Menu
2019-11-27T15:58:31-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Fundos multimercados

Kapitalo adota posição comprada em dólar com piora nas contas externas

Gestora com R$ 17 bilhões em recursos mudou a visão para o dólar porque antes tinha a percepção de que o fluxo de recursos para o país conseguiria absorver os outros efeitos que pressionam o câmbio

27 de novembro de 2019
15:58
Carlos Woelz, sócio-fundador da Kapitalo Investimentos
Carlos Woelz, sócio-fundador da Kapitalo Investimentos - Imagem: Divulgação/Santander

A piora recente nas contas externas brasileiras, com a queda do saldo da balança comercial, levou a Kapitalo Investimentos a assumir uma posição comprada em dólar, afirmou Carlos Woelz, sócio fundador da gestora, que possui R$ 17 bilhões em patrimônio.

A Kapitalo mudou a visão para o dólar porque antes tinha a percepção de que o fluxo de recursos para o país conseguiria absorver os outros efeitos que pressionam o câmbio para cima.

Com os juros mais baixos no Brasil, muitas empresas que se endividavam em dólar trocaram esse passivo para reais. Embora seja saudável, esse processo acaba por aumentar a demanda por dólares.

“Eu era mais construtivo, achava que a conta corrente mais o investimento direto líquido suportariam essa troca de forma que não gerasse muito mais susto”, afirmou Woelz.

O problema é que houve um aumento das importações, ao mesmo tempo em que as exportações tiveram um choque para baixo provocado, em parte, pelo efeito da crise na Argentina, segundo o gestor da Kapitalo, que participou hoje de evento promovido pelo Santander.

Bolsa atraente, mas...

O gestor da Kapitalo afirmou que o retorno esperado hoje torna a alocação na bolsa atraente para o histórico brasileiro, mas não para os padrões globais. "É por isso que os estrangeiros não estão achando a bolsa tão barata", disse.

Do ponto de vista de cenário global, Woelz se mostrou otimista e não disse não ver hoje um risco de recessão. Ele afirmou, porém, que "não é momento de ser herói". "A qualquer sinal de errado de curto prazo eu reduzo o risco", disse.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

OLHO NAS COTAÇÕES

BTG Pactual eleva preço-alvo das ações de Lojas Americanas e B2W, após Investor Day

No caso das Lojas Americanas, a previsão de alta é de 54,2% em relação ao fechamento da última sexta-feira. Já no caso da B2W, a valorização seria de 20,5%

Vitreo zera taxa de performance de fundos para investir no IPO da XP

Com a decisão, a Vitreo se tornou, na minha opinião, a melhor forma de você investir nas ações da XP. Resta agora saber se a gestora conseguirá participar da oferta, que acontece na bolsa norte-americana Nasdaq

banco central americano

Ex-presidente do Fed, Paul Volcker morre aos 92 anos

Volcker foi presidente do Fed entre 1979 e 1987 e, antes disso, havia comandado o a distrital do Fed de Nova York

Credit Suisse recomenda compra de ação do BMG após queda de 28% desde IPO

Os analistas do banco suíço – que foi um dos bancos coordenadores do IPO – iniciaram a cobertura das ações do BMG com preço-alvo de R$ 12,50, o que representa um potencial de alta de 50%

de olho no dólar

Fundo Verde vê medo do câmbio como infundado, mas zera posição vendida em dólar

Em novembro o fundo teve um retorno zerado e abaixo do CDI, que teve um desempenho de 0,38%. No acumulado do ano o Verde ainda tem um desempenho de 11,19%, acima dos 5,57% do índice de referência

Mercados hoje

Ibovespa tem leve alta e dá continuidade ao rali dos últimos dias; dólar fica estável

O Ibovespa abriu o pregão desta segunda-feira em alta, dando continuidade aos ganhos da semana passada. O dólar à vista oscila perto do zero a zero, com um leve viés negativo.

hora do planejamento

Após reforma da Previdência, brasileiro revê hábitos de poupança

Pesquisa encomendada pelo C6 Bank ao Ibope Inteligência mostra que 33% das pessoas com acesso à internet afirmam ter mudado seus hábitos de poupança

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta segunda-feira

As taxas do Tesouro Direto abriram em alta nesta sexta-feira (6). O Tesouro IPCA+ 2024 (NTN-B Principal) é negociado com taxa de 2,26% ao ano mais IPCA, por um valor mínimo de R$ 58,64. O Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2050 (NTN-B) é negociado com taxa de 3,51% ao ano mais IPCA e aplicação mínima […]

na expectativa

Mercado eleva estimativa para inflação e PIB em 2019

Boletim Focus prevê IPCA a 3,84% neste ano – a projeção da semana passada era de 3,52%; PIB foi revisto para de 0,99% para 1,10%

Só daqui 60 dias

Congresso prorroga vigência de MP que institui 13º para bolsa família

MPs têm validade já desde a edição pelo governo federal, mas precisam ser aprovadas pelo Congresso Nacional para terem a vigência confirmada, ou perdem efeito

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements