Menu
Reformas à vista?

Eleições de Alcolumbre e Maia devem animar mercado, dizem economistas

Para o economista-chefe da Nova Futura Investimentos, Pedro Paulo Silveira, apesar de algumas dificuldades, “o resultado líquido é uma vitória do governo”

congresso-nacional
Congresso Nacional em Brasília - Imagem: Shutterstock

Nomes do governo, as eleições de Davi Alcolumbre (DEM-AP) e de Rodrigo Maia (DEM-RJ) para as presidências do Senado e da Câmara dos Deputados, respectivamente, devem animar os mercados na segunda-feira, 4, apostam economistas.

Para o economista-chefe da Nova Futura Investimentos, Pedro Paulo Silveira, apesar de algumas dificuldades, "o resultado líquido é uma vitória do governo".

"Eu acho que o primeiro nome (Maia) já foi dentro do que o governo esperava. Eu imagino que reforça a ideia que vai ser mais fácil para o governo negociar com a Câmara tendo ele como interlocutor", defendeu.

Já o resultado do Senado trouxe algumas instabilidades. "(O contexto) mostrou um Senado mais problemático. A forma como aconteceu, bem turbulenta, pode trazer um pouco de emoção para o governo. Mas, no final das contas, sinaliza que o governo tem a maioria lá", disse.

Na atual etapa de debates envolvendo a Previdência, a principal reforma aguardada pelo mercado, Silveira disse que as atenções continuarão no Congresso, daí a relevância da vitória governista nas presidências das duas casas. "Passada a reforma da Previdência, os olhos dos mercados estarão mais focados nos ministérios do que no Legislativo", disse. O economista explicou que diversas pastas do governo já sinalizaram a elaboração de propostas importantes para destravar a economia - promessa do governo que já estaria até embutida nos preços dos ativos, com o Ibovespa se aproximando dos 100 mil pontos.

"Vitória do Davi pode ter deixado cicatrizes no Senado", diz economista.

O economista-chefe da Necton Investimentos, André Perfeito, diz que ainda é cedo para avaliar os reais benefícios que tal cenário trará para o andamento das reformas. Segundo Perfeito, o mercado deve voltar a operar animado na segunda-feira.

"É provável que o mercado se entusiasme (com a vitória dos aliados), mas vai demorar muito ainda para a gente entender se eles (Maia e Alcolumbre) vão conseguir articular ou não. A vitória do Davi pode ter deixado cicatrizes no Senado", disse.

De acordo com Perfeito, o pleito tumultuado e o conflito com Renan Calheiros (MDB-AL) podem ser uma conta cara no futuro. "O custo elevado é que o Senado está conflitado. Renan (Calheiros) é um inimigo poderoso e eles conseguiram transformar ele em um inimigo (do governo) e isso preocupa", argumentou.

Perfeito ponderou, ainda, que a vitória de Maia não garante sinal verde para o governo na Câmara. "Maia conseguiu chegar de forma contundente e fazendo acordos tanto com a direita, quanto com a esquerda. Não se sabe que tipo de aliança é essa que se construiu", disse o especialista.

O economista-chefe da Necton lembrou que Maia pode facilitar o trânsito do governo, mas que ele sozinho tem poderes limitados. "As pessoas vão ter de ir atrás dos votos na Câmara. Não depende dele (Maia)", afirmou, acrescentando que o governo poderá ter dificuldade no andamento das propostas que dependam das mesas diretoras.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

IR 2019

Plantão do IR: honorários advocatícios podem ser deduzidos do imposto de renda?

A repórter Julia Wiltgen conversou com o advogado tributarista Samir Choaib, da Choaib, Paiva e Justo Advogados, e respondeu às principais dúvidas dos leitores do Seu Dinheiro

IR 2019

Plantão do IR: como declarar indenização trabalhista no imposto de renda?

A repórter Julia Wiltgen conversou com o advogado tributarista Samir Choaib, da Choaib, Paiva e Justo Advogados, e respondeu às principais dúvidas dos leitores do Seu Dinheiro

IR 2019

Plantão do IR: como adicionar corretagem e emolumentos ao preço médio de uma ação?

A repórter Julia Wiltgen conversou com o advogado tributarista Samir Choaib, da Choaib, Paiva e Justo Advogados, e respondeu às principais dúvidas dos leitores do Seu Dinheiro

Topa?

Um modelo de empresa para concorrer com a agiotagem

Bolsonaro sancionou a criação da Empresa Simples de Crédito (ESC) buscando estimular financiamento para micro e pequenas empresas

Pra gaveta!

Cade arquiva processos contra seis bancos que investigavam abuso no crédito consignado

Conselho livrou dos processos os bancos Bradesco, Santander, Caixa, Itaú, BRB e Banrisul

Agora o bicho pega!

Rodrigo Maia cria comissão especial que vai analisar a reforma da Previdência

Colegiado será composto por 34 membros e 34 suplentes e deve ser oficialmente instaurado pelo presidente da Casa na quinta-feira

Vai acelerar?

Governo promete intensificar reuniões com partidos para discutir a reforma da Previdência

Líder do governo na Câmara ignora críticas à articulação na votação da reforma e diz que comentários são um sinal de busca por diálogo

Acertando os detalhes

Ministério de Minas e Energia define cálculo de compensação à Petrobras na cessão onerosa

Ao todo, serão devolvidos à empresa US$ 354,4 milhões pelo gasto em equipamentos e US$ 7,7 bilhões no gasto com plataformas

Dados do BC

Entrada de dólares supera a saída em US$ 1,63 bilhões no acumulado do ano até 18 de abril

Para efeitos de comparação, em igual período do ano passado, o resultado era positivo em US$ 11,311 bilhões

Pior desempenho para março desde 2017

Arrecadação de impostos em março cai e soma R$ 109,854 bilhões, diz Receita

Queda real (já descontada a inflação) foi de 0,58% na comparação com o mesmo mês de 2018; em relação a fevereiro deste ano, baixa foi de 5,24%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu