Menu
2019-08-27T14:43:17+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Partido de Bolsonaro

PSL paulista dá o sinal mais claro até agora sobre quem será seu candidato à prefeitura de SP em 2020

Convite para que Joice Hasselmann seja cabeça de chapa ocorre no momento em que o governador de São Paulo, João Doria, assedia quadros do PSL

27 de agosto de 2019
14:42 - atualizado às 14:43
Senador Major Olimpio (PSL-SP)
Imagem: Geraldo Magela/Agência Senado

O PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, deu a largada para as eleições municipais do ano que vem. Em evento voltado para empresários da área de infraestrutura nesta terça-feira, 27, o senador Major Olímpio (PSL-SP), convidou a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), de quem era desafeto, para ser a candidata à Prefeitura de São Paulo pelo partido.

O convite ocorre no momento em que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), tem assediado quadros do PSL. O deputado Alexandre Frota (SP) e o suplente de senador Paulo Marinho (RJ) são os dois primeiros que deixaram o partido de Bolsonaro para se aliar a Doria.

Joice é amiga pessoal do governador de São Paulo, participou de sua campanha em 2018 e é alvo de ataques de setores do bolsonarismo nas redes sociais por conta dessa proximidade.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

O acordo significa uma trégua entre Olímpio e Joice, que têm um histórico de disputas e atritos desde a pré-campanha de 2018, quando ambos se alinharam a Bolsonaro. "Está na hora de colocarmos as divergências de lado em nome de um interesse maior que é o partido", disse Olímpio.

Segundo ele, Bolsonaro não participou do acordo. Fontes do PSL de São Paulo disseram que a costura contempla interesses tanto do senador quanto da deputada. Olímpio retira obstáculos para a candidatura de Joice à Prefeitura e em troca a deputada não atrapalha a pretensão do senador de disputar o governo de São Paulo em 2022.

Em um discurso repleto de afagos ao ex-desafeto, Joice falou como candidata. "Perdão pelo atraso. É falta de infraestrutura em São Paulo", disse ela, meia hora atrasada para a abertura do evento. Olímpio retribuiu as gentilezas e lançou um desafio para que a deputada aceite a candidatura à Prefeitura em 2020.

"A Joice está nessa luta como líder no Congresso, queremos que ela continue nessa luta até o meio do ano que vem, mas a partir daí queremos fazer um desafio à Joice. Todo mundo sabe que tivemos atritos, até com dificuldade de lembrar do que foram os atritos, mas o PSL e o presidente Bolsonaro têm procurado candidaturas fortes no ano que vem. Então fica o desafio, Joice, para que você possa amadurecer a ideia e pense com muito carinho na possibilidade de se colocar como pré-candidata à Prefeitura de São Paulo", disse o senador.

À reportagem, Joice respondeu afirmativamente. Segundo ela, o apoio de Olímpio e a unidade do PSL paulista eram detalhes necessários para a candidatura.

"Tudo caminha para o sim. Não poderia dizer sim sem que a executiva estadual de São Paulo estivesse unida", afirmou.

Segundo ela, a candidatura foi objeto de uma conversa com Bolsonaro um mês e meio atrás, quando o presidente fez um balanço da eleição municipal nas principais cidades e sugeriu que gostaria de ter uma mulher no comando do terceiro maior orçamento do País.

Para viabilizar a candidatura, no entanto, o PSL vai ter que enfrentar problemas com a Justiça Eleitoral. O partido está proibido de formalizar um diretório em São Paulo por não ter prestado contas da movimentação financeira entre 2009 e 2018.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Adiós, hermanos

Petrobras deixa de negociar ações na bolsa de valores da Argentina

Companhia informou que os investidores argentinos que tenham ações da Petrobras poderão mantê-las na Caja de Valores ou vendê-las em mercados estrangeiros

um taxa a menos

Governo acaba com seguro obrigatório DPVAT

Medida foi assinada por Jair Bolsonaro e passa a valer já em 2020

Ponto polêmico

Excluído da MP da liberdade econômica, trabalho aos domingos volta

MP inclui a possibilidade na CLT, com a ressalva de que para os estabelecimentos do comércio deverá ser observada a legislação local

Desacelerou

Ministros de comércio dos Brics observam perda de impulso na economia mundial

Autoridades dizem concordar que a “liberalização do comércio é um elemento essencial para liberar o potencial de crescimento econômico

Seu Dinheiro na sua noite

Onde Bolsonaro encontra Dilma

Albert Einstein já dizia que é loucura repetir a mesma coisa esperando obter resultados diferentes. Pois o governo aposta em uma fórmula que já se mostrou equivocada no passado recente para tentar resolver um problema crônico do país: o desemprego. A desoneração da folha de pagamento, medida que foi adotada no governo Dilma, é um […]

Onda tecnológica

Fintechs de crédito são ‘sucesso absoluto’, diz diretor do BC

Autoridade monetária já concedeu licenças a dez SCD e quatro Sociedades de Crédito Entre Pessoas (SEP)

Programa Verde Amarelo

Bolsonaro assina medida que reduz custo para contratação de jovens

Programa atenderá jovens entre 18 e 29 anos que ainda não tiveram seu primeiro emprego. Custo da mão de obra cai entre 30% e 34% para as empresas que aderirem

Valeu, foi bom, adeus

Bolsonaro deve anunciar amanhã saída do PSL em reunião com deputados aliados

Segundo deputados do PSL, o presidente deve se manter, por enquanto, independente, até encontrar um novo partido

Esfarelando

Biscoito murcho: ações da M. Dias Branco caem após (mais um) trimestre ruim

A M. Dias Branco encerrou o terceiro trimestre com um lucro líquido de R$ 134,5 milhões, cifra 42,6% menor na base anual. Esse dado, somado a outras informações preocupantes do balanço, trouxe preocupação ao mercado

Mudanças no radar

Petrobras conquista mais prazo com ANP para vender campos em terra

Novos prazos da estatal agora são dezembro, para a maioria dos campos, e junho de 2020 para ‘uma pequena quantidade’

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements