Menu
2019-02-03T17:27:05+00:00
Reformas à vista?

Eleições de Alcolumbre e Maia devem animar mercado, dizem economistas

Para o economista-chefe da Nova Futura Investimentos, Pedro Paulo Silveira, apesar de algumas dificuldades, “o resultado líquido é uma vitória do governo”

3 de fevereiro de 2019
17:27
congresso-nacional
Congresso Nacional em Brasília - Imagem: Shutterstock

Nomes do governo, as eleições de Davi Alcolumbre (DEM-AP) e de Rodrigo Maia (DEM-RJ) para as presidências do Senado e da Câmara dos Deputados, respectivamente, devem animar os mercados na segunda-feira, 4, apostam economistas.

Para o economista-chefe da Nova Futura Investimentos, Pedro Paulo Silveira, apesar de algumas dificuldades, "o resultado líquido é uma vitória do governo".

"Eu acho que o primeiro nome (Maia) já foi dentro do que o governo esperava. Eu imagino que reforça a ideia que vai ser mais fácil para o governo negociar com a Câmara tendo ele como interlocutor", defendeu.

Já o resultado do Senado trouxe algumas instabilidades. "(O contexto) mostrou um Senado mais problemático. A forma como aconteceu, bem turbulenta, pode trazer um pouco de emoção para o governo. Mas, no final das contas, sinaliza que o governo tem a maioria lá", disse.

Na atual etapa de debates envolvendo a Previdência, a principal reforma aguardada pelo mercado, Silveira disse que as atenções continuarão no Congresso, daí a relevância da vitória governista nas presidências das duas casas. "Passada a reforma da Previdência, os olhos dos mercados estarão mais focados nos ministérios do que no Legislativo", disse. O economista explicou que diversas pastas do governo já sinalizaram a elaboração de propostas importantes para destravar a economia - promessa do governo que já estaria até embutida nos preços dos ativos, com o Ibovespa se aproximando dos 100 mil pontos.

"Vitória do Davi pode ter deixado cicatrizes no Senado", diz economista.

O economista-chefe da Necton Investimentos, André Perfeito, diz que ainda é cedo para avaliar os reais benefícios que tal cenário trará para o andamento das reformas. Segundo Perfeito, o mercado deve voltar a operar animado na segunda-feira.

"É provável que o mercado se entusiasme (com a vitória dos aliados), mas vai demorar muito ainda para a gente entender se eles (Maia e Alcolumbre) vão conseguir articular ou não. A vitória do Davi pode ter deixado cicatrizes no Senado", disse.

De acordo com Perfeito, o pleito tumultuado e o conflito com Renan Calheiros (MDB-AL) podem ser uma conta cara no futuro. "O custo elevado é que o Senado está conflitado. Renan (Calheiros) é um inimigo poderoso e eles conseguiram transformar ele em um inimigo (do governo) e isso preocupa", argumentou.

Perfeito ponderou, ainda, que a vitória de Maia não garante sinal verde para o governo na Câmara. "Maia conseguiu chegar de forma contundente e fazendo acordos tanto com a direita, quanto com a esquerda. Não se sabe que tipo de aliança é essa que se construiu", disse o especialista.

O economista-chefe da Necton lembrou que Maia pode facilitar o trânsito do governo, mas que ele sozinho tem poderes limitados. "As pessoas vão ter de ir atrás dos votos na Câmara. Não depende dele (Maia)", afirmou, acrescentando que o governo poderá ter dificuldade no andamento das propostas que dependam das mesas diretoras.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Seu Dinheiro na sua noite

Insiste em zero a zero e eu quero um a um

Você disse que não sabe se não. Mas também não tem certeza que sim. Se Djavan fosse um analista de mercado, representaria o sentimento dos investidores sobre o que vai acontecer com as taxas de juros no país. Para muita gente, não é mais uma questão de “se”, mas de “quando” a Selic vai cair. […]

Tá liberado!

Governo amplia setores autorizados a trabalhar aos domingos e feriados

A partir de hoje, 78 setores estão autorizados a funcionar nesses dias. Entre os novos segmentos está o comércio em geral

Agora vai?

Leilão de ativos da Avianca Brasil acontecerá no dia 10 de julho

Colegiado de desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo liberou a decisão sobre a na manhã de ontem

Preenchendo a vaga

À espera de aprovação do nome de Montezano, BNDES nomeia presidente interino

Nome do atual diretor de finanças da instituição, José Flávio Ferreira Ramos, foi indicado para ocupar o posto provisoriamente

O rombo em forma de dados

Mansueto: dos 26 Estados mais DF, 14 gastam acima do limite de 60% com pessoal

Percentual abordado pelo secretário o Tesouro Nacional foi estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal

Olha eles aí outra vez

Deputados favoráveis à reforma da Previdência defendem volta da capitalização e de Estados

Sessão para debates sobre o relatório na comissão especial da reforma da Previdência na Câmara contou com várias defesas dos pontos retirados

negócio fechado

Embraer assina cooperação estratégica com a Elta para desenvolver P600 AEW

Com o acordo, as duas empresas criam um novo segmento de mercado, o de AEW; aeronave de última geração foi concebida para atuar em um novo segmento do mercado

acelerou! (um pouquinho)

Preço médio dos imóveis residenciais sobe 0,29% em maio em 10 capitais, diz associação

A Abecip avaliou, em nota, que as altas nos preços dos imóveis residenciais na maioria das capitais ainda não resultam em uma recomposição dos valores dos imóveis em termos reais.

temos um impasse

Virtualmente demitido, presidente dos Correios diz que só deixa o cargo com pedido formal

Bolsonaro disse na última sexta-feira que demitiria o presidente dos Correios pelo comportamento “sindicalista”; mas ele não deixou o cargo: ontem foi trabalhar normalmente e disse, em palestra, que só sai com formalização da demissão

Blog da Angela

Nativos e gringos soltam o verbo e mercados comemoram

Discurso afinado de relator sobre capitalização na Previdência anima; Draghi levanta a bola e Trump corta com categoria – para o Federal Reserve

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements