Menu
2019-05-16T13:54:58+00:00
mesmo com preço alto

JAC lança quatro veículos elétricos no Brasil

Em processo de recuperação judicial que envolve dívidas de R$ 517,7 milhões, o grupo SHC, do empresário brasileiro Sergio Habib, tenta nova estratégia no País com o lançamento simultâneo, em setembro, de quatro veículos elétricos

16 de maio de 2019
11:47 - atualizado às 13:54
Sergio Habib
Sergio Habib - Imagem: Alex Silva/Estadão Conteúdo

Em processo de recuperação judicial que envolve dívidas de R$ 517,7 milhões, o grupo SHC, do empresário brasileiro Sergio Habib, tenta nova estratégia no País com o lançamento simultâneo, em setembro, de quatro veículos elétricos.

Um automóvel compacto e um médio, uma picape e um caminhão da marca chinesa JAC, que ele representa no Brasil, vão disputar mercado ainda insignificante mas que, na visão da indústria automobilística global será o futuro do setor.

Em 2018 foram vendidos no País apenas 176 veículos elétricos e plug-in (híbrido carregado na tomada), segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos (Anfavea). Neste ano, até abril, foram 86.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Habib informa que o modelo compacto iEV20 será o elétrico mais barato do mercado, com preço entre R$ 110 mil e R$ 120 mil. Hoje, o modelo mais em conta é o Renault Zoe, que custa R$ 150 mil, faixa de preço em que será oferecido o JAC iEV40.

Habib diz que a recuperação judicial não atrapalha os planos do grupo. "Entre junho e julho haverá a primeira assembleia de credores para aprovar o plano e as negociações estão se desenvolvendo bem", afirma.

Embora o preço ainda seja alto, Habib aposta nas vantagens dos elétricos. "A manutenção custa 80% menos que um carro a combustão, não há emissões, abastecer com energia é seis vezes mais barato e as revisões custarão dez vezes menos", diz. A picape elétrica, afirma Habib, não tem concorrentes e hoje é vendida só na China.

Com o caminhão, terão empresas como foco de consumo e serão vendidos sob encomenda, assim como os automóveis. As entregas ocorrerão no próximo ano.

A Volkswagen Caminhões e Ônibus testa em São Paulo, desde setembro, dois caminhões elétricos desenvolvidos pela empresa no País para a distribuição de bebidas. Distribuidores da Ambev encomendaram 1,6 mil unidades a serem entregues até 2023 e há outros interessados, afirma Roberto Cortes, presidente da empresa.

A produção começará em 2020 e Cortes deve anunciar, em breve, oito fornecedores de peças que se instalarão no complexo de Resende (RJ). Outro grupo que importa caminhões elétricos da China é o BYD, que já entregou cerca de 20 unidades à empresa de saneamento Corpus, de Indaiatuba (SP).

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Economia aquecida?

Empresários esperam queda na inadimplência e mais investimentos até o fim do ano

Pesquisa também mostra que 55% das empresas têm a intenção de aportar recursos em novos produtos e serviços, 53% querem dar um upgrade tecnológico e 46% capacitar seus profissionais

Seu Dinheiro na sua noite

O elefante na loja de cristais dos mercados

No seu livro Princípios – leitura obrigatória (ao lado do meu romance Os Jogadores, é claro…) –, Ray Dalio afirma que o importante para quem investe não é prever o futuro, mas captar mudanças no ambiente econômico enquanto elas estão acontecendo. O bilionário gestor do maior “hedge fund” do mundo sabe que é natural os […]

Sete blocos envolvidos

MPF entra com ação para impedir leilão de petróleo ao lado de Abrolhos

MPF na Bahia sustenta que blocos não deveriam ir a leilão sem os devidos estudos ambientais prévios

Papel passado

Bolsonaro sanciona com vetos MP da liberdade econômica

Presidente disse durante a cerimônia de sanção que o governo avalia projeto para incentivar a abertura de empresas

OUÇA O QUE BOMBOU NA SEMANA

Podcast Touros e Ursos: A Selic caiu novamente. E agora, como ficam os seus investimentos?

Repórteres do Seu Dinheiro trazem em podcast semanal um panorama sobre tudo o que movimentou os seus investimentos nesta semana

A grana tá solta

Governo libera R$ 12,459 bilhões do Orçamento de 2019 e educação leva a maior fatia do bolo

Parte desse dinheiro não poderá ser distribuída livremente já que, do total, R$ 2,6 bilhões vêm das receitas recuperadas por meio da Operação Lava Jato

Tesourada no governo também

Ministério da Economia corta projeção da Selic em 2019 de 6,2% para 5,9%

Projeção para o câmbio médio deste ano passou de R$ 3,8 para R$ 3,9. Já a estimativa para a alta da massa salarial passou de 5,5% para 4,9%

Meio ambiente em jogo

Amazon entra na onda verde e assina acordo ambicioso para combater mudanças climáticas

Como parte do plano, Bezos disse ainda que vai adquirir 100 mil vans de entregas elétricas da startup de veículos elétricos Rivian e que elas vão começar a rodar a partir de 2021

O céu é o limite?

Ações da Braskem disparam na bolsa após notícias sobre venda pela Odebrecht

Construtora teria recontratado a empresa Lazard para dar continuidade às negociações de venda da sua participação na Braskem

Nova tecnologia

Tim prepara novos polos de testes do 5G no Brasil

“Queremos disponibilizar a tecnologia o quanto antes para que os desenvolvedores comecem a projetar aplicações. Quando o 5G chegar, elas já estarão disponíveis”, explicou, em entrevista ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements