Menu
2019-09-28T18:36:32+00:00
Eleições no radar

Doria inicia no Rio de Janeiro a caminhada do ‘novo PSDB’, de olho em 2022

O governador de São Paulo, Joao Doria, esteve num evento do PSDB no Rio de Janeiro e pregou a união do país, dizendo que a boa política se faz unindo as pessoas

28 de setembro de 2019
17:17 - atualizado às 18:36
João Doria
João Doria - Imagem: Shutterstock

O primeiro evento fora de São Paulo do que vem sendo apresentado como "novo PSDB" ocorreu num lugar simbólico para o projeto presidencial do governador João Doria: o Rio de Janeiro, berço político do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e do governador Wilson Witzel (PSC), dois possíveis adversários do tucano em 2022.

  • LANÇAMENTO: Pela primeira vez um curso completo de análise gráfica acessível para qualquer pessoa. Apenas 97 vagas no preço promocional. Veja agora.

Estrela do encontro deste sábado, 28, Doria pregou a união do País ao dizer que "a boa política se faz unindo as pessoas, não separando."

Todo o discurso do governador foi centrado nesse ponto. Criticou, por exemplo, o que considera os extremos do espectro político. "Os extremos não constroem, os extremos destroem", disse. "Nós erramos, sim, mas tivemos a humildade de corrigir. Os extremados não reconhecem os erros."

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Doria busca se desvencilhar de uma direita mais radical associada a Bolsonaro e Witzel, mas sem deixar de lado as críticas ao PT que sempre alicerçaram sua recente trajetória política. Questionado pela imprensa, disse que "não fulanizou" ao tecer os comentários durante o discurso. E usou o termo "centro democrático", muito associado a um grupo que orbita em torno do apresentador Luciano Huck, como o caminho para o futuro do País.

Outra forma de se diferenciar do bolsonarismo foi a citação à defesa do Meio Ambiente e à valorização da Cultura, dois pontos críticos do governo Bolsonaro.

O evento foi realizado no Hotel Windsor da Barra da Tijuca, o mesmo que Bolsonaro usou algumas vezes durante a eleição de 2018. O PSDB do Rio é comandado hoje pelo empresário Paulo Marinho, um dos principais articuladores da campanha do presidente, de quem virou dissidente junto com o ex-ministro Gustavo Bebianno, da Secretaria-Geral da Presidência.

Bebianno também esteve no hotel nesta manhã e, assim como Doria, buscou se posicionar como alguém que não concorda com os rumos seguidos pelo bolsonarismo. "O pêndulo estava todo à esquerda, agora está todo à direita. Acho que ele precisa parar no centro, olhar para o Brasil", apontou o ex-ministro, que disse ser um "órfão" do PSDB.

O encontro marca o início da construção de palanques para Doria de olho em 2022. Foi o primeiro fora de São Paulo - e num lugar em que os tucanos não têm força política expressiva. Em 2018, o partido não elegeu nenhum deputado federal pelo Rio.

Também nos clichês, o PSDB busca ser mais carioca e conquistar uma cidade que nunca lhe pertenceu. O comício da manhã deste sábado tinha à disposição dos militantes pacotes de biscoito Globo, tradicional iguaria das praias da cidade. A agitação foi comandada pela bateria da escola de samba São Clemente. Quando Doria chegou, pouco depois das 11h, o puxador do grupo cantou um samba cuja letra dizia que "o bandeirante veio para colonizar".

Sob Marinho, o PSDB do Rio tenta ainda moldar o discurso a fim de atrair mais mulheres e jovens, por exemplo. "Esse é o nosso mantra: mais mulheres e jovens", afirmou Doria.

A pré-candidata do partido à Prefeitura do Rio, Mariana Ribas, foi apresentada como a futura prefeita do Rio por Marinho e, segundo Doria, representa tudo o que o novo PSDB precisa buscar. Contudo, é muito provável que a sigla caminhe junto com o ex-prefeito Eduardo Paes, que será candidato pelo DEM.

Atração surpresa

Paes apareceu de surpresa no evento e falou que "as boas forças" precisam estar juntas. "Nós vamos estar juntos para fazer com que o Rio volte a estufar o peito e tenha orgulho da cidade", disse o ex-prefeito. Outro nome ventilado para a eleição municipal do ano que vem, o deputado federal Marcelo Calero (Cidadania), também falou na convenção e chamou Paes de "o melhor prefeito que essa cidade já teve."

Ex-emedebista, Paes é uma peça-chave na eleição municipal do Rio. Seu anúncio oficial de entrada na disputa, que só deve acontecer no início do ano que vem, provoca impacto nas diversas candidaturas.

Apesar de, em tese, ser um evento de âmbito local, o encontro do novo PSDB fluminense teve uma série de lideranças nacionais do partido. Discursaram no palanque o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, o presidente nacional da sigla, Bruno Araújo, e a ex-governadora do Rio Grande do Sul Yeda Crusius.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Débito e crédito

Luiz Frias: o empresário da mídia que virou bilionário com as maquininhas

Conheça o herdeiro da Folha de S.Paulo e entusiasta da internet que revolucionou mercado de meios de pagamentos no Brasil com a PagSeguro

Ações para uma vida

Conheça os 5 maiores investimentos da carteira do bilionário Warren Buffett

Em junho deste ano, a holding de Warren Buffett detinha na carteira ações de 47 companhias. Mas cinco delas representavam 69% do total em valor de mercado. Confira quais são as queridinhas do “oráculo de Omaha”

QUER GANHAR DINHEIRO?

5 estratégias para lucrar na bolsa olhando apenas os gráficos

Quem souber interpretar esses movimentos pode ter insights valiosos sobre a tendência de preços.

Impasse sem fim

Hoje não? Hoje sim. Parlamento britânico volta a adiar votação sobre acordo do Brexit

Foi um duro golpe para primeiro-ministro Boris Johnson, que poderá se ver obrigado a pedir à União Europeia o adiamento da saída do Reino Unido

Sócios na bolsa

Banco do Brasil atrai mais de R$ 7 bilhões em recursos de pessoas físicas em oferta de ações

Uma parcela de 30% da emissão do Banco do Brasil foi destinada ao varejo, embora a demanda fosse suficiente para cobrir o total da oferta, de R$ 5,8 bilhões

O melhor do Seu Dinheiro

MAIS LIDAS: Um novo modelo para o concurso público

Durante um bom tempo, se você digitasse “Banco do Brasil” no Google, a primeira palavra sugerida para a busca seria “concurso”. Ainda hoje o termo aparece bem à frente nas pesquisas do site do que “investimentos”, por exemplo. A estabilidade de uma carreira no serviço público continua sendo a aspiração de muita gente, ainda mais […]

Governança corporativa

Após vender Via Varejo, GPA dá novo passo para migrar ações ao Novo Mercado da B3

Pão de Açúcar publicou o primeiro aviso da oferta pública de aquisição (OPA) da Almacenes Éxito, que possui ações listadas na Colômbia, dentro da reestruturação das operações do grupo francês Casino na América Latina

Maquininhas de cartão

Luz verde! UBS inicia cobertura de ações da Stone com recomendação de compra

O preço-alvo para as ações da Stone, que são negociadas na Nasdaq, foi definido em US$ 42, o que representa um potencial de alta da ordem de 23%

Briga política

Bolsonaro quer processar deputado que o chamou de ‘vagabundo’

Em áudio vazado de uma reunião interna da legenda, o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir, também disse que vai “implodir” o presidente Jair Bolsonaro

Smartphone

Com iPhone 11 mais barato, Apple volta a atrair fila de lançamento

Preços do iPhone 11 ainda são salgados e variam entre R$ 5 mil e R$ 9,6 mil, mas estão um pouco abaixo de 2018, quando a Apple lançou o modelo XR por pelo menos R$ 5,2 mil

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements