Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
TUDO QUE VAI MEXER NO SEU DINHEIRO HOJE

‘Desculpinhas’ e metas não atingidas

12 de fevereiro de 2019
10:14
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Se tem uma coisa que não faltou no Brasil nos últimos anos foi notícia. Lava Jato, impeachment, crise econômica, eleições animadas e, infelizmente, uma infinidade de tragédias. Eu praticamente me mudei para a redação. Parei de nadar e frequentemente pulava o almoço. Comia alguma tranqueira na hora que desse. O resultado foram quase 10 quilos a mais e estou na batalha até hoje para me livrar deles. É a minha meta pessoal para 2019.

Amanhã tenho um retorno à nutricionista e preciso encarar o fato de que não bati a meta. Já estou ensaiando um discurso e procurando culpados: o bolo quatro leites da minha amiga, a cervejinha na sexta-feira, a quantidade de trabalho...

A BB Seguridade está na mesma que eu. A empresa apresentou ontem à noite mais um resultado ruim. Fechou 2018 com uma queda de quase 10% em seu lucro líquido, acima das suas próprias projeções no pior dos cenários. Uma grande decepção para o mercado.

A empresa também apresentou suas "desculpinhas" para os investidores para justificar os resultados. Que situação!

Vale lembrar que a BB Seguridade está na lista de empresas que o governo federal pretende privatizar. O Banco do Brasil já vendeu uma fatia pequena na bolsa, mas pretende se desfazer de mais ações. Se você está pensando em comprar os ativos do governo, é melhor dar uma olhada nos números da companhia. O Vinícius Pinheiro traz os detalhes do balanço financeiro aqui.

Todo cuidado é pouco

O Comitê de Política Monetária (Copom) divulgou há pouco a ata de sua primeira reunião de 2019, que aconteceu na semana passada e manteve a Selic em 6,5%. O colegiado voltou a sinalizar que a possibilidade de alta da inflação é maior do que a de baixa e continuou adotando um tom de cautela. O Eduardo Campos te conta quais os destaques do documento.

É difícil sair do buraco

Eu estou torcendo pela recuperação do Brasil, mas não está fácil. Um levantamento do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi) mostra que 40% dos setores da indústria fecharam 2018 em crise. Saiba mais aqui.

Como está o presidente?

A equipe médica do Hospital Albert Einsten disse que Jair Bolsonaro está quase bom. Ele recebeu alta da unidade de terapia semi-intensiva ontem e já está no apartamento. Se você quer acompanhar de perto o dia a dia do novo presidente, acesse o Diário dos 100 dias. O Eduardo Campos acompanha nos bastidores os momentos mais importantes do novo governo.

Boas notícias do Oriente

Mesmo com os crescentes entraves diplomáticos com os EUA e com a desaceleração econômica global, a China anunciou hoje que suas exportações e importações em janeiro cresceram. Os dados preliminares são do Ministério do Comércio chinês, que acredita em uma estabilização da economia do país nos próximos meses. Saiba mais.

A Bula do Mercado: hora de celebrar as boas novas

Depois de sucessivos acontecimentos que levaram o otimismo para longe, o mercado deve voltar a comemorar algumas “boas novas” hoje. Lá fora, a boa notícia vem dos EUA, onde republicanos e democratas conseguiram chegar a um acordo para evitar uma nova paralisação do governo (shutdown).

A notícia deve ser potencializada por aqui com a melhora no quadro clínico de Jair Bolsonaro, que não deve demorar muito para ter alta e voltar a comandar o governo. Com isso, devem ser renovadas as esperanças do andamento da reforma da Previdência.

Ontem, o Ibovespa recuou 0,98%, aos 94.421 pontos. Já o dólar teve o quarto dia consecutivo de alta e fechou a sexta-feira em alta de 0,99%, cotado a R$ 3,76. Consulte a Bula do Mercado para saber como devem se comportar os mercados hoje!

Um grande abraço e ótima terça-feira!

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
Berkshire Hathaway

Até ele perde! Empresa de Warren Buffett tem prejuízo no 4º tri, e tombo da Kraft Heinz deu uma bela mãozinha

Prejuízo da empresa de alimentos, controlada por Buffett junto com a turma de Jorge Paulo Lemann, pesou nos resultados da Berkshire Hathaway

Novidades

O que mudou na declaração de imposto de renda em 2019

Principal novidade é a obrigação de informar CPF de dependentes e alimentandos, independentemente de idade; confira todas as mudanças e a atualização dos valores

Reforma da Previdência

Proposta de reforma para militares deve chegar ao Congresso antes de 20 de março

Segundo Rogério Marinho, secretário especial de Previdência e Trabalho, mudanças devem ser apresentadas ao Congresso antes do término do prazo de 30 dias estabelecido inicialmente

Em busca de um novo líder

Oi ainda sonda Amos Genish, ex-presidente da Vivo, para comandá-la

Em busca de novo líder para a sua reestruturação, operadora quer ex-presidente da Vivo e da Telecom Itália no comando, mas executivo recusou convite, por ora

Siga o dinheiro

Receita Federal entra na dança e passa a investigar miliciano ligado a Flávio Bolsonaro

Fisco vai ampliar a cooperação com o MP do Rio e investigar alvos da Operação Os Intocáveis; entre eles, está o ex-PM Adriano Magalhães da Nóbrega, cujas mãe e esposa trabalharam para o filho do presidente

Bon Vivant

Noronhe-se como os famosos! Fernando de Noronha tem luau de chefs, ‘sea coach’ e, claro, praias paradisíacas

Roteiros exclusivos e experiências customizadas são os ingredientes para incrementar a visita um dos lugares mais lindos do planeta onde dá praia o ano todo. Você também merece pisar no paraíso e curtir uns dias de folga.

É cilada, Bino

Mais de 930 moedas digitais deixaram de existir em 2018. Saiba quais são as apostas alternativas mais seguras para este ano

As informações são do site Deadcoins. Diante de tantos projetos mal-sucedidos no ano passado, criptomoedas como o Ethereum, Ripple e Iota permaneceram e são algumas das opções interessantes para 2019

Reforma da Previdência

À BBC, Mourão diz que Congresso aprova “qualquer coisa” para militar

Mourão justificou que a tramitação é muito mais rápida no caso dos militares porque, para isso, é necessário apenas um projeto de lei, que requer maioria simples dos votos

Mais um empecilho?

Tipo novela mexicana… Justiça concede liminar para suspender assembleia da Embraer que decidirá sobre acordo com Boieng

O juiz destacou que “não se visualiza nesta decisão qualquer ameaça ou comprometimento da economia do País ou situação provocadora de crise na medida que busca conservar uma situação que se encontra consolidada no tempo e eventual oscilação em preços de ações da Boeing ou da Embraer são considerados efeitos metajurídicos normais de qualquer decisão judicial sem a tônica de representar repercussão nos interesses do País”

O melhor do Seu Dinheiro

O Ministério da Economia adverte

Tem uma piada antiga sobre o fulano que vai comprar um maço de cigarros na padaria e, ao ler na embalagem que fumar causa impotência sexual, pede para o balconista trocar por um que causa câncer. Eu me lembrei da anedota ao me deparar com uma espécie de advertência do Ministério da Economia: o atual […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu