Menu
2019-08-02T20:37:31+00:00
Só falta ela

Caixa confirma início de busca por parceiro em maquininhas

Banco público propõe uma joint venture de 20 anos e interessados têm até o dia 12 de agosto para se manifestarem

2 de agosto de 2019
20:37
Fachada da Caixa Economica Federal
Imagem: Shutterstock

A Caixa Econômica Federal anunciou na sexta-feira, 2, o início da procura por um parceiro no setor de maquininhas, conforme antecipou na semana passada a Coluna do Broadcast, no dia 22 de junho. O banco público propõe uma joint venture de 20 anos e interessados têm até o dia 12 de agosto para se manifestarem.

A Caixa é o único grande banco que não tem os pés no mercado de adquirência. Como atrativo para o eventual parceiro, a instituição oferece exclusividade em seu balcão, que conta com 4.170 agências.

Atualmente, a Caixa trabalha com Cielo, do Banco do Brasil e Bradesco, e também a Rede, do Itaú Unibanco. "A Caixa comunica que, em alinhamento com seu plano estratégico e buscando fortalecer sua atuação no mercado de meios de pagamentos eletrônicos, promoverá processo competitivo para a realização de parceria societária em Adquirência", informa o banco, em comunicado ao mercado.

A Caixa esperava iniciar a busca por um parceiro em maquininhas em junho, mas, conforme noticiou a Coluna do Broadcast, em 22 de junho, o processo atrasou devido a trâmites processuais, inclusive, uma consulta junto ao Tribunal de Contas da União (TCU). O envio do convite (RFP, em inglês) aos interessados já era esperado para o final desta semana.

O mercado de maquininhas vive um momento de intensa concorrência e transformação no Brasil com a chegada de novos entrantes. A elevada concorrência levou, inclusive, o BB a avaliar sua participação na líder Cielo, conforme antecipou na quinta-feira a Coluna do Broadcast. Também pesa, de acordo com fonte, uma pressão da equipe econômica do governo de Jair Bolsonaro, que vê a necessidade de diminuir o tamanho dos bancos públicos.

Nesse sentido, o BB trocou seu representante no Conselho de Administração da Cielo, essa semana. Com a renúncia do vice-presidente do BB, Carlos Hamilton, após apenas 175 dias no assento, o colegiado aprovou a indicação do assessor especial do presidente do banco, Mauro Ribeiro Neto.

Ele é considerado especialista em desinvestimentos e direito empresarial e societário, com parte de sua carreira dedicada ao tema.

Ao ser indicado para o colegiado da Cielo, teria uma missão para pensar alternativas para a companhia, que atravessa uma reestruturação nas mãos de Paulo Caffarelli, que chegou na presidência da número um das maquininhas no fim do ano passado, vindo do BB.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Vai que vai

É hora delas? Bradesco BBI diz que aumento na demanda deve manter crescimento de locadoras

Todos os três papéis estão com recomendações de compra pela casa, mas as preferidas do analista Victor Mizusaki são Unidas e Movida

Siga o dinheiro

Fuga de dólares bate US$ 40 bilhões em 12 meses. Surpreso? Não deveria…

Saída de recursos é a maior desde que abandonamos o regime de bandas cambiais em 1999. Desde abril, o BC vem alertando para uma mudança estrutural no mercado de câmbio

Boas novas

Juro baixo faz BlackRock ampliar aposta no Brasil

A projeção é que a Selic baixa empurre investidores para ativos de mais risco, incluindo investimentos no exterior, que ainda engatinham por aqui

dinheiro no bolso

36,9 milhões de correntistas da Caixa já sacaram recurso do FGTS

Saque de até R$ 500 por conta ativa ou inativa do fundo tem sido feito de forma escalonada, dependendo da data de aniversário de trabalhador

novas funções

Relator de MP que permite saque do FGTS vai ampliar forma de aplicação do fundo

Hoje, a lei só permite que o dinheiro seja usado para financiar moradias, saneamento e infraestrutura

todo mundo no azul

Bolsonaro assina MP que promete estimular regularização de dívidas

Texto foi chamado de MP do Contribuinte Legal e, segundo o governo, é alternativa mais justa do que parcelamentos especiais (Refis)

Exile on Wall Street

Há salvação para o investidor?

Escolhemos hoje, sobre resultados que só acontecerão no futuro. E não adianta tentar, no presente, penetrar o futuro. Há razão objetiva para serem tempos verbais diferentes. Afinal, ora, são coisas diferentes. Se fossem a mesma, teriam o mesmo nome.

Manda mais

Governo envia a Congresso mais 8 projetos de lei pedindo aval para crédito

As propostas se somam a outros dez projetos de lei pedindo autorização para a liberação de crédito extra também enviados formalmente na terça, conforme avisou a edição regular do Diário Oficial de terça-feira.

juntas

Governo dá mais um passo para aproximar Correios e Telebras do setor privado

Ambas foram incluídas no Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República (PPI)

racha

Bolsonaro diz que não quer tomar PSL, mas cobra abertura dos gastos do partido

Perguntado se deseja a saída do presidente do PSL, o deputado federal Luciano Bivar (PE), Bolsonaro disse que não defende “nada”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements