Menu
2019-10-14T14:09:51+00:00
Cai, cai, cai

Itaú Unibanco reduz projeção para IPCA de 2019 de 3,6% para 3,4%

Expectativa está aquém do centro da meta de inflação perseguido pelo Banco Central em 2019 (4,25%) e em 2020 (4,00%)

13 de setembro de 2019
17:24 - atualizado às 14:09
Logo do banco Itaú
Itaú - Imagem: Shutterstock

O Itaú Unibanco reduziu nesta sexta-feira, 13, suas projeções para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano e do seguinte. Em relatório divulgado nesta sexta, o banco afirma que a estimativa para a taxa de inflação em 2019 foi reduzida de 3,6% para 3,4%.

Já a projeção para o IPCA em 2020 passou de 3,6% para 3,5%. Ambas as expectativas estão aquém do centro da meta de inflação perseguido pelo Banco Central em 2019 (4,25%) e em 2020 (4,00%).

"Esperamos inflação ainda menor neste ano e no próximo, devido ao hiato elevado e à inércia favorável", argumenta a instituição.

O banco acrescenta ainda que a nova estrutura de ponderação para o IPCA traga um viés levemente deflacionário para as projeções inflacionárias de 2020 em diante.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Atividade e política monetária

Para o Itaú, a atividade econômica segue em recuperação morosa. A expectativa do banco para o Produto Interno Bruto (PIB) foi mantida em alta de 0,8% em 2019 e de 1,7% em 2020, com mais flexibilização monetária à frente.

"Esperamos que o Copom reduza a taxa Selic para 5,50% ao ano em setembro. Adicionalmente, dado o quadro de recuperação lenta e as perspectivas benignas para a inflação, projetamos que a taxa Selic chegará a 5,00% ao ano até o fim de 2019", informa a nota assinada pelo economista-chefe do Itaú, Mario Mesquita. O Copom se reunirá nos dias 17 e 18 da semana que vem. Atualmente, a Selic está em 6,00% ao ano.

De acordo com o banco, a recente depreciação do real não altera essa perspectiva de inflação baixa, uma vez que a pressão resultante sobre a inflação é compensada pela queda nos preços das commodities. A instituição manteve as previsões em R$ 3,80 este ano e em R$ 4,00 no ano seguinte, mas admite que, "na ausência de melhoras no cenário global, a moeda pode se estabilizar em um nível mais depreciado".

Reforma

Conforme o Itaú, a reforma previdenciária deve ser aprovada no Senado até o início de outubro, sem diluições adicionais em relação à versão atual. "A nossa confiança deriva da existência de uma maioria nacional no Congresso que não se opõe conceitual ou ideologicamente à proposta, bem como do consenso, entre formadores de opinião e na sociedade, sobre a necessidade de se restaurar a sustentabilidade financeira do sistema previdenciário", explica.

A versão aprovada, acrescenta, deve gerar uma economia de R$ 815 bilhões em dez anos, e o banco estima déficits primários de 1,1% e de 1,0% do PIB em 2019 e 2020, respectivamente.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Fusão no horizonte

O megainvestidor Carl Icahn está dando uma mãozinha para a Xerox comprar a HP

Em meio às notícias de que a Xerox estaria interessada em comprar a HP, o megainvestidor Carl Icahn resolveu entrar no jogo para viabilizar a operação

Contrato fechado

Embraer recebe seis novos pedidos por aeronaves; encomendas somam US$ 374 milhões

A companhia aérea nigeriana Air Peace e a arrendadora egípcia CIAF Leasing acertaram novos pedidos de aeronaves à Embraer

Depois da Previdência...

Reforma tributária pode sair em março, diz Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, tem planos para dar encaminhamento à reforma tributária ainda no primeiro trimestre de 2020

Seu Dinheiro no domingo

O fim do mundo como o conhecemos — ao menos, na renda fixa

Com os juros cada vez mais baixos, é hora de buscar alternativas às opções tradicionais de investimento em renda fixa: eis o tema da pensata de hoje, enviada primeiro aos assinantes da newsletter do Seu Dinheiro

Uma gigante chega ao mercado

A Saudi Aramco quer levantar até U$ 25,5 bi com seu IPO e quebrar o recorde da Alibaba

Considerada uma das empresas mais rentáveis do mundo, a petroleira Saudi Aramco divulgou a faixa de preço e a quantia de ações a serem emitidas em seu IPO

O SEGUNDO MAIS RICO DO BRASIL

Jorge Paulo Lemann: conheça a trajetória do bilionário dos resultados

Como o carioca revolucionou o capitalismo brasileiro, comprou grandes ícones americanos como Budweiser, Burger King e Kraft Heinz, e acumulou uma fortuna de US$ 22,4 bilhões

Mercado de trabalho

Emprego informal recorde derruba produtividade da economia brasileira

O crescimento do trabalho informal tem afetado os índices de produtividade da economia do país, de acordo com cálculos da Fundação Getulio Vargas

Shake it off

Taylor Swift, o grupo de investimentos Carlyle e uma briga feia no mundo da música pop

O Carlyle está no centro de uma discussão envolvendo Taylor Swift e sua antiga gravadora, a Big Machine Records, que estão disputando os direitos autorais da obra da cantora pop

Seu Dinheiro no sábado

MAIS LIDAS: O jovem bilionário do Facebook

20 de janeiro de 2010: essa é a data da minha primeira postagem no Facebook. Nada muito inspirador, eu estava só reclamando do clima chuvoso. Nos meses seguintes, todas as minhas interações tratavam de joguinhos on-line — aparentemente, eu era um grande fã de FarmVille. Acessar o túnel do tempo das redes sociais é revelador. […]

Fim das atividades

Braskem encerra extração de sal-gema em Alagoas, alvo de ações de R$ 40 bi

Após supostos prejuízos causados a ruas e casas em Maceió (AL), a petroquímica Braskem decidiu encerrar as atividades de extração de sal-gema cidade

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements