Menu
2019-05-07T08:28:14+00:00
de olho no mercado de luxo

BMW vai produzir no país SUV de R$ 500 mil

Modelo é o mais tecnológico da marca no País e será o mais caro automóvel nacional, com valores entre R$ 450 mil e R$ 500 mil

7 de maio de 2019
8:28
BMW
Imagem: shutterstock

O grupo alemão BMW iniciará em junho a produção em Araquari (SC) do X5, modelo que a empresa considera o mais tecnológico da marca no País. Também será o mais caro automóvel nacional, com preços entre R$ 450 mil e R$ 500 mil, dependendo da versão. Hoje o posto também é de um BMW, o X4, vendido a R$ 422 mil.

O X5 é o quarto utilitário-esportivo (SUV) da marca a ser nacionalizado. A fábrica inaugurada em 2014 tem capacidade para 32 mil veículos ao ano, mas, em 2018, produziu 8,7 mil. No ano anterior foram 13,8 mil, dos quais 5 mil foram exportados para os EUA após acerto com a matriz, que não tinha condições de abastecer aquele mercado.

"Este é um importante passo na direção de equalizar nossas operações e a capacidade instalada de manufatura no País", disse, em nota, o diretor geral da montadora, Mathias Hofmann.

O grupo já produz os SUVs X1, X3 e X4 e, no segundo semestre, também fará a nova geração do sedã Série 3. A fábrica emprega mil funcionários e não haverá contratações. Para produzir o X5, a empresa investiu R$ 17 milhões em novas tecnologias, além de R$ 125 milhões na flexibilização das linhas produtivas.

De janeiro a abril, a BMW vendeu no País 3,57 mil veículos, atrás da concorrente Mercedes-Benz (4,13 mil) e à frente da Audi (2,61 mil) e da Land Rover (1,9 mil).

O X5 já está à venda na versão importada. A local terá peças vindas de fora e motorização a diesel. A produção será apenas para o mercado local. Entre as tecnologias do X5, estão sistema que oferece quatro modos de condução em diferentes terrenos como areia e rocha e airbags duplos frontais, laterais e de cortina dianteiros.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Setor de aviação comercial

Joint-venture entre Embraer e Boeing se chamará Boeing Brasil – Commercial

Venda de 80% da divisão de aviação comercial da fabricante brasileira de aviões para a americana foi fechada no começo de julho do ano passado

Tá complicado!

Funcionários da Avianca anunciam nova greve para esta sexta-feira

Paralisação vai atingir os aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e Santos Dumont, no Rio de Janeiro

De olho no gráfico

Como comprar bitcoin com outras criptomoedas – e é uma boa comprar?

Coluna traz vídeos sobre análise gráfica e dicas de investimentos. O tema é o mercado de ações e criptomoedas.

Agora vai?

EUA modificam posição e formalizam apoio à entrada do Brasil na OCDE

Sem dar detalhes, secretário-geral da OCDE, José Ángel Gurría, confirmou a informação de que o grupo tem uma posição diferente sobre o Brasil

Reformas

Presidente e relator da Previdência jogam ‘policial bom, policial ruim’ nas suas declarações

Depois de aceno conciliador dado por Samuel Moreira na segunda-feira, Marcelo Ramos sobe à tribuna, critica o governo e pergunta: “Vamos transformar isso aqui em uma Venezuela?”

Enfim, passou!

Câmara conclui votação da MP dos ministérios e medida segue para análise do Senado

Senado tem até a próxima semana para votar a medida, antes que ela perca sua validade, em 3 de junho

Private equity

Para fundos que compram empresas, momento é bom para fazer negócio

Fundos que investem em participações em companhias para vendê-las com lucro posteriormente fecharam o ano passado com R$ 39,3 bilhões disponíveis para investir no Brasil

Um polvo da construção

Duratex anuncia a compra da Cecrisa por R$ 1 bilhão e amplia ainda mais seu espaço no mercado

Anúncio feito nesta quinta-feira está em linha com o modelo de negócio da companhia, que espera estabelecer um sistema “one stop shop” no setor de materiais de construção

Gigantes do mundo da beleza

Avon e Natura devem manter marcas e estrutura comercial independente após fusão

Após a união de Avon e Natura, as empresas manterão duas sedes e devem buscar sinergia operacionais, com produção e distribuição de cosméticos

Transação bilionária

A Natura finalmente comprou a Avon. Ainda dá tempo de entrar nas ações?

Analistas se debruçaram sobre a estrutura da compra da Avon pela Natura — e, em linhas gerais, gostaram do que viram. Mas, considerando o rali recente das ações da empresa brasileira, a postura dos especialistas é cautelosa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements