Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-11-25T19:27:47-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

Gabigol e o dólar

25 de novembro de 2019
19:27
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Até os 43 minutos do segundo da decisão da Copa Libertadores no último sábado, o Flamengo perdia o jogo para o River Plate por 1 a 0.

Se a virada não tivesse acontecido, os analistas esportivos de plantão certamente fariam críticas pesadas ao futebol apresentado pela equipe do técnico Jorge Jesus.

A história, porém, será contada pelos três minutos em que saíram os dois gols do Gabigol que decidiram a partida.

No mercado financeiro, a diferença entre vencedores e perdedores também costuma ser definida em poucos lances. Uma semana depois de cravar a máxima histórica, o dólar repetiu a dose nesta segunda-feira e bateu em R$ 4,2145.

Sempre que isso acontece, alguém me pergunta se é hora de comprar a moeda norte-americana. A minha resposta invariavelmente é “sim”.

Não porque eu aposte na alta – eu acredito até que o fôlego do câmbio está perto do fim. Mas ter uma pequena parcela de dólares na carteira sempre é importante como forma de diversificação, seja qual for o momento do mercado.

Acertar a hora exata de comprar e vender dólar, aliás, costuma ser receita certa para o fracasso. A virada pode ocorrer a qualquer momento e as explicações só ficam claras depois que o movimento acontece.

Na hora de investir, o melhor a fazer é deixar a torcida de lado e se guiar sempre por seus prazos e objetivos. Nunca se sabe quando vai ter gol do Gabigol.

Confira na cobertura do Victor Aguiar o que fez o dólar bater o novo recorde hoje e também as principais movimentações na bolsa.

De olho no fundo

Gestora de um dos fundos imobiliários com maior número de investidores na B3, a Supernova Capital teve três sócios presos dentro da Operação Máfia das Falências, do Ministério Público de Goiás (MP-GO). As cotas do GGR Covepi Renda FII (GGRC11), fundo que conta com mais de 55 mil cotistas, reagiram em forte queda nesta segunda-feira. A Julia Wiltgen acompanha de perto e traz os todos os detalhes do caso para você.

O queridinho do Tesouro Direto

Depois de uma sequência de recordes de captação no início do ano, o Tesouro Direto vem entregando resultados mais magros nos últimos meses. Em outubro, por exemplo, foram R$ 49 milhões de captação líquida, número ínfimo se compararmos aos resultados próximos aos bilhões mensais observados ao longo do primeiro semestre. O volume foi menor, mas o título queridinho dos investidores segue firme e forte na liderança de captação, como mostra o Eduardo Campos.

Bye-bye gringo

Já faz um tempo que falamos aqui na nossa newsletter que o gringo não quer saber de entrar na bolsa brasileira. O momento pode até ser de recordes do Ibovespa, mas o fato é que a visão dos investidores estrangeiros ainda é de bastante cautela. Prova disso são os resultados do balanço de investimentos em ações de outubro. Pelo terceiro mês seguido, a bolsa amargou saída de recursos, contribuindo para o pior resultado em mais de dez anos, de acordo com o Banco Central. Vale lembrar que esse dado é diferente do divulgado pela B3. Quem conta a diferença entre um e o outro é o Edu Campos.

A voz das ruas

O Chile até pode ser uma das inspirações da equipe econômica do governo quando o assunto é políticas econômicas. Mas no quesito político e social, o governo Bolsonaro quer mais é distância do que acontece do lado de lá da cordilheira. Tanto é que a equipe de Guedes começou a mover seus pauzinhos para dar um gás nos programas sociais e de combate à pobreza, com o temor de que a onda de protestos no Chile chegue às ruas do Brasil. Mas a motivação para esse pacote também tem outras origens, como você confere nesta matéria.

Perdendo a carteira

Acumulando perdas na bolsa desde o início do ano e prejuízos bilionários, a Uber sofreu mais um revés hoje. A companhia não poderá mais atuar em Londres. A agência pública de transporte local anunciou que não renovará a licença para a gigante americana fornecer seus serviços da cidade. Após a notícia, as ações começaram o dia apanhando no pré-mercado, mas o saldo do dia não foi tão ruim assim. Entenda o caso.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

UM DOS IPOs DO ANO

Presidente da XP diz que não descarta listar a companhia na bolsa brasileira

O executivo disse que a ideia sempre foi fazer uma listagem no Brasil, visto que a empresa sempre se posicionou “como disruptora do mercado local, democratizando investimentos”

POLÍTICA

Justiça derruba suspensão de deputados do PSL; Joice pode perder liderança

Nesta quarta-feira, Joice foi confirmada líder do PSL na Câmara e em sua primeira coletiva no cargo afirmou que vai buscar uma pacificação na bancada

Até que enfim!

Agência de risco S&P eleva perspectiva para nota do Brasil para “positiva”

Embora atrasada, a decisão da S&P abre caminho para a recuperação no selo de bom pagador do país, perdido em setembro de 2015

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

A última superquarta do ano

Nesta última superquarta de 2019, o mercado ficou em compasso de espera pelas decisões de política monetária do Federal Reserve (Fed), o banco central americano, e do Banco Central brasileiro. No meio da tarde, o Fed anunciou a manutenção das taxas de juros, interrompendo um ciclo de três reduções consecutivas. Mas como o resultado já […]

Sessão tranquila

Sem surpresas com o Fed, dólar cai a R$ 4,11 e Ibovespa fecha em leve alta

A primeira parte do script imaginado pelos mercados foi cumprida à risca: o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) manteve a taxa de juros no país na faixa de 1,50% e 1,75% ao ano, conforme era esperado pelos agentes financeiros. E, sem nenhuma surpresa, o dólar à vista encontrou espaço para continuar caindo, enquanto […]

Menor juro da história

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 4,5% ao ano

Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central cortou a Selic mais uma vez

Juros

Banco Central reduz juros para 4,5% ao ano, mas não garante novos cortes

Com a nova redução de 0,5 ponto percentual em decisão unânime tomada pelo Copom, a Selic renova a mínima histórica

Antes tarde do que nunca?

No dia do IPO da XP, CVM lança proposta para facilitar listagem de BDR

Se já estivesse em vigor, a regra permitiria a listagem de recibos de ações da XP na bolsa brasileira. CVM também pretende liberar investimento em BDR para o varejo

SEM BUROCRACIAS

Em evento na CNI, Bolsonaro faz acenos ao empresariado ao criticar “burocracias”

“Cada instrução normativa deve ser muito bem pensada. Deve atender ao interesse do Brasil. Não de grupos”, disse o presidente

MAIS MAGRINHA

Venda de 51% da Gaspetro com 20 distribuidoras deverá ser por IPO, diz Petrobras

“As conversas continuam com a Mitsui e a nossa expectativa é realizar a transação no mercado de capitais. Em 2015 a Petrobras vendeu 49% da empresa para a Mitsui e agora vamos vender nossa parte em bolsa”, disse Castello Branco

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements