Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-02-08T19:37:16+00:00
Seu Dinheiro na sua noite

O fantasma sai de cena?

O possível fim da gestão da GWI na Gafisa; a cautela do BC na berlinda e a chantagem contra pelo CEO da Amazon

8 de fevereiro de 2019
19:55 - atualizado às 19:37
O Melhor do Seu Dinheiro
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

No meu trabalho como jornalista de economia, passo parte do dia no telefone ou na rua, em busca de informações para minhas reportagens.

E o clima geral nos bancos, corretoras e gestoras de fundos que visito é de otimismo. Um reflexo, aliás, do que se vê nas cotações da bolsa.

Quando pergunto quais os setores mais promissores em um cenário de aprovação das reformas e recuperação da economia, um dos mais citados é o imobiliário.

Depois de anos de crise e escassez de crédito, tudo indica que a demanda pela casa própria vai reaquecer a partir deste ano. O que tende a favorecer as ações das incorporadoras na bolsa.

Mas quando pergunto em quais empresas investir, um nome aparece riscado de todas as listas: Gafisa.

A empresa foi praticamente proscrita dos portfólios dos grandes investidores desde outubro, quando a gestora de recursos GWI, do investidor Mu Hak You, assumiu o controle.

As ações só se sustentaram na bolsa nesse período porque a nova administração usou o caixa da Gafisa para recomprar os papéis no mercado. Só que essa estratégia agora cobra o seu preço e há sérias dúvidas no mercado sobre a continuidade do negócio.

Aparentemente, o próprio Mu Hak You já se convenceu de que sua investida na Gafisa não tem futuro. A Ana Paula Ragazzi descobriu que o gestor pode sair de cena e negociar sua participação na incorporadora, como ela te mostra nesta reportagem. Recomendo muito a leitura!

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Cadê a ousadia?

Ao manter a taxa básica de juros em 6,5% ao ano nesta semana, o Banco Central reiterou a postura de “cautela, serenidade e perseverança” que norteou o trabalho de Ilan Goldfajn à frente da autoridade monetária. Mas será que o BC não estaria “tranquilão” demais? Os defensores de uma política mais ousada para os juros ganharam um argumento hoje com a divulgação da inflação de janeiro mais uma vez abaixo do esperado. E você, acha que o BC tem espaço para baixar mais os juros? O Eduardo Campos fez uma ótima análise que vai te ajudar a avaliar os dois lados da questão.

Sentado na montanha russa

A sexta-feira prometia ser mais um dia sem rumo para a bolsa. Entre altos e baixos, os investidores passaram o pregão tentando digerir as informações pouco animadoras do exterior, além de tentar entender o real estado de saúde de Bolsonaro. Quando as perguntas são muitas e as respostas são poucas, qualquer sinal diferente é acaba mexendo com o Ibovespa. Mas no fim da partida o principal índice da bolsa voltou a arrancar e fechou em alta de 0,99%. Para saber detalhes do dia de negociações, acesse nossa cobertura de mercados.

É a vez da perna direita

Além das qualidades como economista, o ministro Paulo Guedes tem se revelado um ótimo autor de frases de impacto. Na newsletter de ontem eu te contei sobre as críticas pesadas que ele fez à legislação trabalhista. E hoje, ao participar de um seminário com investidores no Rio de Janeiro, ele soltou uma nova pérola. O ministro aproveitou o clima descontraído para dar outra alfinetada no modelo de Previdência vigente e falou da situação fiscal dos Estados. Leia mais sobre o que disse o ministro.

Dia 39 de Bolsonaro - Estatais, filhos drogados e Saci Pererê

Um dia depois de diagnosticada uma pneumonia, o presidente Jair Bolsonaro acordou superanimado e disposto, segundo o porta-voz da Presidência, general Rêgo Barros, que também disse que emocionalmente e visualmente esse foi o melhor dia que o presidente passou. Mas enquanto Bolsonaro continua longe de Brasília, o... (leia mais)

Que vazem as nudes!

Depois de anunciar o divórcio, o bilionário Jeff Bezos voltou aos holofotes por razões alheias ao seu negócio. O CEO da Amazon denunciou que está sendo alvo de chantagem pelo tabloide National Enquirer. Os termos da negociação? Bezos abandonaria um processo que move contra a publicação e, em troca, não teria dez fotos íntimas suas divulgadas ao mundo. Veja como o caso afetou as ações da Amazon na bolsa.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

será que vai?

Guedes não mostrou proposta de privatização da Petrobras, diz Bolsonaro

Ontem, reportagem disse que o governo quer concluir a venda da estatal até 2022; as ações da Petrobras dispararam

mais um que passou

Câmara aprova projeto que permite posse de arma em toda a propriedade rural

Projeto segue para Bolsonaro sancionar ou vetar; regra atual diz que posse só é permitida na sede da propriedade

Bolsa

Ação da Telebras dispara com privatização no radar, mas não deveria

Com a alta de mais de 60% ontem na bolsa, o valor de mercado da Telebras na bolsa passou para mais de R$ 1,9 bilhão, mas os resultados da estatal nem de longe justificam toda essa euforia. E os minoritários ainda correm o risco de diluição

O paraíso dos especuladores

Você prefere ser um abutre rico ou um argentino quebrado?

A Argentina jamais se soergueu ao governo peronista. Tornou-se a pátria da inflação, dos choques heterodoxos, das reformas monetárias e das moratórias – e o paraíso dos especuladores.

Mercado entre estatais e BCs

Mercado fez a festa com notícia “requentada” sobre privatização de empresas estatais, mas agora aguarda ata do BCE e discurso em Jackson Hole

Com acordo

Senado aprova MP da liberdade econômica sem previsão de trabalho aos domingos

Governo preferiu recuar e concordar com a retirada da autorização para trabalho aos domingos para garantir a votação da medida a tempo

Seu Dinheiro na sua noite

Temporada de caça às estatais

Uma das críticas mais recorrentes ao governo nesse começo de gestão Bolsonaro foi a aposta de todas as fichas na reforma da Previdência. Durante os longos meses de tramitação da proposta na Câmara, o país ficou praticamente parado. O saldo do projeto aprovado pelos deputados e que agora está no Senado revelou-se até melhor do […]

Dinheirinho na mão

Saque do FGTS terá impacto mais importante na renda de Norte e Nordeste

Saques médios a serem liberados representam 21,5% da renda habitual média da região Nordeste, e 20,1% da renda habitual média do Norte

Um pente-fino

Quais são e como atuam as empresas que o governo pretende privatizar

Equipe econômica de Bolsonaro anunciou nesta quarta-feira as empresas que serão os novos alvos do governo nas privatizações do segundo semestre

Assunto que interessa

Câmara instala comissão especial para analisar novo marco legal para saneamento

Proposta será relatada pelo deputado Geninho Zuliani (DEM-SP) e o presidente do colegiado será o deputado Evair de Melo (PP-ES)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements