Menu
2019-08-22T17:02:58+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Se deu bem

Conselho da Anatel aprova termo que troca multas contra a TIM por iniciativas de melhora de atendimento

Acordo prevê a troca de R$ 627 milhões em sanções por uma série de iniciativas que a companhia deverá assumir e colocar em prática

22 de agosto de 2019
17:02
Fachada de loja da empresa de telefonia Tim
Imagem: Shutterstock

A TIM Brasil anunciou que o conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou nesta quinta, por unanimidade, o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que prevê a troca de R$ 627 milhões em sanções aplicadas pelo órgão regulador por uma série de iniciativas da companhia voltadas para a melhoria do atendimento aos clientes, qualidade dos serviços e desenvolvimento da infraestrutura das redes.

Segundo comunicado divulgado pela tele, a principal contrapartida assumida pela TIM será o de levar banda larga móvel, por meio da rede 4G, a 366 municípios com menos de 30 mil habitantes, assim alcançando mais de 3,4 milhões de pessoas. Segundo a TIM, a nova infraestrutura será implementada em três anos - sendo mais de 80% nos primeiros dois anos - estando garantido pela companhia o regime de compartilhamento dessas redes com as demais prestadoras.

Além disso, o TAC também envolve o compromisso de aprimoramentos no processo de licenciamento das estações, uso eficiente de recursos de numeração, evolução dos canais digitais de atendimento, redução dos índices de reclamação, reparação de usuários e reforço de redes de transporte e de acesso.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Este é o primeiro grande TAC firmado pela Anatel com as operadoras após as tentativas fracassadas de Oi e Telefônica. No entanto, as multas discutidas pela TIM são bem menores do que das tentativas de TACs da Oi (R$ 5 bilhões) e da Telefônica (R$ 3,2 bilhões), que tiveram os pedidos negados em outubro de 2017 e abril de 2018, respectivamente.

No caso da Oi, a tentativa de acordo minguou depois que a operadora entrou em recuperação judicial e perdeu condições de apresentar as garantias financeiras exigidas pelo governo. Já a Telefônica propôs a troca das multas por investimentos em cidades com potencial de dar lucro e/ou que já eram atendidas parcialmente por outras operadoras. Isso feriu o propósito do ajustamento de conduta, na visão do governo, e gerou resistência das empresas locais.

Por sua vez, a TIM informou que o seu acordo seguiu o Decreto nº 9.612/2018, que dispõe sobre políticas públicas de telecomunicações, com priorização de atendimento de localidades que não possuam esta estrutura.

O TAC da TIM ainda precisa passar por análise do Tribunal de Contas da União (TCU) e o valor de referência poderá ser corrigido, de acordo com a regulamentação aplicável.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

bancão autuado

Prefeitura de São Paulo multa Itaú Unibanco em R$ 3,8 bilhões

Secretaria da Fazenda da capital afirma que o banco simulou como sede para suas áreas de cartões de crédito e leasing a cidade de Poá – o que teria representado sonegação no pagamento do ISS

dinheiro no bolso

Saque do FGTS para não correntistas da Caixa nascidos em junho e julho começa nesta sexta

Data limite para saque é 31 de março de 2020. Caso o saque não seja feito até essa data, os valores retornam para a conta do FGTS do trabalhador

Dinheiro que entra

Log-in levanta R$551 milhões em oferta de ações

Os novos papéis da companhia devem começar a ser negociados na B3 na próxima segunda-feira (25), com liquidação no dia seguinte.

sigla nova para o presidente

Partido de Bolsonaro terá nas urnas o número 38

Presidente admitiu que, caso o TSE não autorize a coleta de assinaturas por meio eletrônico, sigla não deverá estar homologada para disputar as eleições do ano que vem

Xii...

Fitch rebaixa rating da Bolívia de BB- para B+, com perspectiva negativa

Para 2020, a agência espera um crescimento de 1% da economia boliviana, acrescentando que as perspectivas de curto prazo “não são muito claras”

menos otimismo

OMC reduz projeção de crescimento econômico mundial em 2019 de 2,6% para 1,2%

Entidade diz que as restrições comerciais entre as economias do G20, grupo que inclui o Brasil, permaneceram historicamente altas nos últimos meses

A Bula do Mercado

Mercado se desvia de tensão comercial

Mercado espera por sinal de que relação entre EUA e China não vai piorar, enquanto ativos no Brasil ignoram incertezas sobre guerra comercial

Entrevista

Não vem dinheiro por falta de confiança, diz Nathan Blanche, da Tendências

Se governo afastar risco de insolvência, dólar certamente ficaria abaixo de R$ 4,0 e país seria outro. Resolver situação de Estados e municípios é essencial

Novidades

Fusão entre Boeing e Embraer consegue aprovação em grande mercado

O acordo entre ambas aparece na lista de transações que data de 19 de novembro. No documento, as transações são colocadas como “aprovadas sem condicionantes”

Seu Dinheiro na sua noite

126…144…197 mil pontos para o Ibovespa

Eu vou, sem saber pra onde nem quando vou parar. O clássico de Roberto Carlos “120… 150… 200 Km Por Hora” podia muito bem embalar a leitura desta newsletter. Assim como o velocímetro do carro na canção do Rei (uma das minhas favoritas), as projeções dos analistas para a bolsa no ano que vem apontam para cima. […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements