Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
Seu Dinheiro na sua noite

O bolo de Paulo Guedes

Em meio à trégua entre Rodrigo Maia e Jair Bolsonaro, o ministro da Economia resolveu faltar à reunião da CCJ da Câmara

26 de março de 2019
19:29
O Melhor do Seu Dinheiro
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Esses dias eu conheci um fulano num pub e fiquei toda apaixonadinha. Trocamos mensagens e marcamos um jantar depois do expediente. Fiz a unha, escolhi a minha melhor roupa e adiantei o trabalho para tentar sair mais cedo. Até que recebo uma mensagem no Whatsapp uma hora antes do horário marcado: “blá blá blá (desculpa esfarrapada), sinto muito, mas não vou conseguir ir”.

Eu acho deselegante desmarcar um compromisso de última hora, mas, infelizmente, levar um bolo do paquera/peguete/crush (como quiser chamar) é bem frequente. É um dos sinais de que o fulano não está tão interessado assim em você. Respondi “ok, sem problemas”, engoli seco e fui para casa jantar sozinha. Faz parte...

Pior foi o Paulo Guedes que deu o bolo nos deputados da CCJ hoje à tarde e saiu em todos os sites de notícias. Simplesmente avisou em cima da hora que não iria aparecer na comissão para explicar a “nova Previdência”. Qual foi a desculpa? Não tem relator ainda. Bem, ontem também não tinha. Precisava esperar até hoje de manhã para avisar que não ia? Pareceu uma estratégia para não ser "convocado".

A desistência do ministro da Economia irritou os deputados, que não pouparam críticas ao “ausente” durante a reunião com seus assessores técnicos, como conta o Eduardo Campos, que também levou o bolo de Guedes e acompanhou a reunião. Dizem as más línguas que o ministro não apareceu justamente para fugir do ataque dos parlamentares em meio à maré de insatisfação com o governo.

Seja como for, os investidores ficaram sentidos. A bolsa, que estava em alta, perdeu força quando Guedes confirmou sua ausência. Eles esperavam pela fala do ministro mais do eu que aguardava o meu “date”. Engole o bolo, mercado…

Levanta a cabeça

A bolsa até chegou a balançar depois que Guedes anunciou que não iria à CCJ, mas horas depois deu a volta por cima e foi subindo. O resultado disso: alta de 1,76% e a volta ao patamar dos 95 mil pontos. Quer saber o que está por trás de tanto otimismo? O Victor Aguiar te conta.

“De bem” e preocupado

Depois dos afagos de Bolsonaro na noite de ontem, Rodrigo Maia parece estar disposto a colocar panos quentes na crise entre o Executivo e o Legislativo. Adotando um tom conciliador, ele minimizou a falta de Guedes na CCJ e voltou a fazer forte propaganda pela reforma da Previdência. Será que a tempestade política vai passar e os bons ventos estão chegando?

Dia 85 de Bolsonaro - Matou a reforma e foi ao cinema?

O noticiário de parte do dia foi dominado por duas informações. O presidente Jair Bolsonaro foi ao cinema, no que seria um gesto de desprendimento diante das dificuldades da articulação política, enquanto seu ministro da Economia, Paulo Guedes, desistiu de ir à CCJ debater a reforma da Previdência. A justificativa oficial é... (leia mais)

Ladeira abaixo?

Que a queda de mais de 5% no Ibovespa na semana passada deu aquele susto em muito investidor, disso ninguém tem dúvida. Inclusive tem gente no mercado que acredita que essa onda negativa na bolsa está só começando. O colunista Fausto Botelho fez uma análise gráfica neste vídeo e corrobora a tese de que a bolsa deve cair mais. A culpa é de um fenômeno do mercado chamado “bull trap”. Vale a pena conferir!

Reflexos do desastre

A Vale fez seu primeiro balanço de produção após o rompimento da barragem em Brumadinho e os números não são nada animadores. Para se ter uma noção, a empresa deixará de produzir quase 93 milhões de toneladas de minério de ferro neste ano. Somente na região da mina que se rompeu, serão 40 milhões de toneladas a menos. Separamos para você os detalhes desse tombo.

Ninguém segura

Depois da onda da “taxa zero” que atingiu os bancos, o Tesouro Direto está voando cada vez mais alto. Dados divulgados hoje mostraram que mais de 50 mil pessoas embarcaram no bonde dos títulos públicos em fevereiro. Se somarmos com o recorde de 59 mil cientes de janeiro, já são mais de 110 mil novos investidores neste ano, um números para lá de expressivo se compararmos com os 15 mil novatos registrados no primeiro bimestre do ano passado. O Edu te conta tudo nesta matéria.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Poder

Congresso impõe agenda própria a Bolsonaro

Já são seis as iniciativas traçadas pelo Congresso para garantir maior influência e poder político após o abandono do presidencialismo de coalizão

Aviação

Segundo NYT, outro jato da Boeing pode ter problemas de segurança: o 787 Dreamliner

Segundo reportagem do New York Times, na fábrica do 787 na Carolina do Sul são comuns os casos de resíduos metálicos e ferramentas esquecidos dentro de aeronaves, além de peças defeituosas instaladas; até chiclete segurando o acabamento de uma porta já foi encontrado

O LEMA DE SÃO TOMÉ

Por que os gringos estão com o pé atrás em relação ao Brasil e à bolsa?

Apesar de o Ibovespa acumular alta em 2019, o fluxo de recursos estrangeiros para a bolsa no mercado à vista está negativo. Com a reforma da Previdência avançando aos trancos e barrancos, os gringos estão como São Tomé: só acreditam vendo

Transparência

Guedes defende mesma transparência do Copom para política de preços da Petrobras

Em entrevista, ministro voltou a defender que a estatal é livre para definir os preços

Petróleo

ANP nega mais prazo à Petrobras; campos terrestres irão para oferta permanente

Agência reguladora negou mais prazo para a estatal apresentar um plano de desativação de campos terrestres que não estão em produção há mais de seis meses

BOMBOU NA SEMANA

MAIS LIDAS: Siga o dinheiro

A vida dos milionários costuma fascinar as pessoas que ainda não chegaram e talvez nunca cheguem lá. Esse é o tipo de tema que costuma despertar as paixões humanas: admiração, inveja, raiva ou simplesmente a questão aspiracional. Quem não nasceu em uma família endinheirada certamente já pensou em como seria a sua vida se fosse […]

Atualização

Avianca cancela mais de 1.300 voos até dia 28

Guarulhos, Brasília e Galeão são os aeroportos mais prejudicados pelos cancelamentos. Já Congonhas e Santos Dumont parecem ter sido poupados

Piora nas contas

Déficit estrutural do setor público chega a 0,7% do PIB em 2018

Devido à deterioração das contas dos Estados e municípios, movimento de melhora das contas públicas pelo resultado oficial não aconteceu no estrutural, que apresentou piora no ano passado

Preço do diesel

Em áudio, Onyx diz que governo deu uma ‘trava na Petrobras’

Ministro da Casa Civil diz que os caminhoneiros podem ficar sossegados que o governo tem trabalhado para resolver o problema deles

Na mira de quem tem grana

Para que cidades os milionários estão se mudando?

Estudo mostra que Dubai, Los Angeles, Melbourne, Nova York, Sydney, Miami e São Francisco caíram nas graças dos endinheirados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu