Menu
2019-08-18T09:48:34+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Trilhando caminhos

Jovens precisam ter resiliência e iniciativa, dizem executivos sobre ser um novo empresário

Executivos falam sobre os comportamentos que um jovem ingressante numa grande empresa deve ter para trilhar um caminho profissional de sucesso

18 de agosto de 2019
9:48
Jovem segura cifrão de dinheiro
Imagem: Shutterstock

Iniciativa, resiliência, criatividade e responsabilidade são alguns dos atributos que executivos de empresas que participam da quinta edição do programa CEOx1dia, promovido pela Odgers Berndtson em parceria com o Estado, acreditam que um jovem ingressante numa grande empresa deve ter para trilhar um caminho profissional de sucesso.

O projeto seleciona jovens universitários de todo o Brasil para ser CEO por um dia - acompanhar a rotina de uma grande empresa pelas mãos do CEO, dos mais variados segmentos de atuação. Após duas fases de seleção - uma online e outra presencial -, o processo chegou ao fim com o nome dos 23 jovens que participarão da edição 2019.

São universitários de Estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Maranhão e Ceará, que estarão ao lado de executivos de empresas como Heineken, Faculdade Belas Artes, Abbott e BRK Ambiental. As visitas ocorrerão entre os dias 26 de agosto e 6 de setembro (confira abaixo a lista dos aprovados e dos respectivos CEOs).

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Teresa Vernaglia, CEO da BRK Ambiental, empresa privada da área de saneamento, destaca que para crescer é fundamental que o jovem não tenha medo de arriscar e que seja orientado sempre sobre os resultados esperados, mas alerta que não basta apenas querer: é necessário ter iniciativa e noção de que tem um papel importante para promover as mudanças de que a empresa precisa.

“Tem que querer mudar, mas tem que ter iniciativa. Nós precisamos de líderes e de jovens que tenham o espírito de transformar, mas que também saibam que cabe a eles, de diversas formas, trazer uma solução. Tem que ser uma pessoa que goste de entregar o resultado”, aconselha Teresa, que afirma que não pretende planejar uma programação diferente para o dia da visita do jovem, já que a rotina de seu trabalho já é bastante diversificada. “Um dia normal aqui já é bem diferente”, brinca.

Para a CEO da Faculdade Belas Artes, Patrícia Cardim, que também receberá um universitário no CEOx1dia, ter criatividade é fundamental. “Não sabemos o que vai ser do mundo amanhã, então entendemos que a criatividade é a habilidade mais poderosa do ser humano, principalmente para uma liderança.”

Ela destaca que a criatividade ajuda no desenvolvimento de outra habilidade importante: a sabedoria de adaptabilidade. “É preciso sempre desconstruir certas verdades e ir reconstruindo outras ideias, para que a empresa permaneça relevante.”

De opinião semelhante é a CEO da Sephora no Brasil, Andrea Orcioli, segundo quem o mercado exige cada vez mais resiliência. “É também importante que o profissional seja curioso e, especialmente, multidisciplinar - para entender a dinâmica e as expectativas de cada cargo”, diz ela, que destaca que humildade e empatia são essenciais para a construção de boas relações.

“É ter em mente que há sempre algo a se aprender com o outro e procurar se colocar no lugar do outro. Por fim, integridade e transparência: a verdade precisa ser dita, por mais difícil que seja.” Andrea também ressalta que é fundamental que o jovem tenha valores alinhados aos da empresa. Para a executiva, além disso, é importante que o jovem se sinta no controle de sua carreira e de sua atividade profissional.

Gilney Bastos, CEO da White Martins, que também participa do programa neste ano, conta que a determinação em atingir objetivos e o dinamismo para poder avançar em cada etapa da carreira são imprescindíveis ao jovem e reforça a importância de programas como o CEOx1dia.

“Essas iniciativas são importantes para conectar os universitários ao mercado de trabalho, ao mesmo tempo em que contribuem para que nós, líderes, também conheçamos o que motiva e inspira as futuras lideranças.”

*Com o jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

tensão

Preços do petróleo disparam após ataques na Arábia Saudita

Duas grandes refinarias da empresa petrolífera Aramco foram atacadas no último sábado, 14; oferta de petróleo no mundo pode sofrer uma queda de até 5%; neste domingo, contratos futuros chegaram a saltar 19%

após ataques

Petroleira saudita diz que pretende retomar um terço da produção até esta segunda

As atividades da Aramco, a estatal saudita, foram interrompidas devido a um ataque contra suas unidades no último sábado 14

guerra comercial

‘O objetivo de Washington é usar bullying e pressão’, diz embaixador da China no Brasil

Para Yang Wanming, comércio entre Brasil e China tende a sofrer no médio e longo prazos; ele diz que a guerra comercial arruinou a confiança do mercado internacional

a hora e a vez da americana

O que a Amazon, de Jeff Bezos, quer no Brasil?

Gigante varejista dos Estados Unidos avança no Brasil com lançamento do serviço Prime, mas o que isso significa para o setor do varejo e a concorrência?

tendência

Marfrig vai exportar carne vegetal para ao menos quatro países

Companhia brasileira anunciou no início de agosto a produção e comercialização de produtos à base de proteína vegetal, numa parceria com a americana ADM

tensão

Ataque à Aramco, na Arábia Saudita, pode afetar 5% da produção mundial de petróleo

Ataques à Aramco ocorrem em meio à escalada das tensões entre os rebeldes houthis, aliados do Irã, com a Arábia Saudita, apoiada pelos EUA

Proteção para a sua carteira

Ao escalar sua seleção de ações, pense duas vezes antes de colocar Vale e Suzano na defesa

As ações das exportadoras Vale e Suzano, clássicas opções defensivas para um cenário de dólar forte, acumulam desempenho negativo no ano, pressionadas pelos preços do minério e da celulose em baixa. Se esses papéis já não têm mais o mesmo apelo defensivo de antes, quais ativos da bolsa podem ocupar o miolo da zaga do seu portfólio?

quem disse que tá ruim?

Novatas de tecnologia na bolsa americana têm desempenho acima do S&P 500 – mesmo levando em conta Uber e Lyft

Levantamento feito por publicação americana leva em conta 13 IPOs de tecnologia deste ano nas bolsas e mostram que os papéis, juntos, valorizaram mais que o S&P 500

tensão

Drones atacam instalações de petroleira na Arábia Saudita

Reivindicado pelos rebeldes houthis que combatem a intervenção saudita no vizinho Iêmen, ataque atingiu duas refinarias da Aramco

oportunidades à vista

Brasil consegue abertura do mercado egípcio para lácteos e Bolsonaro comemora

Produtores brasileiros poderão exportar, já a partir de outubro, produtos como leite em pó e queijos para o mercado egípcio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements