Menu
2019-09-21T14:04:24+00:00
Bem na fita

Governo inicia campanha para melhorar imagem do Brasil

Em vídeo, governo destaca que o Brasil está entre os principais exportadores de açúcar, café, suco de laranja, soja, carne bovina e frango

21 de setembro de 2019
14:04
Jair Bolsonaro
Imagem: Marcos Corrêa/PR

O governo brasileiro divulgou hoje o primeiro vídeo da campanha publicitária "Brazil by Brasil". "O mundo precisa conhecer o Brazil by Brasil: um dos maiores produtores agrícolas do mundo, o Brasil alimenta 1,2 bilhão de pessoas e usa só 7,8% das suas terras com lavouras", diz o locutor no vídeo, enquanto imagens mostram a produção agrícola brasileira, florestas e paisagens ambientais.

No vídeo de trinta segundos, divulgado na manhã deste sábado, o governo destaca que o Brasil está entre os principais exportadores de açúcar, café, suco de laranja, soja, carne bovina e frango. "Isso é possível com tecnologia, pesquisas agrícolas e incentivo para produção, que neste ano será de US$ 53 bilhões", afirma o vídeo.

A divulgação da primeira peça, de um total de quatro, estava prevista para ocorrer hoje, às vésperas do discurso do presidente Jair Bolsonaro na Assembleia-Geral da ONU, conforme apurou o BR Político. "Conheça um novo Brasil moderno e produtivo. Conheça o Brazil by Brasil", convida o locutor.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

A campanha mundial de publicidade foi apresentada pelo secretário de Publicidade da Presidência da República, Glen Valente, em audiência na Comissão de Agricultura do Senado, no último dia 11 de setembro. Na ocasião, Valente disse que o objetivo da ação é reverter a má imagem do Brasil no exterior, em virtude dos recentes incêndios na Amazônia. "Será uma campanha permanente, sem data pra acabar. Nossos leads serão meio ambiente e agronegócio", afirmou. A campanha terá o custo de R$ 40 milhões. A imagem do presidente Jair Bolsonaro e demais autoridades brasileiras não serão utilizadas nas peças.

Além dos vídeos, que serão veiculados na internet e nas redes televisivas, a campanha contará com ações de disseminação de informações em redes sociais, inserções em rádios e aeroportos e metrôs. As peças publicitárias serão divulgadas nos Estados Unidos e na Europa, traduzidas em diversos idiomas. Também serão feitos monitoramentos frequentes de publicações a respeito do Brasil em jornais e redes sociais de outros países.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Dia histórico?

Novela da Previdência deve acabar hoje com final mais feliz que o esperado

Senado termina de votar emendas pela manhã e texto da reforma vai para o segundo turno de votação à tarde

Seu Dinheiro na sua noite

Um novo recorde na maratona da bolsa

No dia 12 de outubro, o queniano Eliud Kipchoge atingiu uma marca considerada por muito tempo impossível para um ser humano: correr os 42 quilômetros da maratona em menos de duas horas. O campeão olímpico dos Jogos do Rio cruzou a linha de chegada em uma prova não-oficial realizada em Viena, na Áustria, com o […]

Mudanças no funcionalismo público

Maia quer iniciar reforma administrativa até a próxima semana na Câmara

Estratégia traçada pelo presidente da Câmara, porém, ainda depende do aval de lideranças e também da equipe econômica

Só falta um passo

Sem mudanças no radar, conclusão da reforma da Previdência pode se estender até quarta-feira

O texto da reforma que será votado prevê uma economia fiscal de R$ 800 bilhões em dez anos

O poder das redes

Facebook, de Mark Zuckerberg, pega Rússia e Irã tentando intervir nas eleições dos EUA em 2020

Notícia vem em meio a uma ofensiva que a gigante das redes sociais tem feito para combater ataques nas eleições mundo afora

Dinheiro na mão mais cedo

Caixa antecipa saque imediato do FGTS. Tudo será pago em 2019

Calendário de saque para não correntistas que iria até março de 2020 foi antecipado. Assim, todo impacto da liberação, estimada em R$ 40 bilhões, acontecerá em 2019

chegando no gigante asiático

Tesla recebe sinal verde para fabricar veículos na China

Ministério da Indústria da China concedeu à montadora do bilionário Elon Musk a autorização para operar

Negócios da educação

Yduqs ganha nova cara e cresce em quantidade e qualidade com compra da dona do Ibmec

Aquisição de R$ 1,92 bilhões é a maior da história da antiga Estácio Participações, que passa a contar com um total de 680 mil alunos, e coloca as ações da Yduqs entre as maiores altas do Ibovespa. Saiba o que os analistas disseram sobre o negócio

De crise em crise

Em reação à liderança de Eduardo Bolsonaro na Câmara, “bivaristas” devem apresentar nova lista

Deputado Júnior Bozzella afirmou que havia um acordo de “trégua” entre os grupos que previa a manutenção de Delegado Waldir como líder até janeiro

Em meio à crise

Demitido da gestão Bolsonaro, Marcos Cintra vai reestruturar o PSL

Ex-secretário perdeu o cargo, em setembro passado, porque o presidente Bolsonaro não concordou com a volta de um imposto nos moldes da antiga CPMF

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements