Menu
2019-10-14T14:15:19+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Sem tempo

Maia sinaliza que MP que destina R$ 3,5 bilhões à Eletrobras deve caducar

Medida possibilita à estatal arcar com dívidas que vieram com a privatização de suas seis distribuidoras no Norte e Nordeste

13 de agosto de 2019
19:35 - atualizado às 14:15
Maia Previdência
Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia - Imagem: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sinalizou que a Medida Provisória 879, que prevê um aporte bilionário à Eletrobras, deve caducar. A matéria precisaria ser aprovada por Câmara e Senado até a próxima quarta-feira (21), mas não deve entrar na pauta do plenário da Casa.

A MP prevê que a União destine até R$ 3,5 bilhões para que a Eletrobras possa arcar com dívidas que "subiram" para a companhia - facilitando a privatização de suas seis distribuidoras no Norte e Nordeste, no ano passado, vendidas por um valor simbólico. A Petrobras, que tem recebíveis atrelados a essas operações - pois parte dessas dívidas é referente à compra de combustíveis - pode, em tese, até mesmo executar a Eletrobras em caso de inadimplência.

O relatório do senador Eduardo Braga (MDB-AM) foi aprovado no último dia 6 na comissão mista do Congresso. Braga acatou duas das 54 emendas apresentadas pelos parlamentares e acolheu parcialmente outras dez emendas.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Entre as mudanças propostas no relatório da MP, está a extensão do Proinfa, programa que incentiva, por meio de subsídios, a compra de energia produzida por fontes renováveis. Nessa segunda etapa, o programa privilegiaria Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs), que teriam leilões próprios.

O relatório também criava a possibilidade de prorrogação das concessões do setor elétrico. Hoje, depois que vencem os contratos, elas são leiloadas com cobrança de bônus de outorga, arrecadada pela União e paga pelos consumidores na conta de luz. Com a prorrogação proposta no relatório, haveria prorrogação com cobrança de outorga, e a maioria dos recursos seria destinada aos consumidores, para abater a conta de subsídios embutida nas tarifas.

Governo avalia plano B

A líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), afirmou nesta terça-feira que o governo já conta com um plano B caso a MP perca sua validade. De acordo com ela, o Executivo pode enviar ao Congresso um projeto de lei sobre o mesmo tema com um pedido de urgência.

"Se a MP caducar, vem como projeto de lei com urgência e em duas semanas a gente resolve o problema. Esse é o plano B. Aproveita o texto, aproveita o relatório e vem para cá já com acordo de urgência, que já está pré-costurado com o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ), e a gente aprova como projeto de lei", disse.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

no topo

PAN, BMG e Bradesco lideram ranking de reclamações contra bancos do BC

Pan registrou índice de 149,58. Em segundo lugar, aparece o BMG (82,33) e, em terceiro, o Bradesco (24,16)

vamos fala das teles

Na esteira de notícias sobre possível venda da Oi, presidente da dona da Vivo diz que ficarão no Brasil as teles capazes de investir

Christian Gebara reiterou o plano trienal de investimentos da Telefônica, que prevê chegar a aportes de R$ 9 bilhões em 2019

dinheiro no bolso

Receita paga nesta terça-feira (15) restituições do 5º lote do Imposto de Renda 2019

Consulta para saber se a declaração foi liberada poderá ser feita acessando a página da Receita na internet, pelo Receitafone 146, informando o CPF e a data de nascimento

lupa no país

FMI reduz previsão de crescimento do PIB do Brasil em 2020 para 2%

Projeção anterior era de 2,4%; fundo alterou também a previsão para este ano: de 0,8% para 0,9%; dados constam em relatório divulgado hoje, também trazendo expectativas para a economia global

caso de justiça

Operação da PF mira Luciano Bivar, do PSL

Operação Guinhol apura supostas fraudes na aplicação de recursos destinados a candidaturas femininas em Pernambuco

destino para a estatal?

É melhor vender controle da Eletrobras e cobrar investimentos do novo dono, diz Maia

Segundo o presidente da Câmara, ainda que a posição do Senado em relação ao tema atrapalhe, a Câmara é favorável

Hora das compras

Guedes altera portaria que limita compras em free shops de US$500 para US$ 1 mil

Os free shops são lojas que ficam nas áreas de embarque e desembarque de aeroportos, normalmente os produtos são vendidos sem encargos ou tributações.

Próximos passos

Para Eduardo Guardia, reforma administrativa deve ser prioridade após Previdência

Segundo ele, a razão é que a reforma tributária envolve três esferas do governo (federação, Estados e municípios) e está mais relacionada à produtividade. Logo, é muito mais complexa, especialmente porque envolve vários grupos de interesse

Débito ou crédito

UOL vai vender até 11% das ações que detém na PagSeguro em nova oferta na bolsa de Nova York

Com a notícia, as ações da PagSeguro amargavam uma queda de quase 15%. No preço de fechamento de ontem (US$ 46,29), o UOL embolsaria até US$ 892 milhões (R$ 3,7 bilhões) com a venda dos papéis

Exile on Wall Street

Brasileiro médio, juro mínimo, hábitos novos

“Minha mãe não entende absolutamente nada sobre crédito privado. Aliás, quem entende, de fato? Mas ela consegue entender o perfil de retorno dessa operação. Então, mesmo não entendendo nada sobre o que está comprando, ela compreende o que vai ganhar. E, pra ela, basta.”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements