Menu
2018-11-28T17:22:20+00:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Serviços financeiros

Clientes das fintechs estão (bem) mais satisfeitos que os dos bancos

Uma pesquisa do Google mostra que 71% dos usuários das novas empresas financeiras com foco em tecnologia estão felizes com serviços. Já nos bancos, esse percentual é de apenas 42%

28 de novembro de 2018
16:14 - atualizado às 17:22
Cartão nubank
Cartão de crédito, como o do Nubank, é o produto mais usado pelos clientes das fintechs - Imagem: shutterstock

Você está satisfeito com o seu banco? Já pensou em testar os serviços de uma fintech? Pois uma pesquisa do Google mostra que os clientes das novas empresas financeiras com foco em tecnologia estão mais felizes.

O índice de satisfação com as fintechs é de 71%, bem acima dos consumidores dos bancos tradicionais, que está em apenas 42%, de acordo com o levantamento.

As novas empresas que passaram a concorrer com os bancos têm atraído uma quantidade cada vez maior de usuários. Entre os atrativos estão as tarifas mais baixas ou mesmo inexistentes.

O produto mais usado pelas pessoas que se tornaram clientes das fintechs é o cartão de crédito, de acordo com a pesquisa. Uma das empresas mais bem sucedidas entre as fintechs brasileiras é justamente a emissora de cartões Nubank.

As buscas no Google também sinalizam o maior interesse dos clientes de serviços financeiros. A procura por "melhor banco digital", por exemplo, cresceu quatro vezes no último ano.

Os resultados da pesquisa, feita com 800 pessoas entre os dias 16 e 20 de novembro, foram apresentados durante um evento sobre fintechs que acontece nesta quarta-feira, na sede do Google em São Paulo.

Marcas pouco amadas

Os bancos têm motivos para se preocupar com o avanço da concorrência. Indústrias com margens altas, marcas pouco amadas e barreiras de entrada supostamente altas são as mais propensas a sofrer a chamada disrupção.

"Esse é exatamente o caso do setor financeiro no Brasil", diz Guilherme Horn, diretor da consultoria Accenture, que participou do evento.

A pesquisa do Google sugere que há um espaço grande para novas empresas como as fintechs ganharem a preferência do consumidor. Dos clientes que se declararam muito insatisfeitos com os serviços financeiros, 52% não sabem para qual empresa mudariam.

E você, já mudou ou está disposto a experimentar algum serviço financeiro fora dos bancões? Deixe seu comentário logo abaixo.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

MAIS UMA

Bolsonaro afirma que governadores do Nordeste tentam manipular eleitor

O uso de um termo pejorativo para se referir aos nordestinos provocou a reação de governadores da região, que manifestaram “espanto e profunda indignação”

BNDES

Com BNDES menor, pode faltar crédito para investimento

O patamar de desembolsos em torno de R$ 70 bilhões por ano, sinalizado pelo novo presidente, equivale a 1% do Produto Interno Bruto, menor nível em 20 anos.

Boa notícia

Risco volta ao nível de quando país tinha selo de bom pagador

Além do avanço na reforma previdenciária, contribuiu para a redução do risco país o cenário de um mercado internacional mais calmo

Bandeira eleitoral

Tema “corrupção” perde espaço no Twitter de Bolsonaro

Depois de assumir o poder, o assunto perdeu espaço em sua timeline e, segundo levantamento no perfil do presidente, apareceu em apenas 1,4% das postagens.

Uma dose de realismo

Bilionários garantem: este é o melhor momento para se estar vivo

Bill Gates, Warren Buffett, Elon Musk e Barack Obama são categóricos: se você pudesse escolher qualquer momento na história para nascer, seria este.

Promessa é dívida

MAIS LIDAS: Oi e FGTS foram as grandes promessas da semana

São elas: a liberação do saque do FGTS pelo governo Bolsonaro e o plano da diretoria da Oi de tirar a empresa do buraco. Confira

Dá para se arrepender?

Opção do saque do FGTS será reversível

A ideia é que a nova opção de saque permita ao trabalhador resgatar uma parcela em troca de abrir mão da retirada de todo o fundo caso seja demitido sem justa causa

o novo sempre vem

Novo Mercado, nível 1 ou 2: Diga-me a governança da ação e eu te digo quais são os direitos do investidor

Segmento da B3 estabeleceu maior nível de governança entre as empresas e amenizou conflitos entre minoritários e controladores; são hoje 142 empresas no Novo Mercado

De olhos bem abertos

Dez bancos serão investigados por supostos abusos na oferta de consignado a idoso

As empresas têm dez dias para apresentar defesa e, posteriormente, se confirmados os indícios de infração, poderão ser multadas em até R$ 9,7 milhões. As notificações estão formalizadas no Diário Oficial da União (DOU) em despachos do DPDC, órgão da Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública

Seu Dinheiro na sua noite

E o Oscar vai para…

As histórias que mexeram com seus investimentos hoje

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements