Menu
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Sangue Frio

Essa é a profissão dos investidores que não têm medo de arriscar no Brasil

Estudo analisou as atitudes de 20 mil investidores diante de situações de risco levando em conta suas profissões

19 de setembro de 2018
11:17 - atualizado às 16:26
Imagem: Shutterstock

Ser investidor no Brasil é arriscado, principalmente com a onda de instabilidade política e econômica que o país atravessa no momento. Um estudo mostra que os pilotos de aeronaves são os que mais têm sangue-frio para lidar com essas oscilações. O levantamento foi realizado pela corretora Socopa e divulgado pelo "Estado de S. Paulo" nesta terça-feira (19).

Sem medo

A empresa analisou a reação de 20 mil investidores diante de situações de riscos no mercado e descobriu que os pilotos são os que mais mantêm a estratégia inicial de investimento, independente de eventuais mudanças no cenário econômico. Ainda segundo o estudo, as ações representam em média 62,5% da carteira desses profissionais.

Por outro lado

O estudo indica que os profissionais de letras e artes são os mais sensíveis a perdas e, portanto, os que têm perfil mais conservador de investimento. Professores, escritores e artistas entram nessa lista. Em média, a carteira deles é composta apenas por 4,7% de ações. Por isso, eles tendem a alocar mais recursos em papéis de renda fixa, como títulos do Tesouro.

Comentários
Leia também
Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu