Menu
2018-12-17T19:18:48+00:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Mercado de capitais

Depois de ano devagar, Itaú BBA espera entre 10 e 15 ofertas de ações em 2019

O cenário para as emissões de ações, incluindo as ofertas públicas iniciais (IPO, na sigla em inglês), pode ser melhor dependendo de medidas como a aprovação da reforma de Previdência, segundo o banco

17 de dezembro de 2018
16:09 - atualizado às 19:18
NotreDame-ipo
Cerimônia da oferta de ações da NotreDame Intermédica - Imagem: Divulgação/B3

Depois de um ano devagar, quase parando, o mercado brasileiro deve ter uma retomada das ofertas de ações em 2019. A expectativa é que sejam realizadas entre 10 e 15 operações ao longo do primeiro semestre do ano que vem, de acordo com o Itaú BBA.

A estimativa foi feita por Caio Ibrahim David, vice-presidente do Itaú Unibanco. Ele assume o comando do BBA, que concentra as atividades de banco de atacado e de investimento do maior banco privado brasileiro, a partir de janeiro do ano que vem.

Ele recebeu a imprensa para um almoço na sede do banco junto com o atual presidente do Itaú BBA, Eduardo Vassimon, que deixa o cargo depois de completar a idade limite de 62 anos estabelecida pelo banco.

O cenário para as emissões de ações, incluindo as ofertas públicas iniciais (IPO, na sigla em inglês), pode ser melhor dependendo de medidas como a aprovação da reforma de Previdência, segundo Vassimon.

Questionado sobre a influência do cenário externo nas projeções para as ofertas, o presidente do Itaú BBA disse que uma eventual piora nos mercados lá fora pode afetar o preço, mas não deve inviabilizar as operações.

Neste ano, foram realizadas apenas cinco ofertas de ações até o momento: as aberturas de capital do Banco Inter e das operadoras de planos de saúde Hapvida e NotreDame Intermédica. A mesma Intermédica fechou recentemente uma oferta subsequente (follow on), assim como a locadora de veículos Unidas.

Se 2019 não promete euforia para as ofertas de ações, as empresas brasileiras devem encontrar um cenário mais promissor para captações com títulos de dívida, como debêntures, segundo os executivos do Itaú BBA.

"O cenário continua muito bom, com bastante demanda", afirmou David aos jornalistas.

O mercado de fusões e aquisições também deve se manter aquecido ao longo do ano que vem, segundo o futuro presidente do Itaú BBA.

Piscina maior

A receita de bancos de investimento, como o Itaú BBA, vem da comissão obtida a cada operação realizada no mercado. De janeiro a novembro, o total de comissões no mercado foi de US$ 747 milhões, uma redução de 10% em relação ao mesmo período do ano passado.

A expectativa é que essa "piscina" de receita - ou "fee pool", no jargão de mercado - seja maior em 2019. Mas os executivos do Itaú BBA preferiram não projetar um número.

PIB e Selic

Parte da estimativa mais positiva para as receitas do Itaú BBA vem das perspectivas para a economia. O Itaú projeta um crescimento de 2,5% do Produto Interno Bruto (PIB) no ano que vem, quase o dobro do 1,3% projetado para 2018.

O banco também espera a manutenção da taxa básica de juros (Selic) nos atuais 6,5% ao ano até o fim de 2019 e câmbio no patamar de R$ 3,90.

O cenário do Itaú contempla a aprovação de alguma reforma da Previdência pelo governo Bolsonaro no ano que vem, segundo Vassimon.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Seu Dinheiro na sua noite

Insiste em zero a zero e eu quero um a um

Você disse que não sabe se não. Mas também não tem certeza que sim. Se Djavan fosse um analista de mercado, representaria o sentimento dos investidores sobre o que vai acontecer com as taxas de juros no país. Para muita gente, não é mais uma questão de “se”, mas de “quando” a Selic vai cair. […]

Tá liberado!

Governo amplia setores autorizados a trabalhar aos domingos e feriados

A partir de hoje, 78 setores estão autorizados a funcionar nesses dias. Entre os novos segmentos está o comércio em geral

Agora vai?

Leilão de ativos da Avianca Brasil acontecerá no dia 10 de julho

Colegiado de desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo liberou a decisão sobre a na manhã de ontem

Preenchendo a vaga

À espera de aprovação do nome de Montezano, BNDES nomeia presidente interino

Nome do atual diretor de finanças da instituição, José Flávio Ferreira Ramos, foi indicado para ocupar o posto provisoriamente

O rombo em forma de dados

Mansueto: dos 26 Estados mais DF, 14 gastam acima do limite de 60% com pessoal

Percentual abordado pelo secretário o Tesouro Nacional foi estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal

Olha eles aí outra vez

Deputados favoráveis à reforma da Previdência defendem volta da capitalização e de Estados

Sessão para debates sobre o relatório na comissão especial da reforma da Previdência na Câmara contou com várias defesas dos pontos retirados

negócio fechado

Embraer assina cooperação estratégica com a Elta para desenvolver P600 AEW

Com o acordo, as duas empresas criam um novo segmento de mercado, o de AEW; aeronave de última geração foi concebida para atuar em um novo segmento do mercado

acelerou! (um pouquinho)

Preço médio dos imóveis residenciais sobe 0,29% em maio em 10 capitais, diz associação

A Abecip avaliou, em nota, que as altas nos preços dos imóveis residenciais na maioria das capitais ainda não resultam em uma recomposição dos valores dos imóveis em termos reais.

temos um impasse

Virtualmente demitido, presidente dos Correios diz que só deixa o cargo com pedido formal

Bolsonaro disse na última sexta-feira que demitiria o presidente dos Correios pelo comportamento “sindicalista”; mas ele não deixou o cargo: ontem foi trabalhar normalmente e disse, em palestra, que só sai com formalização da demissão

Blog da Angela

Nativos e gringos soltam o verbo e mercados comemoram

Discurso afinado de relator sobre capitalização na Previdência anima; Draghi levanta a bola e Trump corta com categoria – para o Federal Reserve

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements