Menu
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Hora de virar a página

Janaína Paschoal faz críticas a Bolsonaro e diz que ele precisa trocar o “deputado temático” pelo “presidente”

Deputada estadual defendeu que o momento é de abandono das pautas que não importam e atenção aos desafios contemporâneos

27 de março de 2019
14:45
Janaína Paschoal
Janaína Paschoal - Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) criticou a condução política do governo Jair Bolsonaro (PSL) e disse que é "hora de virar a página" com relação às discussões sobre o golpe de 1964. Para a parlamentar, o momento pede que o governo abandone debates que não importam e se atenha aos desafios contemporâneos.

A deputada ainda disse que uma "mudança de mentalidade" se faz necessária para Bolsonaro e pediu que ele abandone a postura de "deputado temático" e a substitua pela de presidente da República.

Janaina publicou uma sequência de tuítes na qual reclamou da ênfase do presidente e de seus apoiadores na defesa do golpe de 1964, que instaurou no País um regime militar com a duração de 21 anos. "Dilma ficou parada em 64 e deu no que deu! Agora, ao que parece, Bolsonaro também não consegue sair de 64 e as coisas não caminham bem". A deputada disse que não quer entrar na discussão entre diferentes convicções a respeito do fato histórico porque "isso não importa!"

"Apoiadores de Bolsonaro, acordem! Vocês estão querendo que o presidente paute suas ações no PT? O PT fez tudo errado, não vamos acertar só invertendo", tuitou, alertando na sequência que "se o governo e seus apoiadores não saírem de 64, não pararem de se pautar pelo que fez, falou e fala o pessoal do PT, o país estará fadado ao fracasso".

A deputada então analisou a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do Orçamento ocorrida na Câmara na noite de terça-feira como uma "derrota perigosíssima" do governo. A PEC vinculou ainda mais o orçamento da União, ampliando o engessamento das contas federais de 93% para 97%. A proposta, que agora segue para o Senado, é vista como manifestação do descontentamento do Legislativo com a falta de negociação entre o governo e os partidos.

Janaina argumentou que suas reclamações são prova de sua fidelidade ao que disse Bolsonaro durante a campanha. "Meu compromisso é com o Brasil", escreveu. Para a parlamentar, Bolsonaro "vai precisar mudar a mentalidade", com a ressalva de que isso não incluiria "aceitar qualquer tipo de ilícito".

"Não estou falando de abandono de convicções. Estou falando sobre a necessidade de entender que ser presidente é muito diferente de ser um deputado temático, com todo respeito aos parlamentares que se limitam a um único tema", encerrou Janaina.

*Com Estadão Conteúdo.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Poder

Congresso impõe agenda própria a Bolsonaro

Já são seis as iniciativas traçadas pelo Congresso para garantir maior influência e poder político após o abandono do presidencialismo de coalizão

Aviação

Segundo NYT, outro jato da Boeing pode ter problemas de segurança: o 787 Dreamliner

Segundo reportagem do New York Times, na fábrica do 787 na Carolina do Sul são comuns os casos de resíduos metálicos e ferramentas esquecidos dentro de aeronaves, além de peças defeituosas instaladas; até chiclete segurando o acabamento de uma porta já foi encontrado

O LEMA DE SÃO TOMÉ

Por que os gringos estão com o pé atrás em relação ao Brasil e à bolsa?

Apesar de o Ibovespa acumular alta em 2019, o fluxo de recursos estrangeiros para a bolsa no mercado à vista está negativo. Com a reforma da Previdência avançando aos trancos e barrancos, os gringos estão como São Tomé: só acreditam vendo

Transparência

Guedes defende mesma transparência do Copom para política de preços da Petrobras

Em entrevista, ministro voltou a defender que a estatal é livre para definir os preços

Petróleo

ANP nega mais prazo à Petrobras; campos terrestres irão para oferta permanente

Agência reguladora negou mais prazo para a estatal apresentar um plano de desativação de campos terrestres que não estão em produção há mais de seis meses

BOMBOU NA SEMANA

MAIS LIDAS: Siga o dinheiro

A vida dos milionários costuma fascinar as pessoas que ainda não chegaram e talvez nunca cheguem lá. Esse é o tipo de tema que costuma despertar as paixões humanas: admiração, inveja, raiva ou simplesmente a questão aspiracional. Quem não nasceu em uma família endinheirada certamente já pensou em como seria a sua vida se fosse […]

Atualização

Avianca cancela mais de 1.300 voos até dia 28

Guarulhos, Brasília e Galeão são os aeroportos mais prejudicados pelos cancelamentos. Já Congonhas e Santos Dumont parecem ter sido poupados

Piora nas contas

Déficit estrutural do setor público chega a 0,7% do PIB em 2018

Devido à deterioração das contas dos Estados e municípios, movimento de melhora das contas públicas pelo resultado oficial não aconteceu no estrutural, que apresentou piora no ano passado

Preço do diesel

Em áudio, Onyx diz que governo deu uma ‘trava na Petrobras’

Ministro da Casa Civil diz que os caminhoneiros podem ficar sossegados que o governo tem trabalhado para resolver o problema deles

Na mira de quem tem grana

Para que cidades os milionários estão se mudando?

Estudo mostra que Dubai, Los Angeles, Melbourne, Nova York, Sydney, Miami e São Francisco caíram nas graças dos endinheirados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

GUIA GRATUITO

Como declarar seus investimentos no IR 2019