Menu
2019-11-28T18:03:06-03:00
Encerrando o dia

Petróleo fecha em alta, em meio à baixa liquidez e com tensões comerciais no foco

Contrato WTI para janeiro operava a US$ 58,24 o barril enquanto o Brent para fevereiro avançou 0,41%, a US$ 63,27 o barril

28 de novembro de 2019
18:03
Tanques de petróleo
Imagem: Shutterstock

Após oscilar entre altas e baixas durante a manhã, o petróleo fechou com ganhos nesta quinta-feira, em dia de baixa liquidez no mercado internacional, com as praças dos Estados Unidos fechadas devido ao feriado de Ação de Graças, e em meio às tensões entre Washington e Pequim sobre a situação em Hong Kong.

O contrato WTI para janeiro operava a US$ 58,24 o barril, no pregão eletrônico da New York Mercantile Exchange (Nymex), às 17h05 (de Brasília), uma alta de 0,22% em relação ao fechamento de ontem. Já o Brent para fevereiro avançou 0,41%, a US$ 63,27 o barril, na Intercontinental Exchange (ICE).

Pela manhã, o governo chinês ameaçou retaliar os EUA, após o presidente americano, Donald Trump, ter sancionado ontem uma lei em apoio aos manifestantes pró-democracia em Hong Kong, que protestam no território semiautônomo desde março.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

O vice-chanceler da China Le Yucheng chamou a legislação de "séria interferência em assuntos internos da China e violação do direito internacional". Já o jornal Global Times relatou que os chineses consideram barrar a entrada de formuladores de lei dos EUA em Hong Kong, Macau e na China continental.

A lei assinada ontem por Trump, que havia sido previamente aprovada pelo Congresso americano, prevê sanções a pessoas acusadas de violar direitos humanos nas manifestações em Hong Kong e uma fiscalização anual das garantias de liberdade no território semiautônomo.

Os analistas Warren Patterson e Wenyu Yao, do ING, analisam que em 2019 os principais impactos para o preço do petróleo vieram da guerra comercial sino-americana e da desaceleração do crescimento global. "Ainda que seja esperado um crescimento da demanda em 2020, isso vai depender de quão rápido a China e os EUA cheguem a uma resolução da guerra comercial em andamento", acrescentam os especialistas, em relatório divulgado hoje.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

PRIVATIZAÇÃO

Privatização da Eletrobras será discutida no 1º semestre, diz Ferreira Júnior

“É a primeira vez que o Brasil vai fazer uma operação desse tamanho, temos que ir com calma”, disse durante palestra na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ).

ESTÁ DE SAÍDA

Oi anuncia saída de Eurico Teles da presidência

A saída ocorre no mesmo dia em que a companhia foi alvo da 69ª fase da Operação Lava Jato e que investiga supostos repasses financeiros que teriam sido realizados pela Oi / Telemar em favor de empresas do grupo Gamecorp/Gol

Oferta de ações

XP vende ação acima da faixa indicativa no IPO e estreia na Nasdaq valendo R$ 62 bilhões

Preço por ação da XP na oferta realizada na bolsa americana foi definido em US$ 27, acima do teto da faixa estipulada, que variava de US$ 22 a US$ 25, segundo a Broadcast/Estadão

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Rodada decisiva no jogo das tarifas

Além dos números da economia e das empresas, entender pelo menos um pouco sobre relações internacionais tornou-se fundamental para os investidores desde o início da guerra comercial entre Estados Unidos e China. A disputa, que está mais para um jogo de cartas do que para uma guerra propriamente dita, é acompanhada com tensão pelo mercado porque […]

Jogo tenso

Com as cartas da guerra comercial ainda na mesa, o Ibovespa e as bolsas globais fecharam em queda

O Ibovespa teve a segunda baixa consecutiva, refletindo o clima de cautela que tomou conta dos ativos globais nesta terça-feira. Lá fora, os mercados ficaram de olho nas movimentações da guerra comercial — e, ao menos por enquanto, não há nada definido entre EUA e China

DE OLHO NO GRÁFICO

Sinal amarelo para o S&P 500 e 16 ações para ficar de olho

Neste vídeo, eu analiso o S&P 500, o Ibovespa e outros indicadores americanos e indica 16 ações brasileiras para ficar de olho. A contagem regressiva para o fechamento de minha Última Imersão a preço de Black Friday está terminando. Garanta aqui o seu acesso

BANCO

Presidente do BB diz que não há nenhuma negociação sobre venda do banco para concorrente

Ele destacou que “é mentira” que o Banco do Brasil esteja negociando seu controle com outro grupo econômico. “Isso nunca passou por nossa cabeça”, disse Novaes

NOVIDADES À VISTA

Marfrig lança marca própria de hambúrgueres vegetais

Além dos investimentos na parte de produtos de origem vegetal, a Marfrig quer trazer mais dinheiro para o caixa da empresa. A empresa confirmou no começo deste mês que fará uma oferta subsequente de ações (follow-on)

Altas e baixas

Gol, Azul, Itaú e Banco do Brasil: os destaques do Ibovespa nesta terça-feira

O setor aéreo liderou as perdas do Ibovespa nesta terça-feira, com as ações da Gol e da Azul fechando em queda. Itaú e Banco do Brasil também caíram

AÇO E ALUMÍNIO

‘Já foi sobretaxado aço e alumínio? Então, não tem o que discutir’, diz Bolsonaro

Trump escreveu no Twitter no último dia 2, sobre a intenção de aumentar tarifas sobre aço e alumínio de Brasil e Argentina, como forma de compensar a desvalorização da moeda desses países

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements