Menu
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Imposto à vista

Fernando Haddad também está de olho nos seus lucros e dividendos

Fernando Haddad (PT) defendeu a proposta de taxar esses rendimentos. Ação impacta diretamente nos seus investimentos

24 de setembro de 2018
0:05 - atualizado às 0:13
Haddad disse que pretende taxar lucros e dividendos - Imagem: Shutterstock

Mais um candidato à Presidência está de olho nos nos lucros e dividendos. Depois de Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede) e Henrique Meirelles (MDB) afirmarem que, se eleitos, pretendem taxar esses rendimentos, o presidenciável Fernando Haddad (PT) também defendeu a implantação dessas tarifas no país como parte de um pacote de medidas para recuperar as contas públicas.

Haddad disse neste domingo, 23, que não considera justo que as pessoas que recebem lucros e dividendos seja isenta enquanto parte dos trabalhadores têm de pagar 27% de imposto sobre sua renda. O candidato petista acredita que a nova taxa deve aumentar a arrecadação e trazer ganhos para a Receita Federal.

Foco total no Nordeste

A campanha do PT está focando seus esforços nos últimos dias em estados do Nordeste, tradicional reduto do partido. Haddad visitou as cidades de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE) neste domingo. Entre as promessas para a região, está a ampliação do Bolsa Família e a recuperação das nascentes do Rio São Francisco.

*Com agências de notícias.

Comentários
Leia também
Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu