Menu
2019-01-26T13:39:28+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
REPERCUSSÃO

O que a imprensa internacional está dizendo sobre a tragédia em Brumadinho

Desastre humano e ambiental causado por barragem da Vale que rompeu é acompanhado de perto pela mídia estrangeira

26 de janeiro de 2019
13:39

A tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais, vem sendo acompanhada de perto pela imprensa europeia. Além de fazer reportagem sobre o tema, a rede de televisão britânica BBC tem atualizado as informações sobre o Brasil em texto corrido na parte de baixo da televisão, enquanto trata de outros assuntos no noticiário.

Em seu site, o colapso da barragem também está bem detalhado, acompanhado da informação de que há pouca esperança de encontrar as centenas de pessoas desaparecidas no Brasil. A BBC informa também que o episódio ocorreu na propriedade da maior mineradora do País, a Vale.

O jornal britânico de economia Financial Times também escolheu mencionar o caso em sua página principal na internet.

O periódico recordou que, em novembro de 2015, a companhia também esteve envolvida em outra calamidade: 19 pessoas foram mortas quando barragens que continham resíduos na mina de minério de ferro se romperam, submergindo a cidade local de Mariana e lançando milhões de toneladas de lama nos rios.

"As barragens de rejeitos são usadas para armazenar resíduos das minas, e a que quebrou na área de Brumadinho no último desastre da barragem do Vale estava ociosa."

O também britânico The Guardian traz a história como a sua principal reportagem na versão online e publicou uma foto com o lamaçal que encobriu a região.

"As chances de encontrar sobreviventes são 'mínimas' depois que as barragens de rejeitos de minério de ferro se romperam." Um vídeo também acompanha o texto, que informa que o presidente Jair Bolsonaro visitou Minas Gerais e sobrevoou ontem a área do desastre.

Na França, o jornal Le Monde também traz a informação na homepage, mas com menos destaque. A reportagem também comenta sobre a pequena probabilidade de se encontrarem mais sobreviventes e lembrou do drama similar ocorrido em 2015 no mesmo Estado.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Le Figaro, por sua vez, optou por dar bastante ênfase às imagens e ressalta que as autoridades brasileiras temem um registro "muito pior" do que os nove mortos e cerca de 300 desaparecidos registrados até agora.

Na Alemanha, o Bild também tem atualizado o seu noticiário sobre a tragédia brasileira com frequência.

A última informação foi disponível às 15h30 local (12h30 de Brasília), citando atualizações de números de mortos e expectativas de sobreviventes e lembra que a calamidade de ontem faz voltar a memória o desastre da lama tóxica em Mariana, há pouco mais de dois anos, também em Minas Gerais.

"Mais uma vez, atingiu a região de mineração do sul do Brasil. Entre as pessoas desaparecidas, estão muitos trabalhadores da empresa Vale."

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

De olho nos valores

Preço médio dos imóveis residenciais sobe 0,36% em junho em dez capitais

A pesquisa mostrou que, no mês, todas as dez capitais pesquisadas tiveram alta nos preços médios: Brasília (0,04%), Fortaleza (0,06%), Salvador (0,08%), Porto Alegre (0,16%), Rio de Janeiro (0,18%), Belo Horizonte (0,19%), Curitiba (0,19%), Goiânia (0,22%), Recife (0,38%) e São Paulo (0,68%)

DE OLHO NO GRÁFICO

Bitcoin em nova alta e S&P no sinal amarelo

Fausto Botelho está estupidamente otimista com o bitcoin, que pode ter uma nova onda de valorização. Já o S&P, principal índice americano, pode trazer um terremoto para o resto do mundo

De olho nos próximos recebidos

Preparação de atendimento pela Caixa contribuiu para adiamento de saque do FGTS

Em 2017, para que 25,9 milhões de trabalhadores retirassem R$ 44 bilhões das contas inativas (de contratos anteriores) do FGTS, a Caixa preparou um esquema de atendimento que previu a abertura das agências mais cedo e nos fins de semana no período, que foi de 10 de março a 31 de julho

Entenda o caso

Depois de fixar o preço dos papéis em R$ 1,10 no follow-on, ações da Tecnisa despencam mais de 9%

O mais provável é que a queda vertiginosa esteja associada ao fato de que o papel esteja se ajustando ao preço estipulado na oferta de ações

A hora é agora

Como consultar o seu saldo do FGTS

Medida que injeta até R$ 30 bilhões na economia deve ser anunciada na próxima semana. Saiba como consultar o seu saldo do FGTS

Novidades na prateleira

RCI Brasil, das montadoras Renault e Nissan, passa a oferecer CDB com liquidez diária e rentabilidade de 102% do CDI

A desvantagem é que o valor inicial de aplicação do investimento é um pouco alto. No caso do Banco Sofisa, por exemplo, o valor inicial de aplicação é de R$ 1. Já no Inter e no C6 Bank, a aplicação inicial é de R$ 100

Aos números

Economia com reforma da Previdência após 1º turno fica em R$ 914,3 bilhões

Impacto fiscal ao longo de 10 anos sobe a R$ 933,5 bilhões, considerando aumento CSLL sobre os bancos. MP de fraudes pode render outros R$ 200 bilhões

alteração na agenda

Anúncio sobre FGTS fica para a próxima semana, diz Onyx

Segundo o ministro, as equipes técnicas do Ministério da Economia ainda trabalham em cima dos ajustes necessários

dinheiro na mão

Economistas recomendam sacar recursos do fundo

Aprovada a medida do governo para o saque das contas do FGTS, a orientação dos especialistas é para que os trabalhadores quitem débitos ou invistam

controvérsia

Setor de construção critica liberação de saques do FGTS

Recursos para o trabalhador devem diminuir o total disponível para a construção, o que pode aumentar o déficit habitacional do País, diz vice-presidente de sindicato

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements