Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
2019-07-29T09:49:49+00:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

O lado negro da queda dos juros

Veja os destaques do Seu Dinheiro nesta manhã

29 de julho de 2019
9:49
O Melhor do Seu Dinheiro
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Quando os bancos centrais sacam o seu arsenal de remédios de estímulo à economia, os mercados fazem a festa. É o que está acontecendo agora nas bolsas americanas e também no Brasil. A linha de raciocínio é simples: uma economia fraca leva ao corte de juro, que gera um estímulo econômico e traz a alta no PIB. E, consequentemente, maiores lucros corporativos e a valorização das ações.

O mestre Howard Marks, da Oaktree, que tem mais de US$ 120 bilhões sob gestão, lembra que nem sempre a redução do juro é uma boa notícia. Ele compara à aplicação de uma injeção pelo médico - o remédio só é necessário porque o paciente está doente.

O ponto de Marks é que os investidores não podem ignorar que o corte de juros é uma tentativa de um banco central de estimular uma economia que ele entende que está cambaleante para tentar evitar uma recessão.

Há fatores psicológicos que fazem o mercado enxergar o copo pela metade como meio cheio ou meio vazio. O Eduardo Campos mergulhou no dilema de Marks e dos bancos centrais e traz uma análise sobre quando a queda do juro é boa e quando ela é ruim.

Acho importante você ficar ligado nesse tema, que concentra as atenções do mercados nesta semana.

A Bula da Semana: o esperado alívio monetário

mercado começa a semana na expectativa pelas decisões de quarta-feira dos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos sobre as taxas de juros. No Brasil, espera-se um corte de pelo menos 0,25 ponto percentual da taxa Selic. Assim como o Fed, o Copom está há meses sob pressão do mercado financeiro para uma diminuição do juro.

A maioria dos economistas espera que a Selic encerre o ano em 5,5%, de acordo com projeções do boletim Focus divulgado nesta manhã. Mas há analistas que esperam taxas ainda menores, como o Bank of America que estima a Selic em 4,75% ao ano ainda em 2019. Desde março de 2018, a Selic está em 6,5%, o menor patamar da história.

Para ter um panorama completo dos principais eventos da semana que vão mexer com a bolsa você pode acessar a edição semanal da Bula do Mercado. É um conteúdo gratuito, exclusivo para os leitores Premium. Para acessar você só precisa se cadastrar aqui e indicar esta newsletter para cinco amigos. O acesso será liberado assim que eles aceitarem o convite.

Na sexta-feira, o Ibovespa encerrou o dia com uma ligeira alta de 0,16%, aos 102.818,93 pontos, mas, na semana, acumulou baixa de 0,61%. O dólar caiu 0,25%, a R$ 3,7725, mas fechou a semana com ganho de 0,71%. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Fique de olho

Atenção, investidor: a temporada de balanços das empresas segue nesta semana. Companhias como Petrobras, Vale, Itaú, Multiplan, Smiles, TIM, CSN, Lojas Renner, BR Distribuidora e Gol divulgam seus resultados do segundo trimestre. A Bruna Furlani preparou um compilado do que os analistas projetam para os principais indicadores dessas empresas. O texto pode ajudar você a entender um pouco mais quem surpreendeu ou decepcionou.

Vende-se shopping

A BRMalls está negociando a venda de sete shoppings para fundo imobiliário administrado pelo BTG Pactual. A empresa deve se desfazer integralmente da participação em Ilha Plaza (RJ), Osasco Plaza (SP), entre outros. O movimento faz parte da estratégia da BRMalls de priorizar shoppings de maior porte e em mercados de grande potencial de consumo. Saiba mais.

O novo rendimento do FGTS

Você deve ter acompanhado as novidades que o governo anunciou na semana passada para o FGTS. Além da liberação do saque de R$ 500 por conta e da invenção do “saque aniversário”, o governo também anunciou mudanças na rentabilidade do fundo. Agora é hora de fazer as contas e ver quanto vai render o seu saldo com a nova regra. Uma simulação publicada no Estadão de hoje aponta que o dinheiro pode trazer um rendimento líquido de 6,2% ao ano, acima de algumas aplicações conservadoras da renda fixa, como a poupança. Melhor deixar o dinheiro por lá mesmo? Não é bem assim…  Saiba mais.

O ‘Exterminador do Futuro’ do luxo

Um último recado: o Seu Dinheiro trouxe neste domingo mais um capítulo da série Rota do Bilhão, que conta a história dos 10 homens mais ricos do mundo. Você já ouviu falar de Bernard Arnault, o controverso barão do luxo, dono de marcas como Louis Vuitton e Dior. O francês transformou uma pequena fabricante de roupas falida em um conglomerado que controla mais de 70 marcas. Demissões, traições e um jeito truculento de negociar o fizeram ganhar o apelido de “Terminator”. Saiba mais.

Agenda

Bancos Centrais 
- Banco Central divulga o Boletim Focus
- BC: Nota de Política Fiscal de junho
- BC: Oferta de R$ 3 bilhões em operações compromissadas

Balanços 
- Após o fechamento Itaú Unibanco divulga balanço

Indicadores 
- FGV divulga Sondagem da Indústria de julho
- MDIC divulga balança comercial semanal
- EUA divulgam índice de produção manufatureira de julho
- EUA: FMI divulga relatório sobre a perspectiva econômica regional da América Latina e do Caribe em Washington
- Suíça: Organização Mundial do Comércio (OMC) publica relatório com estatísticas sobre o comércio global, em Genebra

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Seu Dinheiro na sua noite

A vida depois da reforma da Previdência

Por 60 votos a 19, o Senado aprovou na noite de hoje o texto-base da reforma da Previdência em segundo turno. Confesso que em alguns momentos ao longo dessa longa jornada cheguei a duvidar desse resultado. De Lula a Bolsonaro, o projeto atravessou governos de todos os espectros ideológicos. A definição da idade mínima para […]

Tá quase acabando

Senado aprova reforma da Previdência por 60 votos a 19

Votado o texto principal, senadores avaliaram dois dos quatro destaques apresentados. Votação será retomada na quarta-feira

Menos de um mês de operação

Aérea ultra low cost Flybondi aumenta número de voos para Florianópolis e Rio

Adepta do modelo de negócios ultra low cost, a empresa realizou seu voo inaugural ao País, na rota Buenos Aires-Rio, em 11 de outubro

Água no chope

Doria diz que não apoiará Joice Hasselmann para a prefeitura de SP: “meu candidato é Bruno Covas”

Governador paulista se esquivou em relação às discussões sobre 2022. Para o tucano, “não é hora de debater eleição”

Último gás

Alcolumbre inicia ordem do dia no Senado que inclui votação da reforma da Previdência

Essa é a última etapa antes da promulgação da reforma, oito meses após a chegada do texto ao Congresso Nacional

Dinheiro na mão

CMO aprova projeto de lei que abre crédito para União pagar cessão onerosa à Petrobras

Projeto define em R$ 34,6 bilhões os valores relativos ao pagamento da Petrobras

E a crise continua

Ex-líder do PSL, delegado Waldir diz que Bolsonaro é covarde e se dobra a generais em reforma da Previdência dos militares

Praças estão revoltados com as mudanças porque há a previsão de um reajuste maior para as patentes mais altas

Mudanças no radar

Governo apresentará 3 propostas do pacto federativo no dia 29, diz líder do governo no Senado

A expectativa do senador Fernando Bezerra Coelho é que as três medidas sejam aprovadas no Senado ainda em 2019

De futebol a basquete

Os 10 maiores bilionários norte-americanos que possuem seu próprio clube esportivo

O dinheiro pode comprar muitas coisas, incluindo uma equipe inteira. Confira a lista dos mais ricos e aficionados por esportes

o esperado dia

Reforma da Previdência tem 99% de chance de ser aprovada como está, diz relator do projeto

Tasso Jereissati falou após aprovação por votação simbólica do projeto na CCJ do Senado; ele disse que espera texto em segundo turno na Casa ainda hoje

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements