Menu
2019-04-04T14:51:32+00:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Truco!

Dona do Frango Assado e do Viena retruca a Sapore e pede esclarecimentos sobre OPA

Em carta enviada à Abanzai Representações (que controla a Sapore), a International Meal Company deixa claro que o processo está longe do fim

23 de novembro de 2018
14:57 - atualizado às 14:51
frango-assado IMC
IMC resolveu questionar os motivos que levaram a Sapore a fazer a proposta de uma OPA - Imagem: Facebook/Divulgação

A Sapore até tenta, mas a novela da compra de boa parte da International Meal Company (IMC) está longe de ser concluída. Depois de receber uma proposta hostil de uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) da Abanzai Representações (empresa que controla a Sapore), a IMC resolveu retrucar e pediu esclarecimentos à companhia em relação ao processo.

Entre as dúvidas da dona das redes Frango Assado e Viena está justamente os motivos por trás da OPA, que seria a primeira etapa de uma operação de combinação dos negócios entre os dois grupos. Segundo a empresa, a falta de informações sobre as condições da oferta coloca os acionistas da IMC em desvantagem para decidir que rumo tomar.

Se você ficou perdido sobre o que de fato significa essa chamada 'oferta hostil', vai um resumo: a IMC, que possui uma grande lista de acionistas minoritários, não havia feito qualquer oferta de venda em relação ao seu negócio. Mas aí a Sapore resolveu entrar na jogada com o famoso "se você quiser vender, eu compro" e fez uma OPA para tentar adquirir parte desses papéis que hoje estão pulverizados no mercado.

A partir de agora, a IMC é obrigada a dar uma posição sobre esse negócio: se recomenda ou não a venda desses papéis para os acionistas. E é justamente essa posição, com base no edital, que a IMC alega estar encontrando dificuldades em fechar.

Vale lembrar que no edital divulgado na última segunda-feira, 19, e antecipado pelo Seu Dinheiro no começo do mês, a OPA proposta pela Abanzai tem data marcada (19 de dezembro) e busca a aquisição mínima de 69 milhões de ações ordinárias e máxima de 69,375 milhões de papéis - o que corresponderia a faixa de 41,5% a 42% do total de participação na companhia. O preço-alvo seria de R$ 8,63 por papel.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

O pior já passou

BC reitera importância das reformas e não da Selic para retomada da economia

Ata do Copom diz que juro atual estimula atividade e que redução de incerteza vai impulsionar investimento privado. Selic deve ficar em 6,5% por mais tempo

Guerra comercial

China diz esperar que reunião entre Trump e Xi solucione ‘questões pendentes’

Como parte dos preparativos para o encontro que deve ocorrer durante a reunião do G20, o Representante Comercial dos EUA, Robert Lightizer, falou ontem com o principal negociador de Pequim, o vice-primeiro-ministro Liu He

olho nas eleições

Bolsonaro provoca Doria e fala em 2022

Ao comentar as negociações para a transferência das provas da Fórmula 1 para o Rio de Janeiro, Bolsonaro afirmou que o governador de São Paulo, João Doria, deveria “pensar no País”

no tribunal

CVM retoma nesta terça-feira, 25, julgamento de processos contra Eike Batista

O empresário já recebeu veredito de dois processos; no primeiro, foi condenado a pagar uma multa de R$ 536 milhões por insider trading; no segundo, foi absolvido

Lava Jato

Gilmar Mendes recua e adia julgamento sobre Moro

Decisão de Gilmar Mendes de não devolver o processo para julgamento nesta terça se deu após a pauta da Segunda Turma ser “inchada” com outros casos

Novas regras

Anac ouvirá aéreas sobre distribuição de voos da Avianca

Ontem, a Anac suspendeu cautelarmente a concessão da Avianca Brasil para exploração do serviço de transporte aéreo. Os voos da empresa já estavam suspensos por questão de segurança desde maio

abrindo o mercado

Conselho aprova diretrizes para quebra de monopólio da Petrobras no gás

Apesar do monopólio ter sido quebrado na legislação em 1997, a Petrobrás ainda detém o controle tanto da produção como da distribuição do gás no país

no diálogo

China e EUA concordam em manter comunicações sobre comércio, diz agência

Durante um telefonema, o vice-premiê chinês Liu He falou com o representante comercial americano, Robert Lighthizer, e com o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin

negócio fechado

Transpetro firma com TAG contrato de apoio a transporte de gás de R$ 5,46 bi

O contrato de apoio técnico firmado entre as duas empresas inclui uma série de cláusulas de desempenho, que, caso não seja atingido, pode gerar ônus à subsidiária estatal

A Bula do Mercado

Agenda cheia movimenta mercados

Discurso do presidente do Fed, Jerome Powell, ata do Copom e IPCA-15 estão entre os destaques

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements