta de reforma para militares deve chegar ao Congresso antes de 20 de março

Segundo Rogério Marinho, secretário especial de Previdência e Trabalho, mudanças devem ser apresentadas ao Congresso antes do término do prazo de 30 dias estabelecido inicialmente

Em busca de um novo líder

Oi ainda sonda Amos Genish, ex-presidente da Vivo, para comandá-la

Em busca de novo líder para a sua reestruturação, operadora quer ex-presidente da Vivo e da Telecom Itália no comando, mas executivo recusou convite, por ora

Siga o dinheiro

Receita Federal entra na dança e passa a investigar miliciano ligado a Flávio Bolsonaro

Fisco vai ampliar a cooperação com o MP do Rio e investigar alvos da Operação Os Intocáveis; entre eles, está o ex-PM Adriano Magalhães da Nóbrega, cujas mãe e esposa trabalharam para o filho do presidente

Bon Vivant

Noronhe-se como os famosos! Fernando de Noronha tem luau de chefs, ‘sea coach’ e, claro, praias paradisíacas

Roteiros exclusivos e experiências customizadas são os ingredientes para incrementar a visita um dos lugares mais lindos do planeta onde dá praia o ano todo. Você também merece pisar no paraíso e curtir uns dias de folga.

É cilada, Bino

Mais de 930 moedas digitais deixaram de existir em 2018. Saiba quais são as apostas alternativas mais seguras para este ano

As informações são do site Deadcoins. Diante de tantos projetos mal-sucedidos no ano passado, criptomoedas como o Ethereum, Ripple e Iota permaneceram e são algumas das opções interessantes para 2019

Reforma da Previdência

À BBC, Mourão diz que Congresso aprova “qualquer coisa” para militar

Mourão justificou que a tramitação é muito mais rápida no caso dos militares porque, para isso, é necessário apenas um projeto de lei, que requer maioria simples dos votos

Mais um empecilho?

Tipo novela mexicana… Justiça concede liminar para suspender assembleia da Embraer que decidirá sobre acordo com Boieng

O juiz destacou que “não se visualiza nesta decisão qualquer ameaça ou comprometimento da economia do País ou situação provocadora de crise na medida que busca conservar uma situação que se encontra consolidada no tempo e eventual oscilação em preços de ações da Boeing ou da Embraer são considerados efeitos metajurídicos normais de qualquer decisão judicial sem a tônica de representar repercussão nos interesses do País”

O melhor do Seu Dinheiro

O Ministério da Economia adverte

Tem uma piada antiga sobre o fulano que vai comprar um maço de cigarros na padaria e, ao ler na embalagem que fumar causa impotência sexual, pede para o balconista trocar por um que causa câncer. Eu me lembrei da anedota ao me deparar com uma espécie de advertência do Ministério da Economia: o atual […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu