Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-04-16T15:21:24+00:00
Seu Dinheiro na sua noite

O Pi da questão

Santander lança plataforma de investimentos em dia de queda no Ibovespa, que sofreu com os tropeços da economia chinesas

14 de março de 2019
19:07 - atualizado às 15:21
O Melhor do Seu Dinheiro
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

O que você fez hoje, dia 14 de março? Se for um apreciador da matemática, poderia estar na comemoração do dia do Pi, aquele número escrito em letra grega (π) que aprendemos nas aulas de geometria.

A data na forma americana (3/14) foi escolhida por coincidir com a representação do número matemático (aproximadamente 3,14). Por alguma conjunção do destino, o dia também é o mesmo do nascimento de Albert Einstein.

Então não foi por acaso que o Santander escolheu esta quinta-feira para lançar oficialmente a sua plataforma de investimentos, batizada justamente de Pi.

Trata-se de um contra-ataque (meio tardio, é verdade) ao avanço das corretoras como a XP Investimentos, que levaram um pedaço importante dos recursos que antigamente ficavam aplicados integralmente nos bancões.

Ainda assim, a Pi acredita que pode trazer inovações para esse mercado. A plataforma criou um sistema de pontos parecido com o de milhagem de cartões de crédito e empresas aéreas, que vai reverter em dinheiro para o cliente uma parcela da remuneração que seria destinada ao agente autônomo.

Mas a grande novidade da plataforma do Santander é o acesso que pretende dar ao pequeno investidor de varejo a carteiras montadas por gestores responsáveis por cuidar do patrimônio de multimilionários. Eu estive hoje na entrevista coletiva de lançamento e conto pra você o que a plataforma pretende oferecer.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

A China breca os 100 mil

Não foi hoje que o Ibovespa chegou aos 100 mil pontos. Com os avanços recentes em torno da reforma da Previdência devidamente incluídos nos preços, a responsabilidade de levar a bolsa brasileira para a marca histórica estava no exterior. O problema é que as notícias não ajudaram nada: da China tropeçando na produção industrial ao Brexit cada vez mais confuso, os investidores entraram no modo defesa, empurrando a bolsa para baixo. Leia mais sobre o dia nos mercados.

No chão

Depois de vários países e companhias aéreas vetarem o uso do 737 MAX 8 e 9, a Boeing finalmente decidiu tomar uma providência com relação aos modelos de aeronaves que estiveram envolvidas em dois acidentes em um intervalo de poucos meses. Segundo a fabricante, apesar de sua confiança, toda a frota dos MAX ficará suspensa por precaução.

No alto

Enquanto negocia a compra de ativos da combalida Avianca no país, a Azul deu mais um motivo para animar os investidores: o balanço anual. O lucro da empresa aérea voou por cima das expectativas de analistas e atingiu R$ 704 milhões. E como a companhia conseguiu esse feito em um ano tão difícil como 2018? Pois é, parte da fórmula está em uma simples troca de aeronaves, como a Bruna Furlani conta nesta matéria.

Acabou a mamata?

Decidi ressuscitar uma das frases de efeito que Bolsonaro usou nas eleições para falar sobre o fim dos incentivos fiscais da Petrobras e da BRF no Rio de Janeiro. Em nota, o governo estadual diz que a cassação dos benefícios seria "resultado de um levantamento que está sendo executado pela Secretaria de Estado de Fazenda em todos os incentivos em vigor". A BRF, inclusive, terá que desembolsar uns bons milhões para quitar impostos devidos. Você fica sabendo de todos os detalhes aqui no Seu Dinheiro.

Substituindo o colchão

Você guarda dinheiro em casa, embaixo do colchão? Essa prática, muito comum em tempos passados, está completamente ultrapassada hoje em dia, mas o conceito por trás dela não. É sempre importante você ter uma reserva de emergência de fácil acesso, bem “líquida” como gostam de falar os engravatados da Faria Lima. A nossa colunista Angela Bittencourt escreveu para você este texto sobre a importância de sempre ter um dinheiro na mão.

Dia 72 - Ciranda na Educação

O presidente Jair Bolsonaro reuniu ministros no seu “Conselho de Governo”, mas parece que terá de tomar alguma ação mais afirmativa com relação às confusões no Ministério da Educação (MEC). Em dois dias, o ministro Ricardo Vélez Rodrígues, trocou duas vezes seus secretário-executivo, isso depois de promover outras mudanças de forma pouco discreta envolvendo ditos alunos de Olavo de Carvalho.

No meio da confusão, aparecem notícias de que... (leia mais)

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Risco de rompimento

Vale realiza obras para conter lama da barragem de Cocais

Deslizamento na mina de Gongo Soco pode provocar abalo sísmico suficiente para provocar o rompimento da barragem

Negociações

Samuel Moreira quer apresentar relatório sobre reforma da Previdência em 15 dias

Rodrigo Maia sinalizou ao governo que vai encampar a proposta final do relator

Não é só na Educação...

Bloqueio de verba foi superior a 40% em 300 projetos

O governo federal congelou todo o Orçamento previsto neste ano para políticas em áreas sensíveis; cerca de 140 projetos estão com 100% dos recursos bloqueados, a maioria na área de infraestrutura

Seu Dinheiro no Domingo

A semana do tsunami

Semana foi pródiga em eventos com elevado poder de destruição e terminou com uma enigmática mensagem distribuída por Bolsonaro

Relações exteriores

Governo vê pouca chance de entrada do Brasil na OCDE

No encontro da OCDE de maio, os representantes dos EUA informaram que não “tinham instrução” sobre a chegada de novos membros

Dois anos de Joesley Day

Os bastidores da relação dos donos da JBS com o poder

No livro “Why not”, a jornalista Raquel Landim fala sobre a trajetória da gigante das carnes

Caso Queiroz

Justiça determina acesso a notas fiscais de Flávio Bolsonaro

Medida consiste em ampliação de quebra de sigilo bancário; Receita terá que encaminhar ao MP do Rio as notas de bens e serviços adquiridos pelo senador entre 2007 e 2008

Para além da lagosta e do vinho

Em cenário de cortes, STF prevê mais gastos

Entre os gastos previstos, estimados em R$ 29,5 milhões, estão a compra de veículos blindados, a troca de aparelho de telefone fixo, a reforma no gabinete da presidência do tribunal, além de refeições com lagosta e vinho

Congresso

‘Não haverá nova proposta da Previdência’, diz líder do governo na Câmara

Após conversa com o relator da reforma na Comissão Especial, Samuel Moreira, Major Vitor Hugo disse não acreditar que os deputados enviem uma proposta própria, mas sim um substitutivo para facilitar mudanças no texto atual

QUE BOLSA É ESSA?

O gigante Itaú, definitivamente, não está adormecido

O retorno sobre patrimônio líquido anualizado (ROE, da sigla em inglês) ficou em 23,6% – nada mau para um gigante que vem sendo atacado por todos os lados… Mas boa parte das fintechs moderninhas ainda não gera resultado, quanto mais caixa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu