Menu
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Novo escândalo

O tempo fechou para o Facebook nesta sexta-feira

Ações da companhia despencaram na Nasdaq após o anúncio de que 50 milhões de contas ficaram expostas à atuação de hackers

28 de setembro de 2018
16:58
Função afetada no site é aquela que permite aos usuários verem como seus perfis aparecem para outras pessoas - Imagem: Shutterstock

A sexta-feira é de pesadelo para quem investe de ações do Facebook - inclusive aqui no Brasil. A gigante da internet se envolveu outra vez em um escândalo envolvendo segurança cibernética e viu seu papel despencar hoje, 28, no mercado americano.

A crise ocorre porque o Facebook descobriu um problema em sua rede de segurança que afetou quase 50 milhões de contas na última terça-feira e deixou usuários expostos à atuação de hackers. A função afetada no site é aquela que permite aos usuários verem como seus perfis aparecem para outras pessoas.

Foi a notícia começar a rodar pelo mercado que rapidamente as ações da empresa negociadas na Nasdaq despencaram mais de 3%. E o tombo não foi solitário: o Twitter pegou carona na crise e teve queda de 2%.

Estancando a sangria

O vice-presidente de gerenciamento de produto do Facebook, Guy Rosen, tentou acalmar (em vão) os investidores dizendo que a empresa já tomou algumas ações para corrigir o problema e acionou as autoridades americanas. Ele comentou também que todas as informações sobre o caso que forem descobertas pela empresa serão publicadas. Um estanca sangria que, pelo menos no curto prazo, não deve funcionar.

*Com agências de notícias.

Comentários
Leia também
Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu