Menu
2019-09-06T09:04:55+00:00
vai ficar com o parquinho

Família de Beto Carrero desiste de vender parque

Negociações começaram em novembro de 2018; opção era pela Cacau Show e pela rede de restaurantes Madero

6 de setembro de 2019
9:04
Beto Carrero
Imagem: Shutterstock

Depois de optar pela proposta de compra feita pela Cacau Show e pela rede de restaurantes Madero, a família herdeira do parque Beto Carrero desistiu de vender o complexo de entretenimento, apurou o Estado. Os fundos americanos Advent e HIG Capital também haviam feito ofertas pelo parque.

As negociações começaram em novembro de 2018 e foram encerradas há cerca de duas semanas, com a desistência da família - que ontem, em nota, negou ter travado conversas relativas ao negócio.

Os fundos haviam proposto comprar o complexo por cerca de R$ 1 bilhão. O Madero, que havia começado na disputa sozinho, aliou-se à Cacau Show e quase fechou contrato por R$ 1,1 bilhão, de acordo com fontes próximas às conversas.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Essa seria a primeira investida do Madero e da Cacau Show no setor de entretenimento. A ideia do Madero era colocar seus restaurantes e lanchonetes para dentro do parque.

O fundador da rede de restaurante, Junior Durski, pretende levar sua empresa à Bolsa e o parque encorparia o negócio. Já Alexandre Costa, fundador da Cacau Show, pensava em desenvolver projeto semelhante ao Hershey’s Chocolate World, um parque nos Estados Unidos.

Procurados, Madero, Cacau Show, HIG e Advent não quiseram comentar o assunto.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. 

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

quem disse que tá ruim?

Novatas de tecnologia na bolsa americana têm desempenho acima do S&P 500 – mesmo levando em conta Uber e Lyft

Levantamento feito por publicação americana leva em conta 13 IPOs de tecnologia deste ano nas bolsas e mostram que os papéis, juntos, valorizaram mais que o S&P 500

tensão

Drones atacam instalações de petroleira na Arábia Saudita

Reivindicado pelos rebeldes houthis que combatem a intervenção saudita no vizinho Iêmen, ataque atingiu duas refinarias da Aramco

oportunidades à vista

Brasil consegue abertura do mercado egípcio para lácteos e Bolsonaro comemora

Produtores brasileiros poderão exportar, já a partir de outubro, produtos como leite em pó e queijos para o mercado egípcio

unicórnio vai à bolsa

Startup de escritórios compartilhados WeWork reduz poderes do CEO

Prestes a estrear na bolsa, a WeWork enfrenta a preocupações de investidores por conta de seu modelo de negócio.

olha a dupla aí

Com IPO da C&A e avanço da Amazon, mercado espera aceleração de investimentos no varejo

Especialistas avaliam a oferta pública inicial de ações da rede de lojas de vestuário e a escalada da varejista fundada por Jeff Bezos

novela com o bilionário

Executivo das criptomoedas pagou US$ 4,6 milhões por almoço com Warren Buffett – mas encontro pode não acontecer

CEO da Tron, Justin Sun, venceu leilão beneficente que promove um encontro com o lendário investidor, mas história teve desdobramentos inesperados

olhos lá na frente

Mineradora tem projeto de R$ 9,1 bi com megabarragem no Norte de MG

Projeto prevê uma das maiores barragens de rejeitos do País, mas é condenado por entidades como o Movimento dos Atingidos por Barragens; empresa afirma que o modelo é seguro

o melhor do seu dinheiro

MAIS LIDAS: Uma empresa que vale zero?

Mais lida da semana, matéria conta as duras críticas de um analista quanto ao negócio da Tesla, do bilionário Elon Musk. Veja outras notícias que bombaram no Seu Dinheiro nos últimos sete dias.

agora vai?

CSN negocia retomada da ferrovia Transnordestina

Já foram investidos na obra R$ 6,2 bilhões e ainda faltam R$ 6,7 bilhões para concluir os 48% da ferrovia que restam para ser feitos

o futuro já chegou

Carros elétricos são estrelas em evento de Frankfurt

No Salão de Frankfurt, praticamente todos os estandes tem os automóveis movidos a energia elétrica ou híbridos como atrações principais

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements