Menu
2019-04-04T09:42:54+00:00
Mudanças na Previdência

Onyx prevê articulação ajustada para a reforma 15 dias após o carnaval

Expectativa do ministro-chefe da Casa Civil é conseguir a aprovação na Câmara até o recesso e acelerar o processo no Senado

25 de fevereiro de 2019
11:27 - atualizado às 9:42
Onyx Lorenzoni
Onyx Lorenzoni - Imagem: Fábio Motta/Estadão Contéudo

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse, em entrevista ao jornal Valor Econômico, ter certeza que, 15 dias após o carnaval estará com a relação harmoniosa, ajustada, sem nenhum problema para avançar na tramitação da reforma previdenciária. Segundo ele, a aprovação de uma modificação constitucional precisa de três coisas: paciência, tempo e diálogo.

A expectativa de Onyx é conseguir aprovar na Câmara até o recesso. Se isso acontecer, acredita que no Senado será mais rápido. O ministro disse que o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), fará uma subcomissão de acompanhamento, e que "aquilo" que for aprovado na Câmara será acompanhado pelos senadores.

O governo vem conversando com lideranças e recebendo deputados na Casa Civil, pela reforma da Previdência. "Já na próxima semana, as três lideranças estarão definidas, vão estar operacionais, trabalhando, recebendo, fazendo a interlocução", afirmou Onyx. Conforme ele, a equipe do governo terá um conjunto formado por ex-deputados e ex-senadores para fazer esse diálogo com bancadas.

Para o ministro, a chegada do projeto anticrime no Congresso ao mesmo tempo que a reforma da Previdência não deve atrapalhar a evolução dessa última. "Cada um tem seu ritmo. Cada um é de uma área. Estamos falando de mundos diferentes", disse. De acordo com Onyx, a pauta anticrime - são três projetos - passará por várias comissões. "O ministro da Sergio Moro Justiça tem consciência que vai ter resultado disso no fim do ano, início do ano que vem."

Ainda sobre o projeto anticrime, afirmou que no mês que vem o governo implantará unidades de integridade e combate à corrupção.

Segundo Onyx, a ideia é fazer uma experiência piloto nos ministérios da Saúde e da Agricultura. "Vamos ser a partir de março, o primeiro país, abaixo do México até a Patagônia, que vai ter núcleos de integridade e de combate à corrupção dentro de pastas ministeriais", afirmou.

Ele acrescentou tratar-se de um trabalho de longo prazo, que ajudará o governo cumprir o que prometera. "A partir daí, com o banco de talentos a articulação com Câmara e Senado só tende a crescer", completou.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Mais perto do que se imagina

Sem reformas, País deve violar “regra de ouro” em 2020 e ter recessão, diz OCDE

Organização acredita que não aprovação das reformas resultaria em custos de financiamento mais altos e consequentemente um crescimento mais baixo

A volta da esquerda?

Quatro a cada 10 norte-americanos apoiam o socialismo, diz pesquisa

Levantamento da Gallup mostra que 43% das pessoas acreditam que o socialismo é algo bom para o País, enquanto para 51% ainda é algo ruim; números contrastam com pesquisa de 70 anos atrás

Fraudes em fundos de pensão

Justiça ratifica denúncia de Operação Rizoma contra desvios no Postalis e Serpros

Entre os acusados estão o empresário Milton Lyra, o “operador do MDB”, o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, e o empresário Arthur Mario Pinheiro Machado

Blog da Angela

Grandes fundos emprestaram uma bolada de dinheiro para o governo. Por que isso é ruim?

Patrimônio de fundos sob gestão dos maiores administradores do país está comprometido em 80% com títulos públicos; ações respondem por 3,5% e aplicações no exterior por 0,5% do total

Bateu o pé

Presidente da Comissão Especial reafirma calendário da reforma da Previdência e diz que relatório sai até dia 15

Prazo para apresentação de emendas, que encerraria nesta quinta-feira, 23, deve ser adiado para o dia 30

De olho no gráfico

É hora de comprar Ambev, BB, Petrobras e outras blue chips da Bolsa?

Coluna traz vídeos sobre análise gráfica e dicas de investimentos. Terças e quartas o tema é o mercado de ações. Quinta-feira é a vez das criptomoedas

Aliança ambiciosa

EDP e Engie assinam memorando para criação de joint venture no setor eólico

Em nota, a EDP informa que as duas empresas combinarão seus ativos eólicos offshore e os projetos em desenvolvimento na recém-criada joint venture, que deve estar em operação até o fim de 2019

Câmbio

BC rola mais US$ 1,25 bilhão em leilão linha com compromisso de recompra

Operações foram anunciadas na sexta-feira. Ontem, rolagem também foi de US$ 1,25 bilhão e ainda teremos mais uma operação amanhã

Nada muda (ufa!)

Fitch reafirma rating do Brasil em “BB-“, com perspectiva estável

Nota do País segue limitada pelas fraquezas nas finanças, perspectivas de crescimento fracas, corrupção e um ambiente político turbulento

menos linhas

Mesmo com reformas, texto da Constituição tem de ser reduzido, diz presidente do STF

Para o ministro Dias Toffoli, se forem aumentados números de dispositivos na Constituição, a possibilidade de judicialização das questões é maior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements