Menu
Victória Mantoan
Clube do livro
Victória Mantoan
É jornalista e especialista em conteúdo da Empiricus
2019-02-16T05:21:59+00:00
Clube do livro

Mario Vargas Llosa: Em busca do liberal perfeito

Ainda neste ano, será lançado o livro de Mario Vargas Llosa no Brasil, “O chamado da tribo” – livro perfeito para quem defende e critica o liberalismo

16 de fevereiro de 2019
5:20 - atualizado às 5:21
mario-vargas-llosa
Liberdade do indivíduo, a liberdade de expressão: esses são alguns dos preceitos que estão no centro da preocupação de Llosa - Imagem: Shutterstock

"Não parece, mas trata-se de um livro autobiográfico."

Com uma única frase, Mario Vargas Llosa responde à pergunta que pode surgir aos leitores de pensamento mais linear que tomarem nas mãos seu próximo livro a sair no Brasil: o que teria a ver a decepção do Nobel de Literatura com a Revolução Cubana e até com Sartre e uma linhagem completa de pensadores liberais?

Em "O chamado da tribo", a história do liberalismo, ou melhor, do pensamento em torno de uma teoria liberal, torna-se uma jornada autobiográfica. Todos os autores que moldaram as ideias de Vargas Llosa ao longo dos últimos anos aparecem explicados – em suas teorias e suas trajetórias – pelo famoso peruano. O título chega ainda este ano às livrarias brasileiras, pelo selo Objetiva, da Companhia das Letras.

Aos menos chegados na história de vida da figura latina de Vargas Llosa, vale mencionar que ele não é pouco afeiçoado à vida pública (ou seria melhor dizer política?) – apesar de ser mundialmente conhecido mais pelos clássicos que emplacou na literatura. O escritor foi candidato à presidência do Peru em 1990 com uma plataforma (claro!) notadamente liberal.

A liberdade do indivíduo, a liberdade de expressão: esses são alguns dos preceitos que estão no centro da preocupação do autor, bem como dos pensadores por ele apresentados.

Adam Smith, José Ortega y Gasset, Friedrich von Hayek, Karl Popper, Isaiah Berlin, Raymond Aron e Jean François Revel entram nas páginas para desmascarar falsos liberais, no pensamento econômico, na política e até no dia a dia de governos vividos pelo próprio Vargas Llosa.

Páginas que expõem o que "o espírito tribal, fonte do nacionalismo" causou a diferentes sociedades e como o liberalismo, na visão de Vargas Llosa, foi e é a principal arma contra ele.

A história da vida privada do autor e da vida pública se entrelaçam principalmente em momentos decisivos. Parte do que Vargas Llosa chama de transformação liberal toma lugar no governo de reformas na Inglaterra de Margaret Thatcher – e ele tece a narrativa sem deixar de mostrar suas contradições.

Nem todo livro precisa estabelecer um diálogo direto com o contexto em que é publicado. Não estou aqui para defender que essa seja uma obrigação das obras, sob risco de limitar nossas possibilidades de leituras. Mas O chamado da tribo termina por ser bastante simbólico para os tempos que estamos vivendo.

Especialmente neste início de novo governo presidencial, em que tomam corpo tanto discussões sobre o tamanho e papel da participação do Estado na economia e a forma de o governo conduzir o desenvolvimento econômico quanto na interferência que esse mesmo Estado pode ter na vida cotidiana da população.

Onde estão e quem são os verdadeiros liberais?

O chamado da tribo é, em essência, a desconstrução do que o senso comum chama de liberalismo, o retrato de uma vida longa, uma história do pensamento econômico bem contada e um convite a tantas outras leituras que você poderá fazer.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Será que vem mudança?

Bolsonaro quer mecanismo para reavaliar patrimônio declarado no IR

Temática do projeto seria a reavaliação de patrimônios que “normalmente são declarados com valores históricos”

Agora passou!

Senado aprova MP que abre setor aéreo a capital estrangeiro

Senadores mantiverem o conteúdo como saiu da Câmara, retomando a franquia gratuita de bagagem

Foi por pouco

Câmara aprova texto base da MP da reforma administrativa

Votação de modificações como a volta do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para o Ministério da Economia será feita separadamente

E vai adiando...

Maia assina prorrogação de envio de emendas para reforma da Previdência

Prazo de envio das emendas já havia sido postergada, mas dependia de um ato oficial do presidente da Casa

Crypto News

Falsatoshi ataca novamente

Piada da vez com Craig Wright foi ele dar entrada no pedido de direitos autorais do código original do Bitcoin e de seu white paper

Seu Dinheiro na sua noite

15 anos esta noite

Um dos grandes marcos do mercado de capitais brasileiro está para completar 15 anos. Trata-se da oferta de ações da empresa de cosméticos Natura. A abertura de capital aconteceu no dia 26 de maio de 2004 na antiga Bovespa – bem antes da fusão com a BM&F e da mudança de nome para B3. Desde […]

Estatal fará follow on

Petrobras bate o martelo: irá reduzir sua fatia na BR Distribuidora para menos de 50%

A Petrobras irá diminuir sua participação na BR Distribuidora por meio de uma oferta pública secundária de ações (follow on), mas a fatia exata a ser vendida ainda não foi definida

Investimento mais que bem-vindo

Fiat Chrysler vai investir R$ 500 milhões em nova fábrica de motores em Betim (MG)

Nova linha será instalada ao lado do prédio onde já funciona a fábrica de motores aspirados e pode gerar 1,2 mil empregos

Cedendo à pressão

Governo diz que vai apoiar reforma tributária do Congresso

Secretário da Receita Federal disse que o Executivo irá opinar sobre as medidas em “momento oportuno” na Comissão Especial

Proposta própria do Congresso

CCJ da Câmara aprova admissibilidade da reforma tributária

Proposta de emenda à Constituição é uma iniciativa da própria Casa, que decidiu não esperar o envio do texto do governo sobre o tema

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements