Menu
2019-05-09T14:03:36+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Uma vez já deu

Para secretário da Previdência, após participação inicial, Guedes não precisará voltar à Comissão Especial da reforma

Rogério Marinho e o ministro da Economia passaram horas na Câmara ontem, fizeram apresentações e responderam questionamentos dos deputados

9 de maio de 2019
14:03
Ministro Paulo Guedes e o secretário Rogério Marinho
Equipe econômica participou de audiência na Comissão Especial - Imagem: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O secretário especial de Trabalho e Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho, avaliou nesta quinta-feira, 9, de forma positiva a audiência de quarta-feira na Comissão Especial da Câmara dos Deputados que analisa a proposta de emenda constitucional (PEC) da reforma da Previdência.

Marinho e o ministro da Economia, Paulo Guedes, fizeram apresentações e responderam questionamentos dos deputados.

Para o secretário, após a participação inicial, Guedes não precisará fazer novas apresentações na Comissão, pois os debates poderão ser conduzidos pelos técnicos do ministério.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

"Ontem, foi uma abertura positiva. Acho que o ministro não precisará mais ir naquele ambiente", disse Marinho, em palestra na abertura do 31º Fórum Nacional, organizado pelo economista Raul Velloso, no Rio.

Na palestra, Marinho voltou a defender a reforma da Previdência. O secretário reafirmou que as mudanças preservarão os mais pobres, que serão os mais beneficiados pela "higidez fiscal", e alertou que, caso a reforma não seja aprovada, os investimentos públicos poderão chegar a zero em 2022 e "vamos ter sérias dificuldades a partir do segundo semestre".

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

GIGANTE DE COSMÉTICOS

Natura e Avon: Veja 9 curiosidades sobre as empresas (agora ‘juntas e shallow now’)

Com a união de Natura e Avon, as empresas formarão 4º maior grupo de beleza do mundo. Confira 10 curiosidades sobre as companhias

saiu nova projeção

Ipea eleva previsão de IPCA em 2019 de 3,85% para 4,08%

Na comparação com a estimativa anterior, o novo cenário projetado prevê uma piora na inflação de alimentos e monitorados; nova projeção ainda está abaixo da meta oficial do IPCA, de 4,5%

De volta aos cofres da União

Caixa deve devolver R$ 3 bi ao governo

Recursos contribuirão para reduzir a dívida pública. A devolução refere-se ao dinheiro recebido pelos bancos durante o governo petista para reforçar seu capital

Pauta avançou no Congresso

Reforma tributária resultará em bom texto mesmo com mudança em comissão, diz Appy

Segundo Bernard Appy, a proposta de reforma tributária pode elevar em 10% o potencial de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em um período de dez anos

governo de lado

Senadores já discutem agenda própria

Em almoço realizado nesta quarta-feira, 22, na residência oficial do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), líderes de bancadas avaliaram que o governo está “sem rumo”

Mais mercado, menos bancos

Crédito total no país é de R$ 9,5 trilhões ou 138% do PIB e governo fica com quase metade disso

Banco Central passa a apresentar dados sobre o crédito ampliado, que além das operações feitas no sistema financeiro, agrega títulos públicos, privados e operações externas

Blog da Angela

Se o risco é alto e a articulação deve ser perfeita, entregue-se ao inimigo…

A Nova Previdência será um passo fundamental para o reequilíbrio das contas públicas no médio e no longo prazo. Não é à toa que a reforma da Previdência é considerada a mãe das reformas estruturais que o Brasil precisa fazer

TUDO QUE VAI MEXER COM SEU DINHEIRO HOJE

Ares agitados: o novo jogo do setor aéreo

Veja os destaques do Seu Dinheiro nesta manhã

Sobe e desce

Ibovespa e dólar ficam perto da estabilidade, ponderando os riscos globais e locais

O Ibovespa e o dólar abriram o dia pressionados, mas já se afastaram do momento de maior tensão e, agora, ficam perto da estabilidade. O exterior negativo e o cenário político local são avaliados pelos agentes financeiros

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements