Menu
2019-11-11T08:37:29-03:00
olho no rendimento

Multimercados turbinam os fundos de investimento no ano

Entre as categorias de multimercados, a que teve mais captação foi a livre, responsável por R$ 32,3 bilhões até o último mês

11 de novembro de 2019
8:37
investimento turbo alta
Imagem: Shutterstock

Dos R$ 228 bilhões de captação líquida que a indústria de fundos de investimento acumulou ao longo do ano, a classe multimercados foi a maior responsável por engrossar a cifra, com R$ 62,7 bilhões (27,5% do total), de acordo com dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) do período de janeiro a outubro.

Considerado uma porta de entrada para os investimentos de risco, já que trata com produtos de a renda fixa e variável simultaneamente, o fundo multimercado é subdividido em 11 categorias pela associação. Dessas, a que teve mais captação foi a "livre", que tem natureza considerada agressiva dentro do rol. Sozinha, foi responsável por R$ 32,3 bilhões até o último mês.

Os fundos multimercados livres não são obrigados a concentrar seu dinheiro em uma estratégia específica, o montante em caixa pode ser investido em quaisquer ativos adequados para o momento; ao contrário do que acontece com o fundo multimercados de investimento no exterior - que foi a segunda subcategoria que mais captou patrimônio líquido no período, com R$ 17,3 bilhões -, por exemplo, que é obrigada a investir pelo menos 40% da quantia líquida em ativos financeiros fora do País.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Com a taxa básica de juros, a Selic, em 5% ao ano, investidores estão atrás de outras alternativas, além da renda fixa, e os fundos multimercados representam um "meio-termo" nessa mudança de perfil, diz Érica Santos, sócia-fundadora da Ella’s Investimentos. No geral, os fundos multimercado seguem a máxima de diversificação que pregam os especialistas. "É importante não colocar todos os ovos em uma cesta só", brincou.

Com a sinalização de um novo corte de 0,5 ponto porcentual na Selic ainda em dezembro e com a projeção de inflação sob controle, os fundos de ações e os multimercado devem ser os mais beneficiados, acredita Bernardo Zerbini, um dos responsáveis pela estratégia de macro da gestora de recursos AZ Quest.

"Acreditamos que os juros vão parar no 4,25%, porque achamos que o crescimento vai voltar e toda essa queda de juros vai bater na economia. Com isso, o País vai crescer e o Banco Central não vai mais precisar diminuir os juros, e a inflação vai estar perto da meta", explicou. "Nesse cenário, não há, para nós, tanta oportunidade para posições pré-fixadas, ou seja, aplicadas em taxas de juros."

Taxas

Quem quer ingressar nos fundos de investimento multimercado deve estar atento a pelo menos três itens, diz Érica Santos: taxas de administração, de performance e de saída. "Normalmente, a taxa de administração varia entre 1,5% e 2% ao ano. Na taxa de performance costuma-se utilizar algum tipo de índice, como o Ibovespa por exemplo. Se esse multimercado ultrapassar o Ibovespa, você paga, normalmente 20% da sua rentabilidade. E também há fundos multimercado que cobram taxa de saída, caso você resgate seu investimento. Além disso, se você ficar menos de 30 dias no investimento, precisará pagar Imposto sobre Operações Financeiras (IOF)."

A cada seis meses, o investidor de fundos se depara com o come-cotas. Trata-se da antecipação do recolhimento do Imposto de Renda (IR) sobre os rendimentos dos fundos que ocorre a cada seis meses, sempre nos últimos dias de maio e novembro.

"O come-cotas reduz o número de cotas dos investidores de acordo com a alíquota do IR", explicou Érica. Para os fundos de curto prazo, o IR varia de 20% a 22%; já para os de longo prazo, a tributação vai de 15% a 22,5%.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

A Bula do Mercado

Dia de decisão de BCs

Bancos Centrais dos EUA e do Brasil anunciam decisão de juros, mas atenção do mercado financeiro está na sinalização dos próximos passos

PRIVATIZAÇÃO

Privatização da Eletrobras será discutida no 1º semestre, diz Ferreira Júnior

“É a primeira vez que o Brasil vai fazer uma operação desse tamanho, temos que ir com calma”, disse durante palestra na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ).

ESTÁ DE SAÍDA

Oi anuncia saída de Eurico Teles da presidência

A saída ocorre no mesmo dia em que a companhia foi alvo da 69ª fase da Operação Lava Jato e que investiga supostos repasses financeiros que teriam sido realizados pela Oi / Telemar em favor de empresas do grupo Gamecorp/Gol

Oferta de ações

XP vende ação acima da faixa indicativa no IPO e estreia na Nasdaq valendo R$ 62 bilhões

Preço por ação da XP na oferta realizada na bolsa americana foi definido em US$ 27, acima do teto da faixa estipulada, que variava de US$ 22 a US$ 25, segundo a Broadcast/Estadão

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Rodada decisiva no jogo das tarifas

Além dos números da economia e das empresas, entender pelo menos um pouco sobre relações internacionais tornou-se fundamental para os investidores desde o início da guerra comercial entre Estados Unidos e China. A disputa, que está mais para um jogo de cartas do que para uma guerra propriamente dita, é acompanhada com tensão pelo mercado porque […]

Jogo tenso

Com as cartas da guerra comercial ainda na mesa, o Ibovespa e as bolsas globais fecharam em queda

O Ibovespa teve a segunda baixa consecutiva, refletindo o clima de cautela que tomou conta dos ativos globais nesta terça-feira. Lá fora, os mercados ficaram de olho nas movimentações da guerra comercial — e, ao menos por enquanto, não há nada definido entre EUA e China

DE OLHO NO GRÁFICO

Sinal amarelo para o S&P 500 e 16 ações para ficar de olho

Neste vídeo, eu analiso o S&P 500, o Ibovespa e outros indicadores americanos e indica 16 ações brasileiras para ficar de olho. A contagem regressiva para o fechamento de minha Última Imersão a preço de Black Friday está terminando. Garanta aqui o seu acesso

BANCO

Presidente do BB diz que não há nenhuma negociação sobre venda do banco para concorrente

Ele destacou que “é mentira” que o Banco do Brasil esteja negociando seu controle com outro grupo econômico. “Isso nunca passou por nossa cabeça”, disse Novaes

NOVIDADES À VISTA

Marfrig lança marca própria de hambúrgueres vegetais

Além dos investimentos na parte de produtos de origem vegetal, a Marfrig quer trazer mais dinheiro para o caixa da empresa. A empresa confirmou no começo deste mês que fará uma oferta subsequente de ações (follow-on)

Altas e baixas

Gol, Azul, Itaú e Banco do Brasil: os destaques do Ibovespa nesta terça-feira

O setor aéreo liderou as perdas do Ibovespa nesta terça-feira, com as ações da Gol e da Azul fechando em queda. Itaú e Banco do Brasil também caíram

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements