Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-05-13T18:56:41+00:00
Seu Dinheiro na sua noite

Dias de risco

13 de maio de 2019
18:56
O Melhor do Seu Dinheiro
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

No dicionário do mercado financeiro, a palavra “risco” pode ser traduzida como a possibilidade de o cenário que você espera não se materializar.

O termo pode ser empregado em qualquer situação. Por exemplo, caso você esteja pessimista, o risco para os seus investimentos é o de as coisas darem certo.

Para a maior parte do mercado, a economia brasileira passou a inspirar confiança desde o fim do ano passado, com a perspectiva de aprovação de uma agenda de reformas no país. Isso se traduziu na alta das ações que nós observamos nos primeiros meses do ano.

Havia então basicamente dois riscos: o desempenho da economia e o andamento da reforma da Previdência no Congresso. Como ambos vêm decepcionando, a bolsa devolveu uma parte da valorização recente.

Ainda assim, o ambiente ainda era favorável porque o cenário externo ajudava, principalmente depois que o BC americano descartou um aumento dos juros por lá.

Só que ainda havia um bode na sala, e com uma conta no Twitter. Desde que Donald Trump reacendeu o temor de uma guerra comercial entre EUA e China, a probabilidade de um desfecho favorável para a economia mundial diminuiu.

A temperatura da crise, que já havia subido na semana passada, entrou em estado de fervura com a decisão dos chineses de dobrar a aposta e anunciar um aumento das tarifas sobre produtos americanos.

Com mais riscos no radar, a decisão dos investidores é a mesma: buscar proteção. Isso se traduz em venda de ações e compra de dólar.

Com uma forte queda de 2,69%, o Ibovespa voltou a se aproximar do patamar de 90 mil pontos. A moeda americana chegou a bater nos R$ 4,00, mas perdeu força ao longo do dia. Como você já sabe, o Victor Aguiar acompanhou de perto e traz todo o panorama desse dia de fuga do risco nos mercados.

O abismo é logo ali

Em dias de pega pra capar no mercado como hoje surgem fagulhas por todos os lados. Uma das especulações que voltaram à baila foi a de que a China poderia vender seu estoque trilionário de títulos da dívida americana como retaliação na guerra comercial com o país de Donald Trump. Se isso de fato acontecer, meu amigo, o mercado estaria diante de um abismo, pronto para pular, afinal os chineses são ninguém menos que os maiores financiadores da dívida norte-americana. Mas quais as chances de algo do tipo acontecer? O Eduardo Campos foi atrás da resposta e conta para você.

Quem te viu, quem te vê

"Quem não conhece não pode mais ver pra crer", diria o analista Chico Buarque sobre o ressurgimento do bitcoin. Depois de uma estrondosa queda no ano passado, que fez muita gente pensar se os detratores da mais famosa das criptomoedas não estavam certos, o bitcoin não só se tornou a melhor aplicação do ano como voltou à marca dos US$ 7 mil (R$ 30 mil) nesta segunda-feira, algo que não se via há muitos meses. Há quem diga que tudo não passe de especulação, mas a Bruna Furlani traz uma explicação técnica (e tecnológica) para essa valorização.

Perdeu o crachá

Uma das empresas que mais apanharam hoje na B3 foi a Braskem. A petroquímica, que mantém ações negociadas tanto aqui no Brasil como nos Estados Unidos, viu seus papéis entrarem em leilão no meio do dia e despencarem logo em seguida. O motivo por trás disso é que a companhia não entregou um formulário obrigatório e teve a negociação suspensa na Bolsa de Nova York (Nyse). Saiba como a empresa controlada por Odebrecht e Petrobras deixou isso acontecer.

Azia e má digestão

Os resultados trimestrais que foram divulgados por algumas empresas hoje não ajudaram a melhorar o clima do mercado. A queda de quase 60% no lucro da fabricante de biscoitos (bolachas?) e massas M. Dias Branco no 1º trimestre derrubou os papéis da companhia hoje na bolsa. No mundo dos hambúrgueres, outro tombo: ações do Burger King caíram mais de 3% após a rede de fast food anunciar mudanças contábeis em seu balanço e ver a geração de caixa vir abaixo das expectativas do mercado.

Novela aérea

A novela “Quem vai ficar com a Avianca” teve uma nova reviravolta. Com medo de perder oportunidades dentro do leilão da aérea, a Azul decidiu fazer uma jogada ousada. A companhia ofereceu US$ 145 milhões por uma parte da empresa que teria na bagagem horários de chegada e partidas em aeroportos, incluindo alguns da ponte aérea Rio-SP. A ideia é garantir a participação da Azul dentro das principais rotas do país.

A grama do vizinho…

...pode, de fato, estar mais verde. Hoje de manhã a Marina Gazzoni falou para você que o Tesouro Direto vai desembolsar nada menos que R$ 9 bilhões na próxima quarta-feira para pagar os investidores em um mega-vencimento de títulos públicos. A hora, portanto, é de pensar o que fazer com essa grana que vai ser liberada. Seria o caso de reinvestir no Tesouro ou partir para a grama do vizinho? No que depender de alguns planejadores financeiros, a segunda opção é a melhor, como você pode conferir nesta matéria.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Não está sendo fácil

Deu ruim pra Cielo! Empresa retira projeção de lucro e corta dividendos dos acionistas

Projeções de lucro entre R$ 2,3 bilhões e R$ 2,6 bilhões foram extintas, enquanto o percentual de distribuição de dividendos caiu para 30%

Só assim resolve!

Se não aprovar a Previdência, só chamando um ministro da Alquimia, diz Bolsonaro

Segundo presidente, mídia tenta criar atrito, mas casamento com Paulo Guedes segue mais forte que nunca. Ministério da Economia solta nota oficial

Seu Dinheiro na sua noite

Paisagem na janela

O mercado financeiro tem todo um linguajar próprio, com uma penca de termos em inglês. Alguns deles já foram “tropicalizados”, por assim dizer, e fazem parte do dia a dia de quem acompanha as negociações. É o caso do IPO, que é a sigla para oferta pública inicial (ou initial public offering), como é chamada […]

Tudo pelo teto de gastos

FMI diz que ajuste fiscal depende de idade mínima e redução de benefícios de servidores

Fundo afirma que uma reforma robusta e medidas adicionais na área fiscal são necessárias para colocar a dívida pública em trajetória sustentável

OUÇA O QUE BOMBOU NA SEMANA

Podcast: Natura e Avon no mesmo pote e o dia depois do ‘tsunami’

Semana foi marcada por negócio bilionário no segmento de beleza, briga pela Netshoes e novidades no front político.

Conquistando aliados

Entidades assinam manifesto pró-reforma da Previdência

Empresários alegam ter confiança na aprovação do texto e dizem que as mudanças são um primeiro passo para a retomada da confiança

Cenário de emprego misto

Caged aponta criação de 129 mil empregos formais em abril; serviços lideram vagas

Resultado divulgado pelo governo, em linha com as expectativas de mercado, foi o melhor para o mês desde 2013

Se quiser ir, vai

Ninguém é obrigado a ficar como ministro, diz Bolsonaro sobre fala de Guedes

Na linha defendida por seu ministro da Economia, presidente voltou a dizer que sem a reforma previdenciária “será o caos na economia”

Privatizações

“Brasil é locomotiva atolada no brejo, precisamos colocá-la sobre os trilhos”, diz Salim Mattar

O secretário responsável pelas privatizações do governo Bolsonaro afirmou mais uma vez que não conhece nenhuma estatal eficiente. “Se alguém encontrar me manda um WhatsApp.”

Mais casos de corrupção

Líder do governo Bolsonaro no Senado está entre os alvos da Lava Jato com bens bloqueados

Senador Fernando Bezerra Coelho é acusar de cometer desvios em negócios relacionados ao esquema de corrupção na Petrobras

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements