Menu
André Franco
Crypto News
André Franco
É engenheiro e especialista em criptomoedas da Empiricus
2019-06-23T12:31:32+00:00
Crypto News

Por que o bitcoin é uma ótima opção de investimento para o momento em que vive o mercado

Atualmente o bitcoin pode oferecer ganhos bem maiores do que aqueles oferecidos pelo mercado tradicional

13 de junho de 2019
5:40 - atualizado às 12:31
Imagem: arte bitcoin
Bitcoin - Imagem: Shutterstock

Retornos sobre investimentos cada vez mais decrescentes, juros mundiais muito baixos ou perto do zero e bancos centrais imprimindo dinheiro para manter a economia viva.

Essa é uma breve contextualização do que tem acontecido na economia global e serve de plano de fundo para apresentar a tese de investimento em bitcoin para o investidor institucional.

Podemos tanto olhar o lado mais ganancioso da tese, já que o bitcoin pode oferecer ganhos bem maiores do que aqueles do mercado tradicional, como entender o ativo como hedge contra a política de impressão ilimitada de dinheiro.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Pelos dois lados, o investimento em bitcoin parece bem plausível. Além disso, bastaria apenas 1 por cento do capital alocado em cripto para esse grande investidor já poder colher os ganhos com mais essa diversificação.

Isso sem falar na tese do ouro digital, que coloca o bitcoin como uma alternativa ao ouro por ser resistente ao confisco, infinitamente divisível, de fácil transporte e verificável.

E o ouro, como você deve saber, é uma ótima proteção para momentos de crise e os bancos centrais estão montando suas reservas para uma possível crise mundial iminente.

A compra de ouro por essas instituições aumentou muito em 2018 e ultrapassou a marca dos 600 bilhões de dólares.

Além do risco aparentemente iminente de uma crise mundial, considerando que estamos próximos do maior ciclo de crescimento da história, temos uma tese geracional para os criptoativos.

Os geração que nasceu na década de 90 e as posteriores entendem muito bem o conceito digital e logo serão responsáveis por administrar e gerenciar boa parte das riquezas mundiais.

Em torno de 30 trilhões de dólares em ativos financeiros e não financeiros vão trocar de mãos nas próximas décadas.

Isso, mais o fato de que 44 por cento dos millennials acreditam que as criptomoedas vão ser amplamente aceitas no futuro, as coloca como uma das classes de investimento atrativas para esses jovens.

As próprias empresas do mundo cripto são um reflexo dessa geração que não entende o mundo digital como algo apartado do mundo real, mas como complementar ou até o próprio mundo real.

Um exemplo disso é a Binance, a maior corretora de criptomoedas do mundo em volume real, que possui funcionários espalhados pelas mais diversas partes do planeta.

O trabalho remoto é algo tão comum que nem precisa mais ser chamado mais “trabalho remoto”, porque é agora, de fato, a maneira mais comum de se trabalhar, pelo menos para os funcionários da Binance.

Pode até ser difícil de entender em um primeiro momento e acreditar logo no início, mas cada vez mais vai ficando claro que os criptoativos são uma classe de investimento que vale o risco.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Dados do Tesouro

União honra R$ 442,6 milhões e dívidas de governos estaduais em setembro

Nos primeiros nove meses de 2019, o governo federal precisou desembolsar R$ 5,695 bilhões para honrar dívidas garantidas pela União de quatro Estados

Papo reto

Para Sabesp, metas definidas pelo relator no marco do saneamento são difíceis de atender

Entre os pontos tidos como difíceis de cumprir está o limite de 25% para subdelegações pelo prestador de serviços

Falando em projetos...

Na reforma da Previdência dos militares, contribuições devem aumentar mais rápido que o proposto pelo governo

Segundo relatório da Câmara, a cobrança que hoje é de 7,5% passará a 9,5% já no ano que vem, chegando a 10,5% em 2021

Gestoras

JGP lista 6 fatores que devem impulsionar a economia e empurrar a bolsa para cima em 2020

Gestora acredita que migração de renda fixa para ações vai continuar dando força ao Ibovespa. Carta de setembro também faz uma defesa do teto de gastos

novidade lá fora

Google anuncia Pixel 4, celular que promete controle por gestos sem tocar na tela

Em evento nos EUA, companhia apresentou uma série de produtos novos, incluindo a segunda geração de seu alto-falante inteligente, o Nest Mini, e o notebook Pixelbook Go; ações sobem

no topo

PAN, BMG e Bradesco lideram ranking de reclamações contra bancos do BC

Pan registrou índice de 149,58. Em segundo lugar, aparece o BMG (82,33) e, em terceiro, o Bradesco (24,16)

vamos fala das teles

Na esteira de notícias sobre possível venda da Oi, presidente da dona da Vivo diz que ficarão no Brasil as teles capazes de investir

Christian Gebara reiterou o plano trienal de investimentos da Telefônica, que prevê chegar a aportes de R$ 9 bilhões em 2019

dinheiro no bolso

Receita paga nesta terça-feira (15) restituições do 5º lote do Imposto de Renda 2019

Consulta para saber se a declaração foi liberada poderá ser feita acessando a página da Receita na internet, pelo Receitafone 146, informando o CPF e a data de nascimento

lupa no país

FMI reduz previsão de crescimento do PIB do Brasil em 2020 para 2%

Projeção anterior era de 2,4%; fundo alterou também a previsão para este ano: de 0,8% para 0,9%; dados constam em relatório divulgado hoje, também trazendo expectativas para a economia global

caso de justiça

Operação da PF mira Luciano Bivar, do PSL

Operação Guinhol apura supostas fraudes na aplicação de recursos destinados a candidaturas femininas em Pernambuco

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements