Menu
2019-04-25T17:28:09+00:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Aprovação no 1º semestre

Onyx sobre Previdência: Na final vamos ganhar, é o que importa

Ministro da Casa Civil fala em humildade e pede paciência na articulação política pois não há fórmula no Google para acabar com o “toma lá, dá cá”

11 de abril de 2019
11:12 - atualizado às 17:28
onyx-lorenzoni
Onyx Lorenzoni - Imagem: Antonio Cruz/Agência Brasil

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, usou metáforas futebolistas para tratar de erros e acertos do governo nos seus 100 primeiros dias. Sobre uma estimativa de votos para aprovação da reforma da Previdência, o ministro não disse que se entra em campo preocupado em ganhar ou empatar os primeiros jogos, pois “na final vamos ganhar, é o que importa”.

Além disso, Onyx acredita que conquista essa “taça”, “seguramente”, no primeiro semestre do ano, fazendo o Brasil entrar em um “portal de prosperidade”.

Em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, perguntei ao ministro, mantendo sua linha futebolística, se ele tinha combinado essa final com os russos (Congresso).

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Anteriormente, Onyx já tinha falado em humildade para reconhecer erros e paciência, pois não há fórmula no “Google” para governar sem o “toma lá, dá cá”. Perguntei também o que entra no lugar do presidencialismo de coalizão e como o governo vai construir maiorias.

Segundo Onyx, essa fórmula não existe e o que está sendo feito, baseado na experiência internacional, com honestidade e decência é a construção de um novo caminho. “Estamos aprendendo a construir”, disse.

Ainda de acordo com Onyx, Executivo e Legislativo precisam se reinventar, pois a sociedade mandou um sinal claro de que não quer mais o “toma lá, dá cá” ao eleger “o mais improvável dos candidatos”, o que “mais compreendeu o recado das ruas”.

“Sabemos que devemos a essas pessoas a vitória nessa eleição e tentamos aqui cumprir com o que eles nos sinalizaram”, disse Onyx.

Para Onyx, há uma adaptação a um novo momento, há uma transição que tem que ser “do bem e está sendo do bem”, pois, segundo o ministro, os líderes partidários que estiveram com Bolsonaro “foram unânimes em dizer que não queriam cargos”.

“Vamos nos adaptar ao novo modelo, o Brasil precisava mudar. Temos um novo momento e todos nós estamos tentando, com a maior paciência encontrar os caminhos para que os parlamentares se sintam respeitados, valorizados e partícipes desse momento de transformação do Brasil”, afirmou.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Seu Dinheiro na sua noite

A vida depois da reforma da Previdência

Por 60 votos a 19, o Senado aprovou na noite de hoje o texto-base da reforma da Previdência em segundo turno. Confesso que em alguns momentos ao longo dessa longa jornada cheguei a duvidar desse resultado. De Lula a Bolsonaro, o projeto atravessou governos de todos os espectros ideológicos. A definição da idade mínima para […]

Tá quase acabando

Senado aprova reforma da Previdência por 60 votos a 19

Votado o texto principal, senadores avaliaram dois dos quatro destaques apresentados. Votação será retomada na quarta-feira

Menos de um mês de operação

Aérea ultra low cost Flybondi aumenta número de voos para Florianópolis e Rio

Adepta do modelo de negócios ultra low cost, a empresa realizou seu voo inaugural ao País, na rota Buenos Aires-Rio, em 11 de outubro

Água no chope

Doria diz que não apoiará Joice Hasselmann para a prefeitura de SP: “meu candidato é Bruno Covas”

Governador paulista se esquivou em relação às discussões sobre 2022. Para o tucano, “não é hora de debater eleição”

Último gás

Alcolumbre inicia ordem do dia no Senado que inclui votação da reforma da Previdência

Essa é a última etapa antes da promulgação da reforma, oito meses após a chegada do texto ao Congresso Nacional

Dinheiro na mão

CMO aprova projeto de lei que abre crédito para União pagar cessão onerosa à Petrobras

Projeto define em R$ 34,6 bilhões os valores relativos ao pagamento da Petrobras

E a crise continua

Ex-líder do PSL, delegado Waldir diz que Bolsonaro é covarde e se dobra a generais em reforma da Previdência dos militares

Praças estão revoltados com as mudanças porque há a previsão de um reajuste maior para as patentes mais altas

Mudanças no radar

Governo apresentará 3 propostas do pacto federativo no dia 29, diz líder do governo no Senado

A expectativa do senador Fernando Bezerra Coelho é que as três medidas sejam aprovadas no Senado ainda em 2019

De futebol a basquete

Os 10 maiores bilionários norte-americanos que possuem seu próprio clube esportivo

O dinheiro pode comprar muitas coisas, incluindo uma equipe inteira. Confira a lista dos mais ricos e aficionados por esportes

o esperado dia

Reforma da Previdência tem 99% de chance de ser aprovada como está, diz relator do projeto

Tasso Jereissati falou após aprovação por votação simbólica do projeto na CCJ do Senado; ele disse que espera texto em segundo turno na Casa ainda hoje

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements