Menu
2019-04-04T14:43:57+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Na onda das concessões

Governo gaúcho anuncia privatização de rodovias estaduais e concessionárias do setor sobem forte na bolsa

BR-101, BR-386, BR-290 (trecho de Freeway) e BR-448 (Rodovia do Parque) devem passar para a iniciativa privada

11 de janeiro de 2019
16:42 - atualizado às 14:43
Eduardo Leite
Notícia anunciada pelo governador tucano animou os investidores na bolsa - Imagem: Governo do Rio Grande do Sul

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), anunciou pelo Twitter a assinatura de um contrato de concessão de quatro das mais importantes rodovias federais gaúchas. Segundo o tucano, BR-101, BR-386, BR-290 (trecho de Freeway) e BR-448 (Rodovia do Parque) devem passar para a iniciativa privada

O leilão, realizado em novembro do ano passado, foi vencido pela Companhia de Participações em Concessões, empresa do grupo CCR, que já administra mais de 2,4 mil quilômetros de rodovias no Brasil. A companhia fixou a tarifa básica do pedágio em R$ 4,30545, deságio de 40,53% sobre o valor inicial.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

A notícia animou os investidores das concessionárias de rodovias listadas na bolsa. Na tarde desta sexta-feira, 11, CCR e EcoRodovias lideravam as altas do Ibovespa, subindo 3,33% e 2,55%, respectivamente. O movimento de valorização também era sustentado pela expectativa de que o governo federal anuncie novas concessões rodoviárias.

Segundo Eduardo Leite, o modelo de parceria público-privada adotado na concessão garantirá que R$ 13,4 bilhões sejam investidos pelos próximos 30 anos. Pelo projeto oficial, estão previstas, obrigatoriamente, duplicações de mais de 225 km da BR-386 e implantação de faixas adicionais em trechos já duplicados da BR-290 e BR-386. Além disso, estão previstos investimentos de implantação de 73,8 km de vias marginais e outras melhorias.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

O dia seguinte

O dia seguinte à bolada que assessores do PT levaram na Mega-Sena

Euforia de ontem foi substituída por cadeiras vazias nas salas da liderança do partido na Câmara dos Deputados

Vai ficar no papel?

Alcolumbre diz que há receio em autorizar privatização da Eletrobras

Presidente do Congresso relatou que 48 senadores do Norte e do Norte são contra, o que tornaria inviável a aprovação de um projeto com esse modelo

Acelerou

Preço médio dos imóveis residenciais sobe 0,36% em agosto

Dados foram divulgados nesta quinta-feira pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança

Ainda não é suficiente

Secretário da Previdência diz que para reforma ser sustentável, “precisamos de camada de capitalização”

Equipe econômica, no entanto, já trabalha em outras medidas como combate à fraude na concessão de aposentadorias e pensões e na gestão dos sistema

Será que vai melar?

Parlamento da Áustria aprova resolução obrigando governo a vetar UE-Mercosul

Movimento ocorre a poucos dias das eleições parlamentares na Áustria, antecipadas para o próximo dia 29 de setembro

Clima tenso entre os brothers

UE está pronta para impor tarifas retaliatórias contra os EUA, diz ministro da França

Bruno Le Maire comentou que a UE se prepara para eventuais sanções contra os EUA por causa de uma disputa sobre subsídios no setor de aviação

De olho na reforma

Câmara e Senado construirão proposta conjunta sobre reforma tributária, diz Maia

O presidente da Câmara também não descartou a ideia de criação de uma comissão mista (com senadores e deputados) para tratar da reforma tributária

O futuro da energia

Shell diz que seu plano é investir US$ 3 bilhões por ano em renováveis no mundo

Presidente da petroleira no Brasil afirmou que não há um prazo para definir os investimentos e que o importante é que os projetos “façam sentido”

De olho nas contas públicas

Governo deve descontingenciar entre R$ 12 bilhões e R$ 13 bilhões, diz secretário

Com a arrecadação maior nos últimos meses, a ideia é liberar parte do orçamento, que foi contingenciado nos meses anteriores

Será que cai mais?

Na contramão do mercado, Itaú mantém projeção para Selic em 5,0% no fim do ano

Segundo relatório da instituição, o banco seguirá observando os dados para a inflação e a taxa de câmbio do Banco Central para decidir por uma nova reavaliação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements