Menu
2019-07-10T11:41:17+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
onde atrapalha

Carga tributária e juros são maior empecilho para PMEs

Para 39% dos pequenos e médios empresários a carga tributária do País é o maior empecilho macroeconômico para a evolução do seu negócio; atual nível da taxa de juros configura o maior empecilho ao desenvolvimento do negócio para 26,58%

10 de julho de 2019
11:06 - atualizado às 11:41
Empresário endividado
Na abertura por setores, a indústria é que vê a carga tributária como maior empecilho macroeconômico para a evolução de seus negócios. - Imagem: shutterstock

Para 39% dos pequenos e médios empresários a carga tributária do País é o maior empecilho macroeconômico para a evolução do seu negócio. Os dados são da pequisa do Insper e Santander Brasi para o cálculo do Índice de Confiança dos Pequenos e Médios Negócios (IPC-PMN) do terceiro trimestre, que ouviu 1,328 pessoas.

O atual nível da taxa de juros configura o maior empecilho ao desenvolvimento do negócio para 26,58% dos pesquisados. A inflação é citada por 15,59%. Para 14,91%, o maior empecilho é o desemprego. A taxa de câmbio foi citada por 3,69% dos entrevistados.

Na abertura por setores, a indústria é que vê a carga tributária como maior empecilho macroeconômico para a evolução de seus negócios (51,42% dos entrevistados). No comércio, ela aparece com 37,52% e, nos Serviços, com 35,90%.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Confiança aumenta 2,6%

Os médios e pequenos empreendedores voltaram aumentar a confiança no desempenho da economia no terceiro trimestre em relação ao trimestre anterior. Essa melhora é representada pelo avanço de 2,6%  no mesmo índice calculado pelo centro de estudos do Insper.

Segundo Gino Olivares, professor do Insper e pesquisador responsável pelo IC-PMN,  o índice praticamente reverteu a queda registrada no segundo trimestre, com variações positivas em todos os quesitos, regiões e setores, com exceção da Indústria.

Para ele, os resultados apontam que, mesmo no cenário atual de baixo crescimento, os pequenos e médios empresários conseguem visualizar possibilidades de melhoria nos próximos trimestres.

Em relação ao crédito, o diretor do segmento de Negócios e Empresas do Santander Brasil, Cassio Schmitt, disse que a demanda permanece. O empreendedor ainda está cauteloso, mas já demonstra interesse em investir para o crescimento do seu negócio.

A variação do IC-PMN foi positiva em todas as regiões analisadas, com destaque para o Sul, que registrou a maior alta, de 4,9%. O Nordeste, com 4,5%, vem em seguida, à frente de Sudeste e Norte com 1,4%, cada um. Por fim, a menor evolução foi a da região Centro-Oeste, com 0,5%.

Por atividade econômica, dois dos três setores registraram evolução: Serviços, com 6,1%, e Comércio, com 1,7%. A Indústria recuou 1%.

Na análise do índice por questão, foram registradas variações positivas em todos os quesitos. O dado de Investimento subiu 4,9%; Empregados, 4,2%; Ramo, 2,5%; Faturamento, 2,1%; Lucro,1,6%, e Economia, 0,5%.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

xi...

Boeing faz provisão de US$ 4,9 bilhões por conta da crise do 737 Max

Companhia americana enfrenta uma das piores crises de sua história após quedas de aeronaves na Etiópia e na Indonésia

a bula do mercado

Ativos preparam-se para encerrar semana no azul

Confusão sobre fala de presidente do Fed de NY pode induzir a ajustes

Na expectativa

Modelo de capitalização da Eletrobras será apresentado até agosto

Decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) definiu que a privatização de holdings, caso da Eletrobras, precisa passar pelo Congresso

Temporada de balanços

O que esperar para o lucro dos grandes bancos no segundo trimestre?

O resultado combinado de Banco do Brasil, Itaú Unibanco, Bradesco ou Santander Brasil deve atingir R$ 20,9 bilhões no segundo trimestre, um avanço de 17,6%. Parece um filme repetido, mas a história pode reservar surpresas. Saiba o que esperar dos balanços

Vem que vem!

Banco N26, o “Nubank alemão”, levanta mais US$ 170 mi e diz que o seu próximo destino pode ser o Brasil

Com isso, ele elevou o seu valor de mercado para US$ 3,5 milhões e passou a figurar entre as startups europeias mais valiosas e entre as dez principais fintechs do mundo

De volta para o dono

Lava Jato recupera mais R$ 67 mi no exterior

Os valores foram transferidos para contas judiciais vinculadas ao processo e integram os mais de R$ 13 bilhões que são alvo de recuperação pela Lava Jato ao longo de cinco anos de operação, destaca a Procuradoria

Seu Dinheiro na sua noite

O herói improvável

As histórias que mexeram com o Seu Dinheiro hoje

De olho nos valores

Preço médio dos imóveis residenciais sobe 0,36% em junho em dez capitais

A pesquisa mostrou que, no mês, todas as dez capitais pesquisadas tiveram alta nos preços médios: Brasília (0,04%), Fortaleza (0,06%), Salvador (0,08%), Porto Alegre (0,16%), Rio de Janeiro (0,18%), Belo Horizonte (0,19%), Curitiba (0,19%), Goiânia (0,22%), Recife (0,38%) e São Paulo (0,68%)

DE OLHO NO GRÁFICO

Bitcoin em nova alta e S&P no sinal amarelo

Fausto Botelho está estupidamente otimista com o bitcoin, que pode ter uma nova onda de valorização. Já o S&P, principal índice americano, pode trazer um terremoto para o resto do mundo

De olho nos próximos recebidos

Preparação de atendimento pela Caixa contribuiu para adiamento de saque do FGTS

Em 2017, para que 25,9 milhões de trabalhadores retirassem R$ 44 bilhões das contas inativas (de contratos anteriores) do FGTS, a Caixa preparou um esquema de atendimento que previu a abertura das agências mais cedo e nos fins de semana no período, que foi de 10 de março a 31 de julho

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements