Menu
2019-02-22T17:50:03+00:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco) e “Abandonado” (Geração).
Captação de US$ 15 milhões

Dos tijolos aos bytes, BTG Pactual lança criptoativo com lastro em imóveis

A ideia do banco é proporcionar aos investidores do ReitBZ retorno com a recuperação dos ativos e a venda por um valor superior ao preço de aquisição. Lançamento envolve parceria com os gêmeos Winklevoss, que atuaram na criação do Facebook

22 de fevereiro de 2019
14:32 - atualizado às 17:50
cripto imóveis
Imagem: Shutterstock

Você com certeza já ouviu falar nas criptomoedas, como o bitcoin. Mas e em “criptoimóveis”? O BTG Pactual uniu esses dois mercados tão antagônicos entre si ao lançar o ReitBZ.

Trata-se de um criptoativo que terá lastro em imóveis com problemas, como inadimplência, localizados em São Paulo e no Rio. A ideia é proporcionar aos investidores retorno com a recuperação dos ativos e a venda por um valor superior ao preço de aquisição.

O lançamento inclui ainda uma parceria com os gêmeos Cameron e Tyler Winklevoss, conhecidos por atuarem na criação do Facebook.

A oferta do ReitBZ será a primeira realizada por um banco de investimento com o uso da tecnologia blockchain, a mesma que viabilizou o bitcoin. O objetivo do BTG é captar até US$ 15 milhões.

Mas se você ficou interessado, não adianta procurar o banco ou alguma corretora de criptomoedas porque o criptoativo não estará disponível para investidores brasileiros.

A escolha do banco foi realizar essa primeira operação da forma mais rápida e prática possível, por isso a oferta não será realizada por aqui, segundo me contou André Portilho, sócio do BTG.

“A legislação ainda é cara e demorada, mas conversamos com os reguladores, que estão muito abertos e querendo fomentar inovação, e a ideia é futuramente fazer no Brasil”, afirmou.

Como funciona?

Na superfície, o ReitBZ não é muito diferente de um fundo imobiliário tradicional. O banco optou por realizar a captação com a criação de um criptoativo pela possibilidade de realizar uma oferta global de forma mais eficiente e com menor custo, segundo Portilho.

“Eu não consigo vender um fundo imobiliário para um investidor em Cingapura. Com o blockchain isso é possível”, diz o sócio do BTG.

A tecnologia e a maior eficiência permitiram ainda ao banco reduzir a aplicação mínima para US$ 10 mil. O que amplia o alcance de um investimento mais sofisticado e, pelas formas tradicionais, estaria acessível apenas a investidores com mais dinheiro. A expectativa é de um retorno bem superior ao investimento em imóveis tradicionais, segundo Portilho.

Da mesma forma, a tecnologia permite ao BTG ter um controle sobre quem vai investir nos ativos, em um processo semelhante ao de uma abertura de conta no banco.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Como investir e como receber?

O ReitBZ não é uma moeda virtual, e sim um ativo comparável a um valor mobiliário, como uma ação, só que estruturado no formato de "security token". Tanto o investimento no criptoativo como o pagamento da rentabilidade aos detentores do ReitBZ serão realizados por meio de uma criptomoeda.

É aí que entram os gêmeos Winklevoss. Depois do litígio com Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, eles investiram no mundo das criptomoedas e criaram o Gemini dollar. Ao contrário de divisas virtuais como o bitcoin, o Gemini possui lastro no dólar "real". Isso significa que 1 Gemini sempre vale 1 dólar e não está sujeito à volatilidade típica do bitcoin.

"Tanto nós como os Winklevoss temos a visão de que essa tecnologia só tem futuro se for feita de forma regulada, com segurança e compliance", afirma Portilho.

Com o retorno obtido com a venda dos imóveis na carteira, o BTG vai distribuir 50% em dividendos aos detentores do ReitBZ, pagos em Gemini dollar, e a outra metade será reinvestida em novos ativos.

Para quem quiser comprar ou vender o ativo depois da oferta, o BTG fará o papel de formador de mercado do ReitBZ, que será negociado em uma plataforma própria. "Ainda não existe uma bolsa ou plataforma com requerimento pra negociar esse tipo de ativo", diz Portilho.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

quase lá

Natura afirma estar em discussões avançadas com a Avon para compra da empresa

Em nota, a companhia afirmou que as empresas estão negociando os termos e condições contratuais finais para a conclusão do negócio

expectativa

Consumidores esperam inflação de 5,4% em 12 meses a partir de maio, diz FGV

Fundação diz que, considerando-se o diferencial histórico entre as previsões dos consumidores e da inflação medida pelo IPCA, por exemplo, os números ainda compatíveis com uma inflação oficial na meta

vai aliviar

China anuncia corte de impostos para fabricantes de microchips

Medida visa ajudar setor em um momento de pressão dos Estados Unidos nas negociações comerciais

Botando os pontos nos is

Governo Bolsonaro altera Decreto de Armas após polêmica com fuzis

Decisão veio após a fabricante de armas Taurus divulgar que o decreto assinado pelo presidente dava margem para que pessoas comuns adquirissem o fuzil T4

vem modernização por aí

Scania fará novo aporte de R$ 1,4 bi na fábrica do ABC

Maior parte do novo montante será aplicada na modernização da fábrica – que no ano passado já foi totalmente remodelada – e na produção de veículos movidos a combustíveis alternativos

A agenda segue

Câmara avança com a própria reforma tributária, sem esperar pelo texto da equipe de Guedes

Felipe Francischini convocou a votação para as 14h e espera liquidar o assunto ainda esta semana para deixar o caminho livre para o próximo estágio

Paciência zero

Maia diz que não aceitará ataques do executivo contra legislativo

Maia teve acesso a um material compartilhado pelo líder do governo na Câmara, major Vitor Hugo, em um grupo do Whatsapp. A charge compartilhada associava a negociação do governo com o Congresso a sacos de dinheiro

tá (quase) liberado

Câmara aprova MP que autoriza investimento até 100% estrangeiro em aéreas

Medida volta com a franquia mínima de bagagem que pode ser despachada gratuitamente; texto deve ser analisado pelo Senado e votada nesta quarta-feira, 22

deu ruim

Maia rompe com líder do governo na Câmara após mensagem por WhatsApp

O presidente da Câmara criticou abertamente o líder do governo na Casa, Major Vitor Hugo no final de uma reunião do colégio de líderes de partidos nesta terça-feira, 21.

dilema

Pode ser preciso cortar juros para cumprir meta de inflação, diz dirigente do Fed

James Bullard disse que a instituição pode considerar formas de recentralizar a inflação e as expectativas de inflação na meta de 2%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements