Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
2019-04-05T14:22:04+00:00
TUDO QUE VAI MEXER NO SEU DINHEIRO HOJE

‘Desculpinhas’ e metas não atingidas

12 de fevereiro de 2019
10:14 - atualizado às 14:22
O Melhor do Seu Dinheiro
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Se tem uma coisa que não faltou no Brasil nos últimos anos foi notícia. Lava Jato, impeachment, crise econômica, eleições animadas e, infelizmente, uma infinidade de tragédias. Eu praticamente me mudei para a redação. Parei de nadar e frequentemente pulava o almoço. Comia alguma tranqueira na hora que desse. O resultado foram quase 10 quilos a mais e estou na batalha até hoje para me livrar deles. É a minha meta pessoal para 2019.

Amanhã tenho um retorno à nutricionista e preciso encarar o fato de que não bati a meta. Já estou ensaiando um discurso e procurando culpados: o bolo quatro leites da minha amiga, a cervejinha na sexta-feira, a quantidade de trabalho...

A BB Seguridade está na mesma que eu. A empresa apresentou ontem à noite mais um resultado ruim. Fechou 2018 com uma queda de quase 10% em seu lucro líquido, acima das suas próprias projeções no pior dos cenários. Uma grande decepção para o mercado.

A empresa também apresentou suas "desculpinhas" para os investidores para justificar os resultados. Que situação!

Vale lembrar que a BB Seguridade está na lista de empresas que o governo federal pretende privatizar. O Banco do Brasil já vendeu uma fatia pequena na bolsa, mas pretende se desfazer de mais ações. Se você está pensando em comprar os ativos do governo, é melhor dar uma olhada nos números da companhia. O Vinícius Pinheiro traz os detalhes do balanço financeiro aqui.

Todo cuidado é pouco

O Comitê de Política Monetária (Copom) divulgou há pouco a ata de sua primeira reunião de 2019, que aconteceu na semana passada e manteve a Selic em 6,5%. O colegiado voltou a sinalizar que a possibilidade de alta da inflação é maior do que a de baixa e continuou adotando um tom de cautela. O Eduardo Campos te conta quais os destaques do documento.

É difícil sair do buraco

Eu estou torcendo pela recuperação do Brasil, mas não está fácil. Um levantamento do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi) mostra que 40% dos setores da indústria fecharam 2018 em crise. Saiba mais aqui.

Como está o presidente?

A equipe médica do Hospital Albert Einsten disse que Jair Bolsonaro está quase bom. Ele recebeu alta da unidade de terapia semi-intensiva ontem e já está no apartamento. Se você quer acompanhar de perto o dia a dia do novo presidente, acesse o Diário dos 100 dias. O Eduardo Campos acompanha nos bastidores os momentos mais importantes do novo governo.

Boas notícias do Oriente

Mesmo com os crescentes entraves diplomáticos com os EUA e com a desaceleração econômica global, a China anunciou hoje que suas exportações e importações em janeiro cresceram. Os dados preliminares são do Ministério do Comércio chinês, que acredita em uma estabilização da economia do país nos próximos meses. Saiba mais.

A Bula do Mercado: hora de celebrar as boas novas

Depois de sucessivos acontecimentos que levaram o otimismo para longe, o mercado deve voltar a comemorar algumas “boas novas” hoje. Lá fora, a boa notícia vem dos EUA, onde republicanos e democratas conseguiram chegar a um acordo para evitar uma nova paralisação do governo (shutdown).

A notícia deve ser potencializada por aqui com a melhora no quadro clínico de Jair Bolsonaro, que não deve demorar muito para ter alta e voltar a comandar o governo. Com isso, devem ser renovadas as esperanças do andamento da reforma da Previdência.

Ontem, o Ibovespa recuou 0,98%, aos 94.421 pontos. Já o dólar teve o quarto dia consecutivo de alta e fechou a sexta-feira em alta de 0,99%, cotado a R$ 3,76. Consulte a Bula do Mercado para saber como devem se comportar os mercados hoje!

Um grande abraço e ótima terça-feira!

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

será que vai?

Guedes não mostrou proposta de privatização da Petrobras, diz Bolsonaro

Ontem, reportagem disse que o governo quer concluir a venda da estatal até 2022; as ações da Petrobras dispararam

mais um que passou

Câmara aprova projeto que permite posse de arma em toda a propriedade rural

Projeto segue para Bolsonaro sancionar ou vetar; regra atual diz que posse só é permitida na sede da propriedade

Bolsa

Ação da Telebras dispara com privatização no radar, mas não deveria

Com a alta de mais de 60% ontem na bolsa, o valor de mercado da Telebras na bolsa passou para mais de R$ 1,9 bilhão, mas os resultados da estatal nem de longe justificam toda essa euforia. E os minoritários ainda correm o risco de diluição

O paraíso dos especuladores

Você prefere ser um abutre rico ou um argentino quebrado?

A Argentina jamais se soergueu ao governo peronista. Tornou-se a pátria da inflação, dos choques heterodoxos, das reformas monetárias e das moratórias – e o paraíso dos especuladores.

Mercado entre estatais e BCs

Mercado fez a festa com notícia “requentada” sobre privatização de empresas estatais, mas agora aguarda ata do BCE e discurso em Jackson Hole

Com acordo

Senado aprova MP da liberdade econômica sem previsão de trabalho aos domingos

Governo preferiu recuar e concordar com a retirada da autorização para trabalho aos domingos para garantir a votação da medida a tempo

Seu Dinheiro na sua noite

Temporada de caça às estatais

Uma das críticas mais recorrentes ao governo nesse começo de gestão Bolsonaro foi a aposta de todas as fichas na reforma da Previdência. Durante os longos meses de tramitação da proposta na Câmara, o país ficou praticamente parado. O saldo do projeto aprovado pelos deputados e que agora está no Senado revelou-se até melhor do […]

Dinheirinho na mão

Saque do FGTS terá impacto mais importante na renda de Norte e Nordeste

Saques médios a serem liberados representam 21,5% da renda habitual média da região Nordeste, e 20,1% da renda habitual média do Norte

Um pente-fino

Quais são e como atuam as empresas que o governo pretende privatizar

Equipe econômica de Bolsonaro anunciou nesta quarta-feira as empresas que serão os novos alvos do governo nas privatizações do segundo semestre

Assunto que interessa

Câmara instala comissão especial para analisar novo marco legal para saneamento

Proposta será relatada pelo deputado Geninho Zuliani (DEM-SP) e o presidente do colegiado será o deputado Evair de Melo (PP-ES)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements