Menu
2019-07-12T09:26:58+00:00
'oposição ajuizada'

Partidos assediam dissidentes pró-reforma

Uma das parlamentares que sofrem pressão é a deputada Tabata Amaral (PDT-SP), tida como potencial candidata à Prefeitura de São Paulo em 2020

12 de julho de 2019
9:26
img20190327190514279MED
Dep. Tabata Amaral (PDT - SP) - Imagem: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Partidos de centro passaram a cobiçar parlamentares de legendas da oposição ameaçados de expulsão por votar a favor da reforma da Previdência na Câmara. O PSD e o Cidadania, por exemplo, de olho na situação, já sinalizam nos bastidores que as portas estão abertas ao ingresso de novos deputados. Os alvos do assédio foram batizados pela base governista de "oposição ajuizada".

Ao todo, 19 parlamentares da oposição votaram a favor da reforma - 11 do PSB e 8 do PDT. Uma das parlamentares que sofrem pressão é a deputada Tabata Amaral (PDT-SP), tida como potencial candidata à Prefeitura de São Paulo em 2020. O ex-deputado e ex-ministro da Cultura Roberto Freire, presidente nacional do Cidadania, usou as redes sociais para divulgar um convite de ingresso a Tabata. "Se oportunidade houver, vamos lutar, pois a deputada Tabata Amaral é uma grata revelação política", disse Freire.

O assédio ocorre porque, conforme jurisprudência no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o parlamentar eventualmente expulso não perde o mandato. Neste caso, o partido não poderia requerer a vaga alegando infidelidade partidária. A votação do impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff (PT), por exemplo, levou à expulsão de parlamentares do PDT, mas o TSE entendeu que eles não perderiam o mandato, entre eles o deputado Giovani Cherini (RS), hoje no PL.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Na lista de dissidentes do PSB, o presidente da Comissão de Meio Ambiente na Câmara, Rodrigo Agostinho (SP), confirmou o assédio, mas disse que prefere não revelar as legendas por ter esperança de se manter no atual partido. "Fui procurado por diversos partidos, mas não quero discutir isso ainda. Estou contente no PSB e tenho sido prestigiado", afirmou Agostinho. "Meu voto é por convicção, mas estou consciente de que vai ter consequências."

A bancada do PSB na Câmara decidiu que todos os 32 parlamentares da sigla deveriam votar contra a proposta de Previdência - "fechar questão", no jargão da Câmara. Nesta quinta-feira, 11, a direção nacional do partido abriu processo disciplinar contra os 11 que contrariaram a orientação. A punição, porém, ainda será definida e pode ficar apenas em advertências.

Por causa de divergências, deputados da legenda e de outros partidos dão como certo que haverá defecções no PSB. Eles lembraram que, há dois anos, a atual direção do PSB realizou um expurgo de deputados que eram contra a investigação do ex-presidente Michel Temer, denunciado pelo ex-procurador-geral Rodrigo Janot no caso JBS. Naquela ocasião, a maior parte dos deputados que votou para barrar as denúncias contra Temer teve de responder no conselho de ética e migrou para o DEM.

Eleições

Por causa da pressão, deputados que desejam concorrer a prefeituras no ano que vem mudaram votos para não contrariar o partido e correr o risco de não receber recursos de fundos públicos para a campanha - o fundo eleitoral e o Fundo Partidário. Entre os nomes, estão Aliel Machado (PSB-PR), que deseja concorrer em Ponta Grossa; Cassio Andrade (PSB-PA), de olho na prefeitura de Belém; JHC (PSB-AL), que almeja se eleger em Maceió; e Luciano Ducci (PSB-PR), que quer concorrer em Curitiba.

Já partidos como PRB e PSD, que fecharam questão a favor da reforma, disseram que a posição foi simbólica e não haverá punição a quem desobedeceu à orientação. No PRB, dois deputados foram contra a reforma - Aline Gurgel (AP) e Hugo Motta (PB) - por causa de alianças políticas regionais. No PSD, também foram duas as dissidências - Expedito Netto (RO) e Wladimir Garotinho (RJ). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

xi...

Boeing faz provisão de US$ 4,9 bilhões por conta da crise do 737 Max

Companhia americana enfrenta uma das piores crises de sua história após quedas de aeronaves na Etiópia e na Indonésia

a bula do mercado

Ativos preparam-se para encerrar semana no azul

Confusão sobre fala de presidente do Fed de NY pode induzir a ajustes

Na expectativa

Modelo de capitalização da Eletrobras será apresentado até agosto

Decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) definiu que a privatização de holdings, caso da Eletrobras, precisa passar pelo Congresso

Temporada de balanços

O que esperar para o lucro dos grandes bancos no segundo trimestre?

O resultado combinado de Banco do Brasil, Itaú Unibanco, Bradesco ou Santander Brasil deve atingir R$ 20,9 bilhões no segundo trimestre, um avanço de 17,6%. Parece um filme repetido, mas a história pode reservar surpresas. Saiba o que esperar dos balanços

Vem que vem!

Banco N26, o “Nubank alemão”, levanta mais US$ 170 mi e diz que o seu próximo destino pode ser o Brasil

Com isso, ele elevou o seu valor de mercado para US$ 3,5 milhões e passou a figurar entre as startups europeias mais valiosas e entre as dez principais fintechs do mundo

De volta para o dono

Lava Jato recupera mais R$ 67 mi no exterior

Os valores foram transferidos para contas judiciais vinculadas ao processo e integram os mais de R$ 13 bilhões que são alvo de recuperação pela Lava Jato ao longo de cinco anos de operação, destaca a Procuradoria

Seu Dinheiro na sua noite

O herói improvável

As histórias que mexeram com o Seu Dinheiro hoje

De olho nos valores

Preço médio dos imóveis residenciais sobe 0,36% em junho em dez capitais

A pesquisa mostrou que, no mês, todas as dez capitais pesquisadas tiveram alta nos preços médios: Brasília (0,04%), Fortaleza (0,06%), Salvador (0,08%), Porto Alegre (0,16%), Rio de Janeiro (0,18%), Belo Horizonte (0,19%), Curitiba (0,19%), Goiânia (0,22%), Recife (0,38%) e São Paulo (0,68%)

DE OLHO NO GRÁFICO

Bitcoin em nova alta e S&P no sinal amarelo

Fausto Botelho está estupidamente otimista com o bitcoin, que pode ter uma nova onda de valorização. Já o S&P, principal índice americano, pode trazer um terremoto para o resto do mundo

De olho nos próximos recebidos

Preparação de atendimento pela Caixa contribuiu para adiamento de saque do FGTS

Em 2017, para que 25,9 milhões de trabalhadores retirassem R$ 44 bilhões das contas inativas (de contratos anteriores) do FGTS, a Caixa preparou um esquema de atendimento que previu a abertura das agências mais cedo e nos fins de semana no período, que foi de 10 de março a 31 de julho

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements