Menu
2019-06-23T16:40:39+00:00
Agricultura

Chinês Qu Dongyu é eleito diretor-geral da FAO; Tereza Cristina comemora

O vice-ministro chinês assume o mandato a partir de 1º de agosto, no lugar do brasileiro José Graziano da Silva, que ocupa o cargo desde 2012

23 de junho de 2019
16:40
Nova ministra da Agricultura, Tereza Cristina
Ministra da Agricultura, Tereza Cristina: ela comemorou a eleição do vice-ministro chinêsImagem: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

Vice-ministro da Agricultura e Assuntos Rurais da China, Qu Dongyu, foi eleito, na manhã deste domingo, 23, diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

Dongyu recebeu 108 votos do total 191 votos válidos para comandar a entidade até 31 de julho de 2023. A eleição ocorreu durante a 41ª Conferência da FAO, que está sendo realizada em Roma.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

O vice-ministro chinês assume o mandato a partir de 1º de agosto, no lugar do brasileiro José Graziano da Silva, que ocupa o cargo desde 2012. Dongyu é biólogo por formação e exerceu longa carreira como pesquisador na Academia Chinesa de Ciências Agrárias.

Além de Qu Dongyu, Catherine Geslain-Lanéelle, ex-diretora do Departamento de Dese Econômico e Ambiental de Empreendimentos do Ministério da Agricultura da França, e David Kirvalidze, que foi ministro da Agricultura da Geórgia por dois mandatos, também estavam na disputa. Geslain-Lanéelle recebeu 71 votos e Kirvalidze, que contava com apoio dos Estados Unidos, recebeu 12.

Antes da votação, Dongyu disse que pretende se concentrar na erradicação da fome e da pobreza, no desenvolvimento digital das áreas rurais e no melhor uso da terra através da transformação da produção agrícola. "Trabalharei pelo povo e por todos os agricultores. Por uma FAO dinâmica, por um mundo melhor", disse após ser eleito.

O vice-ministro chinês prometeu também que o seu país seguiria os regulamentos da FAO e que seria imparcial e neutro na diretoria da entidade. Na mesma linha, a delegação chinesa afirmou que o novo diretor-geral vai reformar a FAO em pouco tempo e garantiu que a China vai manter seus compromissos de cooperação mundial em favor do desenvolvimento da agricultura.

Comemoração brasileira

A candidatura de Dongyu contava com o apoio oficial do governo brasileiro. A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que está em Roma, comemorou a eleição do vice-ministro chinês, em sua conta oficial no Twitter.

Em nota oficial, o Ministério da Agricultura destacou que a pauta de Dongyu "é voltada para a facilitação da agenda internacional de países em desenvolvimento e inclusão digital no campo".

Antes da viagem à Roma, Tereza Cristina reforçou que a eleição na FAO aumenta a cooperação entre a China e o Brasil.

Segundo a ministra, os dois países têm muitos assuntos para definir dentro da pauta agrícola. Em maio, a ministra liderou missão à China, quando debateu a habilitação de mais frigoríficos brasileiros para exportação de carnes ao mercado chinês.

Orlando Ribeiro, secretário de Relações Internacionais, e Fernando Abreu, representante permanente do Brasil na FAO, acompanharam a comitiva brasileira na cerimônia. Argentina e Uruguai também apoiaram a eleição de Dongyu.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Buscando oxigênio

Plano de recuperação do RS apresentado a Guedes tem impacto fiscal de R$ 60 bilhões em 6 anos

A expectativa do governador Eduardo Leite é de que o Estado possa aderir ao regime de recuperação fiscal ainda em 2019

Mudanças no órgão

Relator diz que nome do Coaf será mantido e haverá indicação apenas de servidores

Deputado Reinhold Stephanes Junior iniciou a leitura de seu relatório sobre a Medida Provisória nº 893, que trata do “novo Coaf”

Investindo em energia

BNDES aprova empréstimo de R$ 1,26 bilhão para complexo eólico da Engie na Bahia

Investimento total no complexo é de R$ 1,6 bilhão, incluindo as linhas de transmissão associadas

Mais um passo

Comissão especial da Câmara aprova texto principal da reforma da Previdência dos militares

Votação é terminativa, mas o projeto pode ir ao plenário da Casa se for apresentado um requerimento com 51 assinaturas

Falando de mercado imobiliário

Preço dos imóveis residenciais no país cresce 0,32% em setembro, diz Abecip

No acumulado dos últimos 12 meses, o preço dos imóveis teve aceleração, chegando a 2,55% em setembro ante 2,33% em agosto

QUINTA-FEIRA, ÀS 11H

Os 90 anos da crise de 1929: uma conversa ao vivo com Ivan Sant’Anna

Ivan Sant’Anna e a equipe do Seu Dinheiro farão uma transmissão ao vivo nesta quinta-feira (24), às 11h00, para discutir o crash da bolsa de Nova York — evento que está completando 90 anos

This time is different?

Dólar alto e juro baixo? Para Verde Asset essa é uma equação possível

Em artigo, gestora do renomado Luis Stuhlberger detalha o que poderia ser o novo normal da economia brasileira

E a crise continua...

Major Olimpio pedirá destituição do diretório comandado por Eduardo Bolsonaro

Episódio é mais um capítulo da disputa travada por bolsonaristas e o grupo do deputado federal Luciano Bivar, presidente da sigla, pelo comando do partido

No entra e sai de dólares

Fluxo cambial total em outubro até dia 18 é negativo em US$ 6,224 bilhões

Já o fluxo cambial do ano até 18 de outubro ficou negativo em US$ 19,195 bilhões

Agendado

Tasso Jereissati diz que votação da PEC paralela da reforma da Previdência na CCJ do Senado será em 6 de novembro

Projeto prevê a possibilidade de Estados e municípios aderirem às novas regras de aposentadoria e pensão no País

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements