Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
Seu Dinheiro na sua noite

Promessa é lucro

Enquanto o Congresso ferve com as eleições para presidente da Câmara e do Senado, investidores seguem confiantes nas reformas e privatizações

1 de fevereiro de 2019
20:16
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Foi um professor de economia que me ensinou uma das lições mais valiosas no jornalismo, quando ainda eu dava os meus primeiros passos na cobertura de bolsa.

Ao questioná-lo sobre o que esperava para o Ibovespa naquele ano (2003, se não me engano), ele me respondeu:

“Eu posso te dizer qual a minha projeção, você pode ter a sua projeção. Mas eu confiaria mais na projeção de quem está botando dinheiro nela.”

No caso, quem coloca dinheiro é o tal mercado. Naquele ano, os investidores se convenceram de que Lula faria uma gestão prudente na economia. Tanto que apostaram nesse cenário (e ganharam muito dinheiro). Em outras palavras, o dinheiro não veste azul nem rosa (ou vermelho).

Uma onda parecida se formou neste início de governo Bolsonaro. O mercado avalia que o pacote formado por privatizações, reformas e redução da intervenção do Estado vai dar um gás na economia brasileira nos próximos anos.

E não se trata de um mero palpite ou pensamento positivo. “Acreditar”, na língua da Faria Lima, significa colocar dinheiro.

Outra característica típica do mercado é se antecipar aos acontecimentos. Promessa para os investidores não é dívida, e sim lucro.

O comportamento das ações das empresas estatais na bolsa reflete bem essa máxima. Quer saber o quanto as companhias controladas pelo governo se valorizaram só em janeiro? Então eu recomendo a leitura desta reportagem da Bruna Furlani.

Sem você eu não sou nada

A alta da bolsa em janeiro foi apenas um aperitivo para o que vem por aí. Pelo menos essa é a expectativa de grandes investidores ouvidos em um levantamento feito pela XP Investimentos. Mas, para que essa lua-de-mel consiga evoluir para um relacionamento forte e duradouro, uma condição é fundamental: a reforma da Previdência, é claro. Se a proposta aprovada no Congresso for ainda mais abrangente do que a proposta pelo governo Temer, o Ibovespa pode testar voos bem mais altos. Mas se a reforma não sair… Bem, saiba tudo sobre as projeções do mercado nesta reportagem.

Congresso em foco

As atenções hoje estão voltadas para o Congresso, onde acontece hoje a escolha dos presidentes da Câmara e do Senado. Na Câmara tudo parece encaminhado para a eleiçao de Rodrigo Maia. Agora no Senado o jogo está aberto - inclusive há dúvidas de que a votação termine nesta sexta. Mas uma coisa é certa: independentemente de quem ganhar, a reforma da Previdência tem tudo para ser pautada e votada pelo Congresso. O Eduardo Campos explica por que nesta entrevista com o cientista político e sócio da Arko Advice, Lucas de Aragão.

Dia 32 de Bolsonaro - Uma casa e seus presidentes

O presidente Jair Bolsonaro segue em São Paulo e seu porta-voz apresentou um resumo do primeiro mês de governo. Mas Bolsonaro e demais assuntos estão em segundo plano neste 1º de fevereiro. O foco está na... (leia mais)

A bolsa e o seu bolso

Sabe aquele ditado que diz “em time que está ganhando não se mexe”? Pois é, esqueça dele na hora de planejar os seus investimentos. Tivemos um mês de janeiro absurdamente positivo no mercado brasileiro, isso é fato, mas o clima na bolsa está sempre sujeito a chuvas trovoadas. Afinal, não é à toa que se chama renda variável. Para o nosso colunista Felipe Miranda, o otimismo está mantido, mas é preciso uma boa dose de prudência mesmo nos momentos de euforia. Entenda o que ele quis dizer com isso.

Sextou com recorde…

Tudo caminhava para ser uma sexta-feira de realização de lucros na bolsa. Ou em português mais claro: um dia para colocar o lucro no bolso. Mas nos últimos negócios do dia, o Ibovespa encontrou forças para fechar em um novo patamar recorde. Agora faltam apenas 2.139 pontos para os 100 mil… Na nossa cobertura de mercados você confere todos os detalhes do primeiro pregão de fevereiro.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
"Acordo muito bom"

Trump sinaliza otimismo com a China ao dizer que Estados Unidos estão “muito próximos” de um acordo comercial

Em pronunciamento presidente norte-americano voltou a dizer que gosta de tarifas e que os EUA ganharam bilhões de dólares da China por causa delas

Caso Coaf

Investigação sobre Queiroz vai para grupo de combate à corrupção do Ministério Público

Na prática, a mudança na condução do processo indica um aprofundamento nas apurações

Para colocar fim à crise

Bolsonaro decide que vai manter Bebianno em seu governo

Ministro foi pivô de uma crise política depois de ter sido chamado publicamente de mentiroso pelo presidente e seu filho Carlos Bolsonaro

Mudanças no radar

Governo está revendo o Rota 2030, mas não há proposta alternativa, diz secretário

Projeto começou a ser discutido pelo governo Temer com representantes do setor automotivo em 2017 e foi aprovado no fim do ano passado

Bilhões e mais bilhões

Lucro dos grandes bancos passa dos R$ 73 bilhões em 2018 e supera gasto com calotes

No ano passado, o lucro líquido consolidado de Banco do Brasil, Itaú Unibanco, Bradesco e Santander Brasil subiu 12,77% em relação a 2017

Caso Bebianno volta a assombrar

Para Alcolumbre, tensão política no governo não deve atrapalhar o andamento da reforma da Previdência

Crise entre Bolsonaro e Gustavo Bebianno ocorre no momento em que o Planalto tenta manter coesão para as negociações da reforma no Congresso

Depois do pente fino

Impacto fiscal da reforma da Previdência deve recuar em até R$ 600 bilhões no Congresso

Previsão é de Christopher Garman, diretor da consultoria de risco político Eurasia. Para ele, negociações devem limitar o projeto

Nova gestão

Grupo Heineken no Brasil terá, pela primeira vez, um brasileiro no comando

Mauricio Giamellaro começou na empresa há cerca de sete anos, e desde então havia atuado como vice-presidente de vendas e distribuição.

medidas antidumping

China confirma tarifas de até 32,4% ao frango brasileiro, mas isenta 14 empresas

De acordo com anúncio do Ministério do Comércio local, os importadores do frango brasileiro deverão pagar tarifas de 17,8% a 32,4% a partir do próximo domingo, 17

Por valor não reconhecido

Usiminas diz que continuará com trâmites judiciais sobre dívida da Eletrobras

Empresa conseguiu reverter a inclusão do ICMS na base de cálculo do PIS e da Cofins, cobranças que foram questionadas pela empresa na Justiça

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu