Menu
2019-04-04T13:39:24+00:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Projeto de um gigante

Deutsche Bank e Commerzbank confirmam negociações de fusão

Anúncio oficial põe fim a meses de especulações de que os dois bancos estavam explorando uma combinação de ativos

17 de março de 2019
10:50 - atualizado às 13:39
deutsche-bank
Deutsche Bank - Imagem: Shutterstock

O Deutsche Bank, maior banco da Alemanha, e seu concorrente Commerzbank confirmaram neste domingo, 17, que estão em negociações formais para uma fusão. O projeto promete criar uma espécie de "campeão nacional", já que ambos os bancos lutam para retomar suas receitas após cortes profundos em seus braços de investimento.

Em breve comunicado à imprensa, o Commerzbank anunciou que as duas instituições "concordaram hoje em iniciar discussões sobre uma potencial fusão".

Já o Deutsche Bank anunciou em nota que seu conselho de administração decidiu "rever opções estratégicas", enfatizando que "não há certeza sobre o possível resultado das tratativas".

O anúncio acontece após meses de especulações de que os dois bancos, incentivados pelo governo alemão, iriam explorar uma possível combinação de ativos.

Ainda que um acordo esteja em aberto, a decisão anunciada hoje deixa os bancos alemães um passo mais perto da criação do quarto maior banco da Europa em ativos. Ao final de 2018, as duas instituições empregavam mais de 133 mil funcionários.

E por falar em funcionários, representantes trabalhistas no conselho fiscal do Deutsche Bank já disseram que se opõem a uma fusão. Para eles, uma combinação de negócios não vai fortalecer o banco e levará a cortes maciços de pessoal. Cerca de 30.000 posições poderiam estar em risco se um acordo fosse acordado, segundo pessoas a par do assunto.

Do lado governamental, o Ministério das Finanças alemão busca favorecer tal acordo. O objetivo é garantir que o país tenha um financiador com alcance global que suporte uma economia voltada para a exportação. Vale lembrar que o governo ainda possui uma grande participação no Commerzbank.

Dinheirão

Embora ainda não esteja claro como a fusão seria estruturada, especula-se que o Deutsche Bank teria que levantar cerca de 8 bilhões de euros, que poderiam vir de acionistas ou através de vendas de ativos como o negócio de gestão de ativos do DWS Group. A Allianz SE demonstrou interesse no DWS e estaria explorando a possibilidade de combiná-lo com seu próprio braço de gestão de ativos.

"Vamos apenas buscar opções que façam sentido econômico, com base no progresso que fizemos em 2018", disse Christian Sewing, CEO do Deutsche Bank, em carta. "Nosso objetivo declarado continua sendo um banco global com um forte mercado de capitais - baseado em uma posição de liderança em nosso mercado doméstico na Alemanha e na Europa, e com uma rede global".

*Com agências internacionais.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

subiu o tom

Maior acionista da Oi pede troca de presidente

Gestora de investimentos GoldenTree Asset Management manifestou preocupação com as finanças da operadora e pediu saída de Eurico Teles

crise no posto ipiranga

Lava Jato ignorou repasse de Guedes em denúncia contra empresa de fachada, diz jornal

Segundo a Folha de S. Paulo, força-tarefa detectou pagamento de R$ 561 mil, mas só acusou outras firmas

sem dinheiro

Receita pode parar sistema de CPF e restituição

Arrecadação de tributos, emissões de certidões negativas, controle aduaneiro e operações de comércio exterior também serão afetados, assim como o envio de cartas de cobrança aos devedores do fisco

de mudança

Governo confirma que Coaf vai para o BC via Medida Provisória

Segundo porta-voz, Coaf será uma “unidade de inteligência financeira” que não perderá o caráter colaborativo com outros órgãos e manterá o perfil de combate à corrupção.

olho na vale

CVM abre inquérito contra executivos da Vale por tragédia de Brumadinho

Investigação é sobre deveres dos executivos em relação a acionistas e investidores; rompimento da barragem matou 248 pessoas

A Bula do Mercado

Mercados em compasso de espera

Expectativa por eventos envolvendo bancos centrais no Brasil e no exterior tende a redobrar postura defensiva dos investidores

Análise

Pode ir se acostumando com dólar mais caro

Fortalecimento do dólar é fenômeno global amplificado por questões locais e crise na Argentina. Disney vai demandar maior planejamento

Apoio declarado

Em podcast, Maia diz que decisão do governo de transferir Coaf para BC é boa

Presidente da Câmara afirmou também que a Casa irá discutir a proposta de autonomia do Banco Central

Seu Dinheiro na sua noite

Belo, recatado e dólar

Foi Edmar Bacha, um dos criadores do Plano Real, quem ensinou a jamais fazer previsões sobre o dólar. É dele a conhecida frase de que a taxa de câmbio foi criada por Deus apenas para humilhar os economistas. Hoje foi um típico dia de humilhação para quem acompanha o mercado financeiro. Mesmo com o noticiário […]

Google e Facebook na mira

Procuradores dos EUA preparam investigação antitruste de gigantes de tecnologia

Investigações devem se concentrar no uso de algumas plataformas de tecnologia dominantes para ofuscar a concorrência

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements