Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-09-30T19:01:47+00:00
Seu Dinheiro na sua noite

Carta a um jovem investidor

30 de setembro de 2019
19:01
O Melhor do Seu Dinheiro
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

A queda da taxa de juros para a mínima histórica de 5,5% ao ano (e contando) vem provocando uma mudança não só financeira como cultural, pelo menos lá em casa.

Agora, além das tradicionais conversas familiares, o tema investimentos vem se tornando recorrente nos almoços de domingo. Estou habituado a falar do assunto, mas ontem recebi um pedido diferente.

Minha sobrinha de 20 anos arrumou recentemente seu primeiro estágio e veio me procurar ontem para saber como investir o dinheiro do salário que começou a receber.

Antes que a CVM venha bater na porta da minha sogra atrás do famoso frango com quiabo (receita mineira original), é bom esclarecer: não promovi nenhuma consultoria financeira e apenas sintetizei algumas ideias que já expressamos nas nossas reportagens.

Assim como a Melina, o país vive hoje uma proliferação de jovens investidores. E quando falo em jovens, me refiro a um estado de espírito e não à idade. São pessoas que estão dando seus primeiros passos em busca de alternativas mais rentáveis e eficientes para seu patrimônio.

No cenário atual, isso significa que é necessário sair da zona de conforto e, com bastante cuidado, colocar um pezinho na renda variável, seja diretamente na bolsa ou via fundos.

Aliás, é quase um consenso entre os analistas que a B3 deve receber nos próximos anos um grande volume de recursos que hoje estão na renda fixa. Mas quanto?

A corretora do Itaú fez as contas com base no dinheiro que hoje está aplicado em títulos públicos. A Julia Wiltgen traz para você os números e também para quais ações esse dinheiro pode ser destinado.

104.745 pontos

A segunda-feira foi marcada pelo “do contra” na bolsa brasileira. Destoando do desempenho positivo nas bolsas mundo afora, o Ibovespa fechou em baixa de 0,32%, perdendo o patamar dos 105 mil pontos. O que houve hoje foi uma espécie de TPP – tensão pré-Previdência. A reforma enfim deve ser votada amanhã na CCJ e, apesar de estar bem encaminhada no Senado, ainda inspira certa cautela. O Victor Aguiar conta os detalhes na nossa cobertura de mercados e também faz um panorama do (bom) desempenho da bolsa em setembro.

7 bilhões

É o valor total que a Oi pode arrecadar com a venda de ativos no mercado. A empresa de telefonia, que há tempos agoniza em uma recuperação judicial cada vez mais complicada, pode ter nessa espécie de “saldão” uma oportunidade-chave para sair do buraco. Essa foi a avaliação feita pelos analistas do BTG Pactual em relatório divulgado hoje. O banco sustenta recomendação de compra para as ações da Oi, mas reitera a importância da conclusão da venda de ativos, que por enquanto ainda está na promessa, como a Jasmine Olga conta nesta reportagem.

82,8 milhões

É o valor que o empresário Eike Batista foi condenado a pagar por usar informações privilegiadas e manipular o mercado nas negociações com ativos da OSX, uma das várias empresas do antigo "Grupo X" que viraram pó. Mas não para por aí: a Justiça Federal do Rio de Janeiro também condenou o ex-bilionário a quase nove anos de prisão. Os detalhes do processo e a reação da defesa de Eike você confere no Seu Dinheiro.

664 milhões

Na maratona de números dessa segunda-feira, os sócios da Smart Fit fecharam um acordo para fazer um novo aporte de capital na rede de academias. O negócio, que pode movimentar até R$ 664 milhões, inclui ainda a entrada de um grande fundo de pensão canadense, que está pronto para se tornar sócio da empresa com mais de 2 milhões de alunos. Saiba mais sobre o negócio que deve dar um gás extra aos planos da companhia.

Zero

Esse será o valor que o WeWork vai (por ora) conseguir com seu IPO. Isso mesmo, você não leu errado! Depois de semanas tropeçando no mercado, a startup de escritórios compartilhados decidiu adiar de vez a oferta inicial de ações na bolsa de Nova York. E a nova data para que o projeto saia do papel ainda não foi definida. É aquela história: nem só de escritórios bacanas e mesas de pebolim vive uma companhia de sucesso.

Valores que você não vê

Depois de tantos anos trabalhando com jornalismo econômico, tenho propriedade para dizer que a pauta nas redações do país nos últimos anos ficou basicamente restrita à macroeconomia. E não poderia ser diferente: com tantos problemas estruturais que o país teve (inflação, crise fiscal e por aí vai) é difícil não se preocupar com o básico do básico. Mas o nosso colunista Felipe Miranda resolveu trazer à tona alguns temas que acontecem abaixo da superfície das manchetes e podem representar uma janela gigante de oportunidade de investimento para você. Recomendo muito a leitura!

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.]

*Colaboração Fernando Pivetti.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Entrevista

Com juro baixo “estrutural”, Paineiras está otimista com bolsa e título de longo prazo

Gestora que tem 12 anos de história avalia que Selic baixa veio para ficar e que dólar acima de R$ 4 não é impeditivo para valorização do Ibovespa

A Bula do Mercado

Mercado olha para o que vem depois da Previdência

Investidor confia na agenda econômica positiva, com nova pauta das reformas, leilões e privatizações

Dia histórico?

Novela da Previdência deve acabar hoje com final mais feliz que o esperado

Senado termina de votar emendas pela manhã e texto da reforma vai para o segundo turno de votação à tarde

Seu Dinheiro na sua noite

Um novo recorde na maratona da bolsa

No dia 12 de outubro, o queniano Eliud Kipchoge atingiu uma marca considerada por muito tempo impossível para um ser humano: correr os 42 quilômetros da maratona em menos de duas horas. O campeão olímpico dos Jogos do Rio cruzou a linha de chegada em uma prova não-oficial realizada em Viena, na Áustria, com o […]

Mudanças no funcionalismo público

Maia quer iniciar reforma administrativa até a próxima semana na Câmara

Estratégia traçada pelo presidente da Câmara, porém, ainda depende do aval de lideranças e também da equipe econômica

Só falta um passo

Sem mudanças no radar, conclusão da reforma da Previdência pode se estender até quarta-feira

O texto da reforma que será votado prevê uma economia fiscal de R$ 800 bilhões em dez anos

O poder das redes

Facebook, de Mark Zuckerberg, pega Rússia e Irã tentando intervir nas eleições dos EUA em 2020

Notícia vem em meio a uma ofensiva que a gigante das redes sociais tem feito para combater ataques nas eleições mundo afora

Dinheiro na mão mais cedo

Caixa antecipa saque imediato do FGTS. Tudo será pago em 2019

Calendário de saque para não correntistas que iria até março de 2020 foi antecipado. Assim, todo impacto da liberação, estimada em R$ 40 bilhões, acontecerá em 2019

chegando no gigante asiático

Tesla recebe sinal verde para fabricar veículos na China

Ministério da Indústria da China concedeu à montadora do bilionário Elon Musk a autorização para operar

Negócios da educação

Yduqs ganha nova cara e cresce em quantidade e qualidade com compra da dona do Ibmec

Aquisição de R$ 1,92 bilhões é a maior da história da antiga Estácio Participações, que passa a contar com um total de 680 mil alunos, e coloca as ações da Yduqs entre as maiores altas do Ibovespa. Saiba o que os analistas disseram sobre o negócio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Pular para a barra de ferramentas